Salada Verde

Moraes pede manifestação da PGR sobre pedido de prisão em flagrante de Ricardo Salles

Procurador-Geral da República também terá que opinar sobre afastamento do ministro. Pedido foi motivado por Salles não entregar o celular mesmo com decisão do STF

Daniele Bragança ·
4 de junho de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou ao Procurador-Geral da República, Augusto Aras, pedido para que se manifeste sobre o afastamento e prisão em flagrante do ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles, alvo de operação da Polícia Federal no dia 19 de maio, acusado de facilitar a exportação de madeiras ilegais. Na ocasião, Salles não entregou o celular aos investigadores, apesar da ordem judicial incluir o aparelho. 

A denúncia sobre a não entrega do celular de Ricardo Salles à PF é do Jornal Nacional, da TV Globo, que repercutiu uma reportagem exclusiva do Jornal O Globo. Na ocasião, a defesa de Salles afirmou que não houve pedido da PF para que ele entregasse o celular. A advogada Cibele Berenice Amorim entrou com um pedido no âmbito do processo da Operação Akuanduba solicitando que o ministro respondesse por improbidade administrativa ao não entregar o celular. Antes de decidir, o ministro Alexandre de Moraes pediu a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), que deverá responder em até 5 dias úteis.

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
2 de junho de 2021

Alvo de operação da PF, assessor de Salles pede exoneração do Ministério do Meio Ambiente

Leopoldo Penteado Butkiewicz está sendo investigado no inquérito que apura facilitação na exportação ilegal de madeira. Assessor também foi denunciado por servidor do Ibama à corregedoria do órgão

Reportagens
19 de maio de 2021

PF diz que Salles montou esquema criminoso para favorecer madeireiras

Operação deflagrada hoje a pedido do STF cumpre mandados de busca e apreensão contra o ministro do Meio Ambiente e afasta 9 autoridades, incluindo o presidente do Ibama, Eduardo Bim

Notícias
13 de abril de 2021

MPF quer investigar presidente do Ibama por afrouxar regras para exportação de madeira

Eduardo Bim assinou despachos facilitando o comércio de produtos florestais de origem nativa. Câmara Ambiental do MPF pediu abertura de investigação

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta