O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)

O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)

((o))eco
segunda-feira, 30 setembro 2013 21:09

Com o objetivo de auxiliar a Administração Pública no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais, a lei 12.651/2012 no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente – SINIMA, criou o Cadastro Ambiental Rural ou CAR. Trata-se de um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais, que tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito (pantanais e planícies pantaneiras) e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.

O CAR é uma base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais. Embora caiba a cada Estado, através de seus órgãos ambientais, estabelecer o CAR, o Decreto nº 7.830/2012 criou o Sistema de Cadastro Ambiental Rural – SICAR, que integrará o CAR de todas as Unidades da Federação, além de regulamentar o CAR.

Desta forma, os órgãos ambientais estaduais deverão disponibilizar na Internet o programa para inscrição no CAR, que também servirá à consulta e acompanhamento da situação de regularização ambiental dos imóveis rurais pelos próprios proprietários. Nos estados que ainda não possuem este sistema, e apenas para estes casos, o proprietários rurais deverão se utilizar do Módulo de Cadastro Ambiental Rural, disponibilizado pelo MMA/IBAMA na página www.car.gov.br.

Na inscrição do imóvel no CAR será exigido do proprietário ou possuidor: (1) a sua identificação; (2) a comprovação da propriedade ou da posse e (3) a identificação do imóvel por meio de planta e memorial descritivo contendo a indicação das coordenadas geográficas, e informar, se houver, a localização de áreas protegidas (remanescentes de vegetação nativa, Áreas de Preservação Permanente, Áreas de Uso Restrito, áreas consolidadas e Reserva Legal).

 

 

Leia Também
O que é o Zoneamento Ecológico-Econômico
O que são Terras Devolutas
O que é Reserva Legal
O que é uma Área de Preservação Permanente

 

 

 

34 comentários em “O que é o Cadastro Ambiental Rural (CAR)”

  1. No papel fiou bonitinho, mas quem é pequeno agricultor e principalmente quem tem sua propriedade localizada em regiões montanhosas, com pequenos córregos e nascentes por toda a propriedade, perdeu a terra. Esta foi uma forma de se desapropriar o imóvel sem indenizar os proprietários rurais e depois reclamam de inflação nos alimentos. Alguém terá de pagar a conta, imediatamente será o produtor e a posterior será o consumidor, isso aumentará a falência da agricultura familiar e a fome, mas com certeza irá preservar o meio ambiente, esta foi a escolha feita, agora, como a lei rege, cumpra-se.

  2. Eu tenho que fazer este CAR mesmo com a minha propriedade sem nenhuma plantação ou seja ela nunca foi plantado nada, mesmo assim tenho que fazer?

  3. Não seria a forma de melhor proveito para a propriedade. O mais correto e contratar empresa especializada em Assessoria e Consultoria ambiental.
    Ela estará fazendo um levantamento completo da propriedade: tipologia, fauna, flora, bioma… além do ambiente externo (região em que se encontra); e aí sim, através dela, será possível estabelecer qual o percentual de reserva legal, onde será e como será?
    Desta forma, você poderá otimizar sua propriedade, além de deixá-la totalmente legalizada junto à Federação; deixando-o livre de qualquer evento futuro que possa limitar o uso da mesma;

    • Boa tarde eu sou profissional habilitado para excer qual quer servico de topografia estou informando para todos proprietario rurais sobre o cadastro ambiental rural , estou esperando todo com a comprenssao de todo de mim contratar 88 999718832

  4. O CAR é de uma forma figurada "Declaração de Imposto de Renda" do agricultor. É usado para receber informação da propriedade dada pelo proprietário.
    Porém, está totalmente vulnerável a fiscalização, o que gera complicações, caso o proprietário não tenha fornecido informação corretas;
    Há alguns anos que o país tem enrijecendo no quesito fiscalização na área do campo; isto tanto nas questões de reservas, método de uso, quanto até mesmo nos empréstimos aos agricultores; tudo relacionado a Sustentabilidade e Impactos Ambientais;
    Hoje, se o pequeno, médio ou grande produtor não possuir um registro totalmente legalizado de suas terras (área total, área própria para desmate, área de reserva legal, mananciais, impacto ambiental e até mesmo regiões de reflorestamentos "quando necessário"), estão sujeitos a multas, restrições de uso e claro impossibilidade de empréstimos para investimentos nas áreas em questão;
    É isso que posso tentar esclarecer.
    Espero ter ajudado.

  5. Decidi apoiar o CAR criando um aplicativo para Android que permite que o cadastro das camadas seja feito através do GPS do celular Android. O nome do programa é FuraCAR. Há camadas que podem ser mais precisamente demarcadas através desse programa. Há aqueles que podem enfrentar problemas na demarcação via software GIS caso a imagen tenha nuvens ou seja de má qualidade. O FuraCAR vem para auxiliar nesse sentido. É possível exportar as camadas para arquivos KML e Shapefile e integrar com os sistemas estaduais. Considero o cadastro um mecanismo muito importante para a agricultura do país, pois considero que é preservando o meio ambiente que poderemos produzir mais e melhor.

  6. O que está em questão , é simplesmente uma questão de ética, moral, e escolha, ou se respeita a Lei Ambiental, e se preserva o pouco que restou de flora nativa, fauna nativas, espécies que evoluiram durante milhões de anos para chegar até esse milênio e por incrível que o pareça Não precisam de soja ou pasto pra sobreviver? comem outras coisas, ou o futuro, vai se resumir, em "seres humanos" alienados de conhecimento dos demais seres vivos do Planeta, onde só existirá no caso do Brasil( soja, cana, eucalipto, pasto, e concreto) , para os animais nativos não resta alternativa, a não ser sobrevevir mal e porcamente isolados e ilhados em pequenas áreas em Parques e reservas minúsculas, no meio de um "mar" de devastação, para em "tese" produzir alimentos, sim, precisamos comer, construir, fabricar, mas tudo vem da natureza, não se planta ou fabrica Soja ou Alcool sintético, como se planta Bananas em meio à mata, ou como o Cacau, ou até mesmo o café e eucalipto ecológico, precisa-se de extensas áreas para os tratores trabalharem com o plantio e colheita, não se deixa capões de mato nessas áreas para não atrapalhar os tratores, tbém é assim com a cana(do alcool e acúcar), com o milho,o trigo, e diversas outras culturas mesmo verduras e frutas mesmo o gado hoje em dia preferem devastar tudo e "limpar os pastos" pois fica mais fácil para controle de pragas,insetos, ataques de onçasque na (verdade atacam pois não tem mais oque comer ), pelo menos em tese, pois em contra-partida ,hoje em dia multiplicam-se as doenças como dengue nas poças dágua que as fazendas fornecem para o gado beber água cor de barro, chicumbuya, zica, e aumento significativo de carrapatos e moscas de chifre , bernes, e outras doenças relacionadas à falta de sombreamento excesso de humidade, etc, fruto de regiões modificadas no seu micro-clima, voce tem pastos altamente degradados depois de um tempo, erosão do solo, assoreamento de rios,nascentes e córregos perda em geral da qualidade da água, que é facilmete contaminada por agrotóxicos, dejetos urbanos e animais e assoreamento por erosão, em resumo, desertifiação em andamento,alterações expressivas em matéria de clima , regime de chuvas , ventos como nunca se viu antes no País, tipo tornados, isso é normal ??? é claro que não , é o preço da "agroindustria que não cumpre a Lei Ambiental, que não é apenas uma Lei para multar e arrecadar dinheiro,é uma Lei para tentar garantir a qualidade minima de sobrevivencia de espécies diversas e do próprio ser humano que padece em cidades mal planejadas, sem água, e violentas e que não se resumem em commodities e produção de grãos e carne para exportação, são outros seres que aqui já habitavam e estavam em perfeito equilíbrio qdo da chegada do homem "civilizado" em suas terras das quais foram expulsos sem direito a nenhuma indenização, e ficaram sem "casa" , sem alimentos, sem espaço, sem rumo, e deixaram pra trás uma imensa região devastada pra produzir para gente que nunca viu um pé de aroeira, ipê , angico sequer na sua vida, lá no Japão, Europa, China, Rússia, ou mesmo no Brasil, pois hoje os que nascem seja onde for, só vão ver esses vegetais e animais em livros de animais e plantas em extinção, ou em vias de extinção ou quem sabe em notas de dinheiro, o mesmo dinheiro que instiga essa cobiça e devastação toda, produção de alimentos ? em parte sim, mas pra quem, pra Chines, árabe, ingles, aqui só consome 1/4 ou menos dessa soja toda, e desse gado todo, que com outras técnicas tbém se produz sem tanto contrariar a única detentora de todas as riquesas a mãe-natureza, saibam fazer uso, doque levou bilênios para ser construído e não é um ruralista que só se preocupa com seu umbigo que vai definir oque é melhor ou pior, respeitem no mínimo a Lei, e se essa não for suficiente, façam mais e melhor , mas sem tirar mais dequem não tem voz pra se defender de tanto abuso.

  7. Suas palavras são de uma pessoa observadora e conhecedora dos malefícios que a ganância humana já causou ao nosso meio ambiente. Tens razão e completo com uma questão para ser refletida por todos: Quem disse ou escreveu que a espécie humana deveria sobreviver e sacrificar as demais? Esse seria o nosso maior erro,pois um simples Beija -flor,se alimenta com milhares de mosquitos e cupins,o equilibrio ambiental de forma natural nos oferecerá ótima qualidade de vida;uma simples árvore poderá refrescar uma porção do solo,mas não conseguirá manter viva uma nascente.Os pássaros precisam das árvores que lhes ofereçam abrigos e alimentos,e nós precisamos deles em liberdade,primeiro porque eles tem direito á vida,segundo porque comem as pragas das plantações e nos livram até dos agrotóxicos.Passarinhos que atacam os quintais são aqueles que ficaram sem alimentos quando o ser humano resolve limpar tudo o que é mato e capim. Aqui no nosso sítio em Cocal do Sul SC, estou plantando muitas árvores das mudas que recolhi semeadas pelos próprios pássaros,primeiro quero garantir os alimentos deles,depois vou fazer meu quintal. Bem por falar em CAR,irei pela secretaria do meio ambiente da prefeitura local,vou averiguar se consigo um engenheiro agrônomo para mapear matas,terrenos,pastos e nascentes. Há dez anos nossa terra descansa sem plantios. Depois quem sabe eu possa registrá-la como reserva particular permanente,se conseguir irei plantar tudo o que possa alimentar os pássaros,depois vou vender créditos de carbono; pode ser que seja uma utopia,mas do jeito que a destruição do verde avança…..!!!!

    • Olá Iêda. Vi que você falou em créditos de carbono. Tenho uma fazenda onde 90% é mata atlântica nativa. Não quero vender pois sei que quem vier a comprar vai acabar com a floresta, porém preciso de dinheiro para viver. Não consegui informações concretas de como vender créditos de carbono. Você teria alguma dica? Obrigado

  8. olá bom dia!

    Meu nome é Ilson, eu tenho uma propriedade rural, a pergunta é: se eu eu não tiver regularizado com esse documento o CAR, qual o problema que caberá sobre mim?

  9. Boa Noite por favor preciso de uma ajuda rápida eu preciso baixar o programa do CAR , na verdade eu ate já tava quase acabando e o meu not deu problema e não consegui terminar e ainda perdi tudo , agora estou tentando baixar o programa e não consigo fazer o downloud da erro e fica fica ai da erro você pode me ajudar?? no meu caso a minha terra e de 526,00 hec porém não tenho nada pois ainda não moro la vou criar gado mas ainda tamo trabalhando a terra acha que posso ter problemas desde ja fico grata Sueli me mande a resposta no meu email real_sueli@hotmail.com se possivel

    • Sueli, o caminho mais correto, para você que tem uma grande área, de 526 hectares, é contratar um profissional para
      fazer seu cadastro, pois ele tem mais condições de localizar todas as nascentes e cursos dágua, necessários ao
      cadastramento. Aqui na nossa região temos muitos agrimensores e agrônomos fazendo esse serviço, que na verdade
      já teve o prazo prorrogado pela segunda vez.

  10. Pingback: Amazonia Real
  11. Boa tarde obrigado pelo complemento de todos, isso é muito bom ouvi a opiniaõ de cada um, sou apenas uma pesquisadora mais quero deixa aqui meus poucos conhecimentos, se tratando do registro eletrónico de imoveis( urbano ou rural ) se não quizermos ter incomodo futuro independente de qualquer coisa. Sendo assim fui indicada pela( Secretaria Ministério da Fazenda ) ali aonde ja devi esta cadastrado nosso imovel ( CAFIR ) + o ( ICRA ) incra em seguida fui a procura de um profissional na area de regularização de imovel rural ou urbano registro eletrónico.

  12. Bom dia. Baixei o programa, e na hora de cadastrar pedem pra baixar o mapa do município. Porem todos os municípios que coloco fala que não foi possível baixar (verificar sinal de internet). Eles ate dao a opção de inserir o tal mapa via arquivo interno, mas minha duvida é sobre que tipo de arquivo/imagem do municipio é esse? Onde consigo essa imagem na internet pra baixar e anexar inserir pra eles?

  13. Boa tarde! Fiz o CAR de duas propriedades pequenas mais que são separadas, paguei 200 reais pelas 2. Agora a mesma pessoa que fez o CAR quer fazer o incra e cobra mais 200 reais. Como fica esse incra sem meus pais assinarem em cartório já que é uma terra de herança? Qual a veracidade desse incra sem ter os extremantes? Já que o profissional sou juntou as áreas dos dois CAR. Por favor tirem minhas dúvidas desde já agradeço.

  14. Fiz o meu 'CAR'.Baixe o município,preencha as informações pessoais,depois entre no google earth pro,demarque a sua área em hactares,salve a sua área,o arquivo vai estar em formato Kmz,converta o arquivo Kmz para formato Kml,através do programa de compactação 7zip no site http://www.7-zip.org/,depois entre no módulo CAR ,importe a área já nesse formato Klm já salva anteriormente,onde gravará com sucesso no mapa do municipio correspondente,depois é so enviar.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.