Salada Verde

Nova série de Dráuzio Varella relaciona aumento de desmatamento e impactos na saúde

Websérie com 4 episódios discute como a preservação do meio ambiente é essencial para a manutenção da saúde humana

Bruna Martins ·
6 de julho de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O Dr. Dráuzio Varella fala sobre a biodiversidade da floresta Amazônica e como é importante sua preservação para a saúde no primeiro vídeo da websérie “Preservação é Saúde”, disponível no seu canal do Youtube. A estreia da websérie ocorreu nesta segunda-feira (05) e terá semanalmente novos episódios durante todo mês de julho, com abordagens sobre preservação da biodiversidade e ciência; queimadas e doenças respiratórias; comunidades tradicionais e saúde ambiental, e a conexão atualíssima das pandemias, zoonoses e desmatamento.

Atualmente, com a situação extrema de casos e óbitos por conta do coronavírus no Brasil, falar sobre a relação entre a preservação do meio ambiente e a saúde pública torna-se urgente. ((o))eco têm reportado o aumento dos números de desmatamento na Amazônia e, como explica Dráuzio, “o desmatamento adoece, ele favorece a transmissão de doenças de animais para seres humanos e facilita o surgimento de epidemias”.

“Por causa do desmatamento, falta espaço para que os animais selvagens possam continuar vivendo isolados, separados da gente. O resultado disso é que cada vez mais temos contato com seres que carregam patógenos causadores de doenças infecciosas”, esclarece.

Além de evitar novas pandemias, a preservação também importa para o tratamento de doenças já existentes. Varella conta que já esteve muitas vezes na região do Baixo Rio Negro, Amazônia, em busca de espécies de plantas para testar suas ações em combate a células cancerígenas e bactérias resistentes a antibióticos. Esses estudos são possíveis devido à alta biodiversidade presente na floresta tropical, capaz de comportar mais de 230 espécies de plantas em 10 mil metros quadrados, segundo o botânico Mateus Paciência, que o acompanhou nessa viagem.

“Há muitos anos já sabemos que uma biodiversidade protegida só traz benefícios para o planeta, preservar as florestas é uma questão de sobrevivência. Se ela nos fornece absolutamente tudo, o ar, o alimento, a energia e os materiais, pode até soar clichê, mas é verdade: nós precisamos proteger nossos recursos naturais, eles são nossa maior riqueza”, diz o Dr. Dráuzio.

Veja o primeiro episódio:

  • Bruna Martins

    Jornalista em formação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Leia também

Salada Verde
27 de agosto de 2020

Bronquites, asma, insuficiência cardíaca: o impacto das queimadas na saúde humana

Cinzas compromete saúde de milhares de brasileiros. Segundo relatório, 2.195 internações hospitalares por doenças respiratórias ocorridas em 2019 são atribuíveis às queimadas 

Análises
23 de julho de 2020

Conexão com a natureza: reflexões sobre saúde e conservação

Você já parou para pensar por que, mesmo demandando tempo, atenção e custo, faz bem para tanta gente manter plantas dentro e próximo de casa e ter contato com animais domésticos?

Colunas
27 de janeiro de 2020

Ao desejar saúde, deseje áreas protegidas

Não seria interessante se as políticas públicas de saúde incorporassem atividades em ambientes naturais como parte da promoção da saúde ou da prevenção de doenças?

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Carlos Magalhaes diz:

    Estamos numa época muito esquisita, em que senadores, deputados, jornalistas e juízes recomendam e “ensinam” como tratar da Covid-19. Desmentem médicos, calam especialistas com uma tranquilidade olímpica. Agora vem um médico “ensinar” como se faz e se cuida de meio ambiente. Só pode “dar ruim”, como já deu com duas ou três afirmações errôneas do Varella. Triste, Cada um no seu quadrado!


    1. Paulo diz:

      “Calam especialistas”? Quais e onde.

      Tem político receitando tratamento, baseado no achismo e no entendimento “talvez cola”

      Vamos melhorar os entendimentos srs.