Salada Verde

Espírito Santo dá primeiro passo para criação da Rede Capixaba de Trilhas

De olho na geração de emprego e renda e do ecoturismo, governo assina protocolo de intenções para elaborar trilhas de longo curso no estado, com projeto piloto no Parque Estadual de Itaúnas

Duda Menegassi ·
27 de agosto de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A implementação da Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso depende de articulações locais de grupos que atuam no território, desde voluntários até organizações da sociedade civil e o próprio governo. No começo desta semana, o Espírito Santo deu seu próprio passo para integrar essa ampla rede nacional com a assinatura de um protocolo de intenções para elaboração da Rede Capixaba de Trilhas. O documento foi assinado pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), a Secretaria de Turismo (Setur) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) durante um evento junto com guias de turismo no Parque Estadual do Forno Grande, no município de Castelo.

O objetivo do acordo é fortalecer a articulação institucional e promover a colaboração mútua para desenhar o projeto da Rede Capixaba de Trilhas, a partir de uma experiência piloto na região do Parque Estadual de Itaúnas, em Conceição da Barra, no litoral do estado. A iniciativa será desenvolvida dentro do âmbito da Rede Brasileira de Trilhas e seguirá o padrão nacional das pegadas amarelas e pretas de sinalização.

“Essa é uma parceria muito importante para o turismo, meio ambiente e desenvolvimento sustentável do Espírito Santo, que tem belezas que poucos lugares têm. O termo que assinamos aqui é um embrião para que futuramente, todo o Estado tenha trilhas de longa distância”, destaca Alaimar Fiuza, diretor-presidente do Iema, órgão responsável pela gestão das unidades de conservação do estado.

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Análises
27 de agosto de 2021

Trilha dos Cânions do São Francisco: natureza, cultura e história no sertão que virou mar

De Paulo Afonso, na Bahia, até Pão de Açúcar, em Alagoas, a Trilha dos Cânions do São Francisco passa por trechos terrestres e aquáticos num percurso de cerca de 80 km

Análises
9 de agosto de 2021

Os Caminhos das Ararunas e o sonho de uma trilha do Oiapoque à Barra do Chuí

Os Caminhos das Ararunas, no sertão paraibano, unem natureza, história, aventura, cultura e muitas oportunidades de desenvolvimento local sustentável ao longo dos seus mais de 100 quilômetros

Análises
2 de agosto de 2021

Trilhas sobre Trilhos: a Trilha Verde da Maria Fumaça como iniciativa de transformação no Brasil

Localizada entre a Serra do Espinhaço e o sertão mineiro, a trilha ferroviária une história e natureza ao longo do percurso de cerca de 100 quilômetros

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Flavio Barros Pereira Filho diz:

    jornalismo tendencioso e parcial!
    nem precisei ler tudo para enxergar isso.