Notícias

“Sob a Pata do Boi” ganha prêmio no Festival Fredd, em Toulouse

Documentário de ((o))eco em parceria com o Imazon ganhou o Prix One Hour, oferecido pelo Ministério da Cultura da França. O filme mostra o impacto da pecuária no desmatamento da floresta

Sabrina Rodrigues ·
9 de abril de 2018 · 3 anos atrás
“Sob a Pata do Boi” venceu o Prix One Hour, oferecido pelo Ministério de Cultura da França, destinado às produções de até 60 minutos de duração, na 8a Edição do Festival Fredd. Foto: Facebook Festival Fredd.

Co-produção do site de jornalismo ambiental ((o))eco e do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), o filme foi o vencedor do prêmio One Hour do Festival FreDD – Film, Recherche, Développment Durable, que aconteceu em Toulouse, na França. A premiação ocorreu na noite de domingo, 08 de abril. Foi a primeira exibição pública do documentário, que esta semana também será exibido em Londres, Utrecht (Holanda) e Paris, para audiências de ambientalistas.

“Ganhar logo na estreia nos faz acreditar ainda mais que esse filme é necessário, precisa ser visto e debatido no Brasil e no Mundo”, afirmou Marcio Isensee e Sá, diretor do filme, que recebeu o prêmio em Toulouse. “O FreDD é importante, faz parte do Green Film Network, uma rede mundial de festivais ambientais de cinema. Ganhar esse prêmio é uma honra”.

O filme é resultado de dois anos de filmagens e reportagens investigativas feitas pela equipe de jornalismo de ((o))eco sobre o impacto ambiental da pecuária na Amazônia. “O documentário conseguiu reunir uma coleção de depoimentos que mostra diferentes aspectos do problemas”, diz Paulo Barreto, pesquisador do Imazon. “Por isso, ele facilita o debate e a busca de soluções”.

Da esquerda para a direita: Antonin Haddad, diretor do Festival, Marcio Isensee e Sá, diretor do filme, Juliana Tinoco, roteirista, Eduardo Pegurier e Paulo Barreto, criadores do argumento. Foto: Divulgação.

No imaginário do resto do Brasil e internacional, a região da Amazônia é vista como um grande emaranhado de áreas florestais e algumas metrópoles. Ledo engano. A pecuária da região já possui 40% do rebanho bovino brasileiro, com 85 milhões de cabeças de gado, o que corresponde a mais de três vezes a população humana da região, de 25 milhões de habitantes. O boi se tornou o maior problema ambiental da Amazônia e essa é a história narrada no documentário.

“‘Sob a Pata do Boi’ é o primeiro documentário de ((o))eco e o seu reconhecimento, desde o início, nos estimula a produzir novos filmes sobre grandes questões ambientais”, diz Eduardo Pegurier, editor do site.

 

Assista o trailer:

 

Leia Também

Estreia na França documentário de ((o))eco sobre desmatamento na Amazônia

Os portões do desmatamento

Onde cabe um boi, ôpa, cabem três ou quatro

 

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
28 de junho de 2016

Onde cabe um boi, ôpa, cabem três ou quatro

Intensificar a pecuária é uma das chaves para se chegar ao desmatamento zero na Amazônia. Projeto piloto no Mato Grosso mostra o caminho

Reportagens
19 de julho de 2017

Os portões do desmatamento

Levantamento mostra que pouco mais de 100 frigoríficos fazem 90% do abate de gado na Amazônia, comprando das áreas onde a floresta diminui

Notícias
6 de abril de 2018

Estreia na França documentário de ((o))eco sobre desmatamento na Amazônia

Em Toulouse, no Festival FreDD, o filme "Sob a pata do boi" mostra o gigantesco impacto da pecuária no desmatamento da floresta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Thaís diz:

    Gostaria de saber onde posso assistir ao documentário.


    1. danyrius19 diz:

      Oi Thaís, o filme será lançado em festivais no Brasil em junho. Nos siga na página http://www.facebook.com/sobapatadoboi, sairá o anúncio lá primeiro. Abraços.