Salada Verde

Servidores do Ibama só poderão dar entrevistas com autorização prévia

Portaria assinada pelo presidente do Ibama, Eduardo Bim, restringe acesso de servidores com a imprensa. Toda demanda passará pela Assessoria de Comunicação

Daniele Bragança ·
5 de março de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O presidente do Ibama, Eduardo Bim. Foto: Ibama.

O presidente do Ibama, Eduardo Bim, oficializou nesta quinta-feira (05) uma postura que já vem sendo adotada no órgão desde o ano passado, de restringir o acesso da imprensa aos servidores do órgão ambiental. Em portaria publicada no Diário Oficial, ficou determinado que qualquer contato com a imprensa deve ser mediado pela Assessoria de Comunicação (Ascom) e que as chefias precisam reportar qualquer tentativa de contato direto dos jornalistas.

No ano passado, sob o comando do capitão da reserva Pallemberg Pinto de Aquino, a Secretaria de Comunicação do Ministério do Meio Ambiente centralizou as demandas da imprensa. Pedidos de entrevista para o Ibama, ICMBio e Jardim Botânico eram encaminhados para o Ministério, que decidia se respondia ou não a demanda. Em quase 10 meses, ((o))eco só recebeu uma resposta [incompleta] da assessoria.

Pelo menos pelo lado do usuário (imprensa) não se notou diferenças significativas após a saída de Pallemberg, em novembro. As demandas continuaram sendo ignoradas, aumentando o número de matérias com a frase “até o fechamento desta reportagem, nenhuma resposta…”.

“Mordaça” coincide com escândalo da liberação de madeira nativa para o exterior

A regulação publicada nesta quinta-feira coincide com a divulgação de uma série de reportagens na imprensa sobre a alteração de regulamento que acabou com a exigência de autorizações do Ibama para a exportação de madeira in natura. A alteração feita pelo presidente do Ibama, Eduardo Bim, na terça-feira de carnaval (25).

Na prática, a Ascom do Ibama ficará a cargo de definir quem poderá responder perguntas dos jornalistas. A portaria obriga às chefias a reportar qualquer tentativa de contato feito pela imprensa e qualquer fato que possa prejudicar ou ser positivo para a imagem da instituição.

Caberá também às chefias solicitar à Ascom acompanhamento de entrevistas concedidas em nome do Ibama. Entrevistas sem a anuência da assessoria ficam vetadas.

Leia a portaria na íntegra.

 

Leia Também 

Sob Salles, ministério deixa 8 em 10 jornalistas sem resposta

Informações sobre Ibama e ICMBio só com o Ministério do Meio Ambiente

Gestão Bolsonaro não piorou a transparência ambiental… Mas vai melhorar?

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Análises
10 de abril de 2019

Gestão Bolsonaro não piorou a transparência ambiental… Mas vai melhorar?

Cenários ainda não estão claros para saber se governo imitará Trump ou priorizará o acesso da população às informações públicas ambientais

Notícias
13 de março de 2019

Informações sobre Ibama e ICMBio só com o Ministério do Meio Ambiente

Autarquias agora são obrigadas a encaminhar demandas da imprensa para o Ministério. Mordaça coincide com mudanças na comunicação dos órgãos subordinados

Reportagens
5 de dezembro de 2019

Sob Salles, ministério deixa 8 em 10 jornalistas sem resposta

Demanda por informação no Meio Ambiente quadruplica, mas 77% dos pedidos são engavetados

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Realmente, minha vida foi marcada por mudanças Mas,sabendo se programar e contratando uma boa empresa,

    tudo sai bem.Parabéns pelo post..


  2. Solange Caribe diz:

    O que será que eles tanto temem que se saiba? Hein? Hein?