Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Vídeo: Por que a proibição de pesca é importante para a conservação do mero? por Jonas Leite

Daniele Bragança (Texto), Márcio Lázaro (Vídeo e Edição)
domingo, 8 abril 2018 21:52

Protegido desde setembro de 2002, o grande e inofensivo mero (Epinephelus itajara) foi o primeiro peixe a ser protegido por norma que proíbe sua captura. A moratória já dura 15 anos e foi prorrogada até 2023.

Pertencente à uma espécie que é do mesmo grupo dos badejos e garoupas, o chamado rei das pedras é alvo da pesca porque atinge um tamanho muito maior que dos seus “primos”. Enquanto seus parentes chegam a 50 ou 60 quilos, o mero pode atingir 400 quilos. E justamente por isso, pescadores são tentados a tirá-lo da água. Pescá-lo rende mais que uma garoupa ou um badejo, mas isso colocou o animal na categoria dos criticamente ameaçados de extinção.

Neste vídeo, o biólogo e presidente do Instituto Meros do Brasil, Jonas Leite, explica como a moratória da pesca é um instrumento importante para a manutenção da espécie.

Doutor em Oceanografia Ambiental, pela UFES, mestre em Zoologia pela UFPR, e graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Úrsula (2006), Leite atualmente ocupa o cargo de presidente do Instituto Meros do Brasil e Coordenador de Gestão Ambiental e Articulação Institucional, no Projeto Meros do Brasil, patrocinado pela Petrobras.

Assista:

 

 

Leia Também

Vídeo: O que são Florestas Vazias e por que isto é um problema ambiental? por Fernando Fernandez

‘Não fui eu’, diz Henri Castelli sobre mero abatido

Meros serão protegidos até 2023

 

 

1 comentário em “Vídeo: Por que a proibição de pesca é importante para a conservação do mero? por Jonas Leite”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.