Salada Verde

Governo prorroga moratória da pesca de piracatinga

Pescadores usam botos e jacarés mortos como isca para a pesca do Callophysus macropterus, um peixe necrófilo. Proibição da pesca vai durar até julho de 2022

Daniele Bragança ·
2 de julho de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Seif, publicou na edição desta sexta-feira (02), no Diário Oficial da União, a prorrogação da proibição da pesca da piracatinga (Callophysus macropterus) – peixe capturado usando botos e jacarés mortos como isca. Desde 2014 se busca uma interrupção da matança de botos-cor-de-rosa com proibições, controle e fiscalização da pesca da piracatinga.

A moratória da pesca e comercialização vale para todas as águas jurisdicionais brasileiras. Durante a moratória é proibido pescar, manter a bordo, transportar, desembarcar, armazenar, transportar, beneficiar e comercializar a espécie. Apenas a pesca para subsistência é permitida, para consumo próprio, de até 5 kg por família. 

A vedação não se aplica para a coleta para pesquisa científica, desde que devidamente autorizada pelo órgão ambiental competente.

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
14 de maio de 2017

Richard Rasmussen e a polêmica sobre o boto

Filme inédito no Brasil apresenta depoimento de pescadores que teriam acusado o biólogo de pagá-los para sacrificar boto na Amazônia

Salada Verde
18 de janeiro de 2021

Governo cria grupo para discutir o fim da moratória da pesca de piracatinga

Peixe está ligado à mortandade de botos e jacarés. Como é necrófilo, pescadores usam botos e jacarés mortos como isca. GT apresentará alternativas para permitir a pesca

Reportagens
23 de fevereiro de 2016

O futuro do boto-cor-de-rosa e as lições aprendidas na tragédia do Baiji

Em 2006, o golfinho que habitava o rio Yangtze, na China, foi dado como extinto. No Brasil, um primo próximo pode caminhar para o mesmo fim

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta