Notícias

Ibama é pressionado a liberar acesso aos dados de autos de infração e pareceres

Em ofício encaminhado ao Ibama, PGR e CGU, o Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental cobra o cumprimento das leis de transparência e acesso aos dados do órgão

Duda Menegassi ·
9 de fevereiro de 2021
O presidente do Ibama, Eduardo Bim, é pressionado a liberar acesso de dados sobre pareceres e autos de infração. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A falta de transparência nos órgãos ambientais durante a gestão do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem sido objeto de repetidas críticas de veículos de imprensa, entidades ambientalistas e da sociedade civil. Nesta semana, o Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) aumentou o coro sobre o tema, ao encaminhar um ofício ao presidente do Ibama, Eduardo Bim, no qual cobra maior transparência nas informações disponíveis no site do órgão ambiental como exige a legislação.

“Não há acesso para o usuário externo em temas que envolvam, por exemplo, autos de infração por desmatamento. São disponibilizados dados genéricos, incompletos e de forma superficial, o que impede o acompanhamento e possíveis contribuições da sociedade civil”, afirma Carlos Bocuhy, presidente do Proam. O documento assinado pela instituição, reforça que a Lei de Acesso às Informações (LAI), com dados públicos de interesse da sociedade, não está sendo cumprida pelo Ibama, tampouco a política do governo de dados abertos, estabelecida por decreto.

Segundo Madeleine Hutyra, assessora jurídica do Proam, “para atender a obrigatoriedade dos princípios da transparência e da publicidade da atividade pública, o sistema de dados do IBAMA (SEI) necessita ser desbloqueado para acesso ao público em geral”. Outra referência legal que garante a transparência é a Lei 10.650/2003, que dispõe sobre a obrigatoriedade do acesso público aos dados e informações ambientais em órgãos e entidades do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama), do qual o Ibama faz parte.

O ofício foi enviado também ao procurador geral da República, Augusto Aras, e ao ministro da Controladoria Geral da União, Wagner de Campos Rosário. O Proam pede providências urgentes para que “seja liberado, de forma irrestrita, o Sistema Eletrônico de Informações do Ibama ao público externo”, com o desbloqueio do acesso.

 

Leia também

Servidores do Ibama só poderão dar entrevistas com autorização prévia

Sob Salles, ministério deixa 8 em 10 jornalistas sem resposta

MMA exclui informações sobre áreas protegidas de novo site

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Notícias
22 de novembro de 2020

MMA exclui informações sobre áreas protegidas de novo site

Somente programas da atual gestão foram listados; pasta fala em “atraso de migração”. Após nota do OC, assessoria disponibilizou link para o site antigo

Reportagens
5 de dezembro de 2019

Sob Salles, ministério deixa 8 em 10 jornalistas sem resposta

Demanda por informação no Meio Ambiente quadruplica, mas 77% dos pedidos são engavetados

Salada Verde
5 de março de 2020

Servidores do Ibama só poderão dar entrevistas com autorização prévia

Portaria assinada pelo presidente do Ibama, Eduardo Bim, restringe acesso de servidores com a imprensa. Toda demanda passará pela Assessoria de Comunicação

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Paulo diz:

    Transparência sempre é bom.