Em vídeo, Bolsonaro diz que “cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós”

Daniele Bragança 
quinta-feira, 23 janeiro 2020 23:57
Foto: Marcos Corrêa/PR.

Na noite desta quinta-feira (24), da Índia, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), aproveitou sua semanal transmissão de recados via redes sociais para dizer que “cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós”. O governo prepara há meses um projeto de lei para regulamentar a exploração de mineração em terras indígenas.

“Cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós. Então, [precisamos] fazer com que o índio se integre à sociedade, e que seja verdadeiro de sua terra. É isso que queremos aqui”, disse.

Em companhia do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, Bolsonaro falava sobre a criação do Conselho da Amazônia, anunciado esta semana para coordenar ações de fiscalização e defesa na Amazônia. O Conselho será presidido pelo vice-presidente Mourão e deverá contar com uma Força Nacional Ambiental, nos moldes da Força Nacional.

“Mourão vai ser o nosso grande coordenador, à frente desse Conselho da Amazônia. Vai tratar da proteção, da defesa, da prevenção, do desenvolvimento sustentável, logicamente vai ter a sua participação no tocante da questão sobre as terras indígenas”, afirmou Bolsonaro.

*Assunto iniciado a partir de 11 minutos. 

No Twitter, o senador Fabiano Contarato (REDE-ES) chamou o comentário do Bolsonaro de racista. “Presidente tem a obrigação de oferecer a proteção do Estado aos indígenas! Mas, em vez disso, está  estimulando ainda mais a que percam as suas terras para o agronegócio e a exploração de minérios. Sejamos resistência!”, disse.

Assunto recorrente

Bolsonaro nunca escondeu o desejo em transformar terras indígenas em grandes fazendas produtivas e áreas de mineração. Já na eleição prometeu não demarcar nenhuma terra indígena. Eleito, tentou modificar a estrutura da política indigenista e, perdendo no Congresso, iniciou o esvaziamento da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Em dezembro, Bolsonaro chegou a defender a criação de gado em Terras Indígenas para baixar o preço da carne.

Invasões dobram em 2019

Em setembro, o Conselho Indígena Missionário (Cimi) divulgou o relatório Violência Contra Povos Indígenas do Brasil, no qual informou o aumento não só de invasão de territórios indígenas, mas também da violência contra seus povos.

Embora o relatório do Cimi se debruce sobre o ano de 2018, dados parciais e preliminares do Cimi indica que até setembro de 2019, houve 153 casos de invasão em 19 estados brasileiros. Isto representa mais que o dobro de todo o ano de 2018, com a ocorrência de 76 terras indígenas invadidas em 13 estados.

 

Leia Também 

Polícia Federal afirma que vai investigar a morte de Paulo Paulino Guajajara

Governo prepara projeto de lei que regulamenta mineração em terras indígenas

Em cem dias de governo, um século de retrocesso na política indigenista brasileira

 

 

1 comentário em “Em vídeo, Bolsonaro diz que “cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós””

  1. Provavelmente o Presidente escreveu na India. Confundiu a palavra Indiano com a palavra Indio. Como P.A.Cabral também o fez se reportar ao Rei de Portugal.
    O Presidente sempre "dá umas farquejadas"

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.