Salada Verde

Medida Provisória que extingue prazo do CAR vai à sanção

Mantendo o acordo entre ambientalistas e ruralistas, Senado aprovou texto vindo da Câmara que acaba com prazo limite para aderir ao Cadastro Ambiental Rural

Daniele Bragança ·
10 de outubro de 2019 · 2 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Cadastro Ambiental Rural: Agora sem prazo para aderir. Foto: Daniele Bragança.

O Senado aprovou, no início da noite de quarta-feira (09), a Medida Provisória 884, que acaba com o prazo para aderir ao Cadastro Ambiental Rural (CAR). Porém, os parlamentares incluíram no texto a ressalva de que os produtores rurais que fizerem o CAR até 31 de dezembro de 2020 terá direito aos benefícios previstos no Programa de Regularização Ambiental, que inclui a suspensão de multas ambientais.

A matéria vai à sanção.

Houve acordo entre ruralistas e ambientalistas ainda na Câmara para retirar pontos incluídos durante a tramitação da matéria na comissão mista. A antiga redação acabava com o principal mecanismo de conservação do novo Código Florestal, ao propor a regularização ambiental automática por decurso de prazo das propriedades rurais.

O texto proposto pelo relator Irajá Abreu (PSD-PA) previa que os órgãos ambientais estaduais teriam três dias para convocar os produtores rurais que registrassem o CAR para aderir ao termo de adesão aos Programas de Regularização Ambiental (PRAs). Caso o órgão estadual não cumprisse o prazo, o imóvel rural seria considerado automaticamente regularizado.

O CAR é um registro eletrônico obrigatório para os proprietários de imóveis rurais e é um dos mecanismos mais importantes para implementar o Código Florestal. Ele identifica as áreas de reserva legal e as áreas de preservação permanente das propriedades rurais do país. Com o cadastro, os órgãos ambientais saberão quem tem passivo ambiental e quem está seguindo o que determina a lei.

A inscrição do imóvel rural no CAR é condição obrigatória para a adesão ao Programa de Regularização Ambiental (PRA). Segundo texto aprovado, caso os estados e o Distrito Federal não implantem o programa até 31 de dezembro de 2020, o proprietário de imóvel rural poderá aderir ao PRA implantado pela União.

 

Leia Também 

Os pecados dos fazendeiros e as promessas do CAR

Coalizão Brasil alerta sobre risco de novo adiamento no prazo do CAR

Governo prorroga para maio prazo de adesão ao CAR

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
2 de janeiro de 2018

Governo prorroga para maio prazo de adesão ao CAR

Proprietários rurais tinham até 31 de dezembro para aderir ao Cadastro Ambiental Rural. Decreto para adiar data foi publicado no último dia útil de 2017

Notícias
23 de maio de 2018

Coalizão Brasil alerta sobre risco de novo adiamento no prazo do CAR

Prazo para adesão ao Cadastro Ambiental Rural está chegando ao fim, mais uma vez, mas existe preocupação quanto a possibilidade de um novo adiamento

Colunas
1 de agosto de 2013

Os pecados dos fazendeiros e as promessas do CAR

Há mais área Reserva Legal do que a soma das Unidades de Conservação e Terras Indígenas. Para fazê-las valer precisamos implementar o Cadastro Ambiental Rural

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta