Notícias

Bolsonaro retira prazo para adesão ao Cadastro Ambiental Rural

Após a MP que prorrogava o prazo para a adesão ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) caducar, presidente torna a data inócua

Daniele Bragança ·
16 de junho de 2019 · 2 anos atrás
Bolsonaro retira prazo para a entrada em vigor do CAR. Crédito: A Pública.

O presidente Jair Bolsonaro resolveu o fim do prazo para a adesão ao Programa de Regularização Ambiental (PRA), retirando o prazo para a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR). A inscrição no CAR é pré-requisito para aderir ao PRA, que venceu no dia 31 de dezembro. A medida provisória que prorrogava a inscrição do programa recebeu inúmeras emendas na Câmara e caducou após o Senado se recusar a apreciar a matéria a toque de caixa.

Bolsonaro avisou que editaria uma outra medida provisória com o mesmo conteúdo aprovado na Câmara, mas parece ter desistido após descobrir que a Constituição veda a reedição de medida provisória na mesma legislatura. E que, portanto, a MP provavelmente cairia na Comissão de Constituição e Justiça. Também não foi preciso, o senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS), um dos líderes da bancada ruralista, apresentou também na sexta (14) um projeto de lei com conteúdo semelhante ao que foi aprovado na Câmara.

Com a edição da medida provisória 884/2019, publicada na edição extraordinária do DOU na sexta-feira (14), o presidente mata dois coelhos com apenas uma cajadada: retira o prazo para o CAR e torna inócuo o prazo para o PRA.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 884, DE 14 DE JUNHO DE 2019

Altera a Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, que

dispõe sobre a proteção da vegetação nativa e dá

outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62

da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

Art. 1º A Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012, passa a vigorar com as

seguintes alterações:

“Art. 29. ……………………………………………………………………………………………….

…………………………………………………………………………………………………………………….

                                         § 3º A inscrição no CAR será obrigatória para todas as propriedades e

posses rurais.” (NR)

Art. 2º Esta Medida Provisória entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 14 de junho de 2019; 198º da Independência e 131º da

República.

JAIR MESSIAS BOLSONARO

Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias

Ana Maria Pellini

Com a mudança, os produtores poderão fazer inscrições e atualizações a qualquer momento e não sofrerão punições previstas na lei, como restrição ao crédito rural.

O CAR é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais, que tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito (pantanais e planícies pantaneiras) e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país. Já o Programa de Regularização Ambiental (PRA) é um programa que o produtor rural adere caso tenha desmatado sua reserva legal ou APP e precise recompor essa vegetação.

Partidos contestam MP no STF

Os senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP) Fabiano Contarato (REDE-ES) entraram com um mandado de segurança no STF contra a medida provisória 884/2019. Segundo os senadores, a MP reedita a MP que caducou, o que é vedado pela Constituição.

Já o Partido Socialista Brasileiro (PSB) apresentou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) para contestou a validade da MP. Os dois partidos argumentam que a medida provisória é uma reedição da MP 867/2018.

 

*Editado às 11h29, do dia 25/06/2019. ERRATA: Ao contrário do que escrevemos antes, o PRA significa Programa de Regularização Ambiental e não Programa de Regularização Fundiária, como estava escrito. 

 

Leia Também 

Presidente do Senado anuncia que deixará a MP do Código Florestal caducar

O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)

Relatório de deputado ruralista do Paraná coloca em risco novo Código Florestal

 

 

  • Daniele Bragança

    Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
26 de maio de 2019

Relatório de deputado ruralista do Paraná coloca em risco novo Código Florestal

Parlamentar inclui alterações em Medida Provisória, que tinha como único objetivo estender prazo de adesão ao Programa de Regularização Ambiental

Dicionário Ambiental
30 de setembro de 2013

O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)

O CAR é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades rurais. Saiba como neste guia.

Notícias
29 de maio de 2019

Presidente do Senado anuncia que deixará a MP do Código Florestal caducar

Medida provisória foi aprovada nesta quarta-feira (29) na Câmara. Alcolumbre afirmou que cumprirá acordo entre líderes e não votará a medida provisória

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 3

  1. AvatarAdriano diz:

    Eu tento vender minha chácara e não consigo pq tem que fazer o CAR. Só é um registro mais tem mais 10 proprietários…tem pessoas que já morreram só cartorio exige a assinatura desses caras pra fazer o CAR. Estou em um beco sem saída.


  2. AvatarPaulo diz:

    Bom dia.
    Conheço municípios no sul do Brasil, que efetuaram o CAR gratuitamente aos produtores reais.


  3. AvatarLUIZ diz:

    NESTE BATE VOLTA DAS REGULARIZAÇÕES AMBIENTAIS, É UMA VERDADEIRA CACHORRADA, O PRODUTOR RURAL NÃO SABE OQUE MAIS FAZER, CADA DIA É UMA COISA DIFERENTE. O GOVERNO QUER O LEVANTAMENTO DAS PROPRIEDADES E NÃO FACILITA NADA PARA O PRODUTOR RURAL, QUER QUE OS PRODUTORES FORNECEM OS DADOS LEVANTADOS DE GRAÇA PARA O GOVERNO E RESPONSABILIZANDO PELAS INFORMAÇÕES FORNECIDAS PARA O GOVERNO E CORRENDO O RISCO DE SEREM MULTADOS TAMBÉM.