Ecoturismo é destaque na 1ª edição do Prêmio Nacional do Turismo

Duda Menegassi
terça-feira, 11 dezembro 2018 15:28
Ecoturismo em alta no Prêmio Nacional do Turismo. Foto: Duda Menegassi.

Na última quarta-feira (05/12), foi realizada a primeira edição do Prêmio Nacional do Turismo, organizada pelo Ministério do Turismo em parceria com o Conselho Nacional de Turismo. A cerimônia, que celebrou as principais iniciativas e nomes da atividade turística em 2018, teve como um dos destaques o ecoturismo e as áreas protegidas. O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) concorreu em duas categorias, em uma noite que também premiou ações de educação ambiental, de controle de visitantes em atrativos naturais e a implementação de trilhas e roteiros de ecoturismo.

A importância da abertura dos parques para visitação esteve presente já no discurso de abertura do evento, proferido pelo atual ministro do Turismo, Vinícius Lummertz. “Estamos celebrando uma etapa de mudança, em que afastamos medos imaginários. Medo de abrir parques naturais, cidades históricas, coisas já superadas em países desenvolvidos. Mas precisamos caminhar mais para consolidar respostas concretas para alavancar o setor”, explicou o ministro.

O ICMBio concorreu nas categorias Monitoramento e Avaliação do Turismo, na qual ficou em segundo lugar com o estudo sobre as contribuições econômicas do turismo em unidades de conservação; e na categoria Valorização do Patrimônio pelo Turismo,onde ficou em terceiro com a iniciativa da Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso. Respectivamente nestas categorias, os vitoriosos foram o Programa de Otimização de Performance (POP) da Secretaria de Cultura e Turismo de Salvador e a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer de Pernambuco, pela Construção da 2ª Etapa do Cais do Sertão Museu Gonzaga do Porto do Recife. O atual ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, foi um dos finalistas entre os profissionais em destaque na categoria Governo, na qual saiu vitorioso o Secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho.

Rede Brasileira de Trilhas recebe prêmio. Foto: Jeremias Freitas.

A premiação da Rede Brasileira de Trilhas, oficialmente instituída em outubro deste ano, foi comemorada em peso pela equipe da Trilha Transcarioca (RJ), o percurso pioneiro da rede, que aproveitou que a cerimônia foi realizada no Rio de Janeiro para comparecer ao evento. O coordenador de uso público do ICMBio, Pedro da Cunha e Menezes, festejou a conquista do projeto, que em menos de três anos foi de 180 para 1.900 quilômetros de trilhas sinalizadas e espalhou as pegadas amarelas e pretas pelo país. “Ser reconhecido em nível nacional pelo Ministério do Turismo é um passo importantíssimo. Hoje estamos em 100 unidades de conservação, em 17 estados, é um projeto nacional. Não é mais uma trilha, é uma rede”, sentenciou. “Uma trilha dessas gera saúde, gera recreação, gera emprego e renda, e vira uma ferramenta de conservação”, acrescentou.

O ministro do Turismo destacou o papel da concessão de serviços de apoio à visitação nos parques como oportunidade para desenvolver o ecoturismo no país. “O Brasil é o país do mundo com o maior potencial natural para o turismo.  Por isso nós precisamos abrir os parques. E para isso nós precisamos fazer parcerias com a iniciativa privada, que é o que nós estamos fazendo junto com o ICMBio e com o Ministério de Meio Ambiente com as licitações de serviços dentro das unidades de conservação. Os parques são brasileiros, são nossos”, explicou Lummertz.

Lummertz reforçou ainda que já está conversando com o nome indicado por Jair Bolsonaro para assumir a pasta em 2019, o deputado federal Marcelo Álvaro. “Nós conversamos bastante e faremos um seminário interno de trabalho para ele entenda a importância da continuidade dos projetos”, pontuou.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses também esteve em destaque, com a premiação da iniciativa de controle de visitantes através de vouchers digitais que foi desenvolvida pela prefeitura de Barreirinhas em parceria com o Sebrae Maranhão.  A ferramenta que ajuda a garantir o respeito à capacidade de carga de atrativos naturais ficou em 1º lugar na categoria Inovação Tecnológica no Turismo.

Equipe Transcarioca na premiação. Foto Divulgação.

 

Leia Também

Conservação e turismo caminham juntos nas grandes trilhas

Caminhar para conservar (com geração de renda)

Onça viva vale muito mais do que gado morto

 

1 comentário em “Ecoturismo é destaque na 1ª edição do Prêmio Nacional do Turismo”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.