Notícias

Sergipe vai à Justiça para União custear limpeza de praia

Governo do estado pede bloqueio de mais de R$ 289 milhões para limpeza do litoral. Justiça determina proteção dos rios São Francisco, Japaratuba, Sergipe, Vaza-Barris e Real

Sabrina Rodrigues ·
16 de outubro de 2019 · 2 anos atrás
Sob situação de emergência, estado do Sergipe pede bloqueio da conta única da União para custear a limpeza do litoral contaminados por óleo. Foto: Agência Sergipe de Notícias.

O Estado de Sergipe entrou na Justiça pedindo o bloqueio de mais de R$ 289 milhões da conta única da União para custear a limpeza de óleo no litoral. A ação, protocolada na segunda-feira (14) pelo procurador Agripino Alexandre dos Santos Filho (PGE), solicita que a União seja intimada com urgência.

O estado de Sergipe se encontra em estado de emergência desde o dia 05 de outubro. As primeiras manchas encontradas no estado foram no município de Pirambu no dia 24 de setembro. Até o momento são 17 praias sergipanas atingidas pelo petróleo. Somente em Aracaju já foram retiradas 231 toneladas de óleo. 

Justiça concede liminar para proteger os principais rios em Sergipe

Enquanto o governo do estado entra na justiça para conseguir custear limpeza, o Ministério Público Federal conseguiu na Justiça que a União proteja a Foz dos principais rios de Sergipe ameaçados pela mancha de petróleo cru. A decisão, do juiz federal Fábio Cordeiro de Lima, da 1ª Vara Federal de Sergipe, concedeu liminar que deverá ser atendida no prazo de 48 horas, a partir da intimação judicial. 

Na decisão, o juiz determina a proteção dos rios São Francisco, Japaratuba, Sergipe, Vaza-Barris e Real. “Defiro, em parte, a tutela de urgência pleiteada para determinar que, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, a União Federal, junto com o IBAMA, implante barreiras de proteção nos rios São Francisco, Japaratuba, Sergipe, Vaza Barris e Real, com o consequente monitoramento da medida”, determina o juiz na decisão.

Em caso de descumprimento da decisão, a União terá que pagar multa diária de R$ 100 mil.

 

 

Leia Também

Sergipe decreta situação de emergência depois de mancha de óleo atingir 10 praias

Transbordo de petróleo a menos de 4km da ESEC Tamoios alarma ambientalistas de Angra

Petrobras irá investigar vazamento de óleo na Bacia de Campos

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
7 de janeiro de 2019

Petrobras irá investigar vazamento de óleo na Bacia de Campos

Estatal afirma que uma comissão de investigação irá apurar as causas do derramamento que atingiu 38 quilômetros na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro. Ibama e Marinha monitoram a área

Colunas
18 de agosto de 2019

Transbordo de petróleo a menos de 4km da ESEC Tamoios alarma ambientalistas de Angra

Empresa solicita licença para fazer transferência de derivados de petróleo entre navios e barcaças próximo de duas unidades de conservação na baía de Angra dos Reis

Notícias
7 de outubro de 2019

Sergipe decreta situação de emergência depois de mancha de óleo atingir 10 praias

Até o momento são 132 praias atingidas por petróleo nos nove estados do Nordeste, espalhados em 61 municípios. Causas ainda estão sendo investigadas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta