Notícias

As capitais brasileiras que mais cresceram no último século

Crescimento urbano acelerado é uma das questões que mais preocupa ambientalistas em todo o mundo. Confira a evolução de população no Brasil

Redação ((o))eco ·
30 de maio de 2013 · 8 anos atrás

Em 2007, pela primeira vez na história, o número de moradores de áreas urbanas do planeta superou o das áreas rurais. O crescimento acelerado das cidades é uma questão que tem preocupado ambientalistas de todo planeta, conforme detalhado na análise “o crescimento urbano é o problema do século”, publicado nesta semana por Cristiane Prizibisczki. A previsão, conforme aponta o texto, é de que o maior crescimento aconteça em países em desenvolvimento, em especial em países latino-americanos, onde, em 2050, estima-se que 91,4% da população viva em cidades.

No Brasil, tal crescimento é uma tendência acelerada e tem se revelado em um desafio crescente para os gestores públicos preocupados com equilíbrio ambiental. Como administrar o aumento populacional e o crescente uso de recursos naturais? Como garantir a manutenção de áreas verdes frente à demanda por espaço? Como gerir os resíduos dessa massa crescente de gente vivendo no mesmo espaço? E o saneamento básico? E o lixo? No infográfico abaixo, baseado em dados do IBGE, é possível visualisar como se deu a evolução das capitais brasileiras no último século e ter uma ideia do quê se projeta para os próximos anos.

 

E, quando se trata de evolução populacional, é importante ter em mente também a distribuição espacial de tanta gente. No infográfico abaixo é possível observar as capitais que mais concentram pessoas. Enquanto na Região Norte sobre espaço, em capitais do Sudeste e Nordeste vive-se cada vez mais apertado.

 

 

Fonte das informações desta reportagem
As informações sobre evolução populacional das capitais brasileiras são da série de especial de estatísticas do IBGE, que, por sua vez, se baseia nos levantamentos “Recenseamento do Brazil 1872-1920. Rio de Janeiro: Directoria Geral de Estatística, 1872-1930”; e “IBGE, Censo Demográfico 1940/2010”.  Mais informações sobre os municípios brasileiros podem ser encontradas na páginas especial do IBGE sobre cidades.

Leia também:
O crescimento urbano é o problema do século
As capitais brasileiras vistas do espaço
Urbanização ameaça áreas de Mata Atlântica do Rio de Janeiro
Crescimento desordenado e desmatamento esquentam Manaus

 

Leia também

Análises
17 de setembro de 2021

O Brasil no coração da conservação mundial da natureza

O Congresso da IUCN anunciou a agenda de conservação da natureza para a próxima década, invocando os governos a empreender uma recuperação baseada na natureza no pós-pandemia

Notícias
17 de setembro de 2021

Ministério cria programa para fazer o que a Agência Nacional de Águas já faz

Lançado nesta sexta (17), o Rio+Limpos tem como objetivo disponibilizar dados sobre qualidade das águas e fomentar ações de melhoria e saneamento, competências historicamente feitas pela ANA

Notícias
17 de setembro de 2021

Tocantins vende terras públicas invadidas a R$ 3,50 o hectare

Valor é o mais baixo entre os estados da Amazônia, revela estudo do Imazon. Além do preço irrisório, Tocantins tem pior colocação no ranking de transparência

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta