Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

No Twitter, Salles alfineta DiCaprio e pede dinheiro para programa que ainda não criou

Salada Verde
quinta-feira, 10 setembro 2020 16:41

No conforto do ar condicionado do gabinete em Brasília, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, resolveu que já estava na hora de disputar narrativas sobre as queimadas na Amazônia. Chateado com o apoio do ator Leonardo DiCaprio na campanha “De que lado você está: Amazônia ou Bolsonaro?”, feita pela articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), o ministro foi tirar satisfação com o ator, afirmando, via twitter, que o governo brasileiro – o mesmo que não executa o orçamento disponível para a fiscalização ambiental do Ibama – “está lançando” um projeto de preservação onde empresas e pessoas físicas poderão adotar um dos parques da Amazônia e patrociná-lo. No final da mensagem, o ministro questiona se o ator irá financiar algum dos parques.

O Adote um Parque tem sido espalhado como alternativa para investimento de recursos privados nas unidades de conservação federais, após a administração do Salles paralisar o Fundo Amazônia, de 1 bilhão, financiado com dinheiro da Noruega e Alemanha. O programa, anunciado no dia 01 de julho, até hoje não foi instituído, prática comum da gestão Salles.

Em janeiro, o ministro foi a Manaus e anunciou a criação de uma Secretaria da Amazônia, que teria sede na capital do Amazonas e contaria inicialmente com 30 técnicos. O governo do Amazonas cederia um espaço no prédio da Sema (Secretaria de Meio Ambiente do Amazonas). Aparentemente, o ministro esqueceu da promessa assim que desembarcou em Congonhas. *Wanessa Alves, da Agência Regra dos Terços, especial para ((o))eco.

 

Leia Também 

Campanha da Apib ganha apoio de Leonardo DiCaprio

 

1 comentário em “No Twitter, Salles alfineta DiCaprio e pede dinheiro para programa que ainda não criou”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.