Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Bolsonaro defende a fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente

Daniele Bragança
quinta-feira, 15 março 2018 1:05
Deputado Jair Bolsonaro (PSL/RJ) no plenário da Câmara. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados.

O pré-candidato à presidência da República pelo PSL, deputado Jair Bolsonaro, defendeu, nesta quarta-feira (14), a fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente para colocar “um fim na indústria das multas, bem como levar harmonia ao campo”.

O deputado afirmou, em vídeo publicado no seu canal no YouTube, que as indicações para o Ministério da Agricultura, que herdaria as funções do Ministério do Meio Ambiente, seriam feitas pelas entidades dos produtores.

“O futuro do Ministério da Agricultura, que é importantíssimo, a Agricultura tá levando o Brasil nas costas. E olha os problemas que esse pessoal do campo está tendo, além do MST, além do problema do fundo rural, o problema da Lei Kandin. As multagens (sic), é um absurdo o que estão fazendo, as multagens (sic) que estão fazendo junto aos produtores, em especial os do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, também no Pará estão fazendo a mesma coisa, no Brasil todo, mas nesses estados com muito mais força. Querem matar o homem do campo. Nós inclusive pensamos em fundir o Ministério da Agricultura com o Meio Ambiente. Aí vai acabar a brincadeira, vai acabar a brincadeira dessa briga entre ministérios. E quem vai indicar vão ser os homens do campo, são as entidades que vão indicar”, afirma Bolsonaro.

Assista:

 

Leia Também 

Denúncia contra Bolsonaro por crime ambiental é rejeitada pelo STF

Bolsonaro entra na Justiça para pescar em reserva ecológica

Alto impacto ambiental, baixo retorno financeiro: o problema da agricultura na Amazônia

 

18 comentários em “Bolsonaro defende a fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente”

  1. Ok, ser inteligente é continuar pagando a conta por 39 ministérios, em sua maioria indicações políticas em troca de favores, me faça um favor, Paulo pegue um banquinho e vá sentar lá.

    Responder
  2. Meio ambiente como inimigo do agronegócio … A mesma balela de sempre! Mas a cereja do bolo falar que quem vai indicar a cúpula da pasta são os homens do campo … Fala serio, amigo!

    Responder
  3. Ele está subestimando a inteligência do cidadão de bem, sempre pensei que a estupidez humana tivesse limites, mas pelo ocorrido infelizmente não tem!!! A máscara está caindo…. devagar a camuflagem vai perdendo força e a pessoa mostra quem realmente ela é!!! O cosmético escorreu…. para o bem da humanidade!!!

    Responder
  4. Excelente! depois de 15 anos de desmonte da politica ambiental no pais, pode ser que agora o ministério do meio ambiente deixe de ser aparelho de militantes e passe a ser levado mais tecnicamente.
    Afinal, com o desmonte do IBama, a farra das hidreletricas para dar dinheiro de campanha para o PT, PMDB e aliados, com a deformação do Código Ambietal sob a relatoria de Aldo Rabelo do PCdoB para literalmente comprar a bancada ruralista, tendo como plus a nomeação da miss motoserra como ministra da agricultura, a agropecuária brasileira possa ser mais orientada.
    Um outro ponto a ressaltar é que parques poderão ter uma gestão mais estratégica e orientada para o uso público com bases mais sólidas.
    Academia, ONGs e ambientalistas que se fizeram docemente constrangidosm nos ultimos13 anos, devem ser mais podnerados em suas criticas e análises, antes de agirem por reflexo condicionado.

    Responder
  5. Bom dia Flavio, Fabio e demais.
    Hoje sabemos que na ultima decada, o governo arrecadou 400 bilhões de reais. Não utilizou nem 10 por cento deste dinheiro, realmente em prol do meio ambiente ,ou como queiram ambiente natural. Isto, chama-se roubo. Estes politicos partidários e seus seguidores,independente de sigla partidária, nunca esforçaram para mudar esta situação.
    A grande maioria, não se esforça (cidadãos) para mudar esta situação. Aplicar de fato o dinheiro, onde ele deve ser aplicado.
    Lembro, daquela paródia, do marido que flagra uma traição em seu sofá. E para resolver,o porque desta situação, o marido queima o sofá.
    Esta é a visão da maioria. Não cobram do ministério ação, resultados. Dizem que a solução é extinguir o mesmo. E o mundo que não é Humano que se fod……..

    Responder
  6. Parece clichê, coisa romântica, mas temos que pensar:
    "Somente após a última árvore ser cortada.
    Somente após o último rio ser envenenado.
    Somente após o último peixe ser pescado.
    Somente então o homem descobrirá que dinheiro não pode ser comido!!"

    Bolsonaro, caso eleito, declara fim da Amazônia e seus serviços ambientais. Multagem é para contraventor, a agricultura séria, sustentável, legal não leva multa.
    Rico contraventor não pode se punido, mas pobre contraventor é bandido, e bandido bom é bandido morto né seu Bolsonaro?

    Responder
  7. Muito boa notícia.
    Nenhum ministério voltará a ser cabide de emprego para esquerdistas.
    Vamos fechar a torneira de dinheiro público.
    Quanto menos ministérios, melhor.

    Responder
  8. O povo é muito besta, de achar que ele não está fazendo pacto com plíticos. No Congresso Nacional a maioria é o quê? São fazendeiros. O projeto mais "legal" que ele quer implantar é institucioinalizar, ainda mais, o trabalho escravo. Os caras já não vão presos e agora quer tirar a única punição que seria e expropriação das terras onde se comete esse tipo de crime. Fora que vão destruir a pobre floresta amazônica, ainda mais rápido.

    Responder
  9. Carol, se você não fosse mais uma vitima da falácia do espantalho, saberia que um dos modelos de agronegocio mais avançados tecnologicamente do mundo é o Brasil. Isso é que garante a relevancia no mercado de commodities.
    O real problema que deveria estar tão atenta quanto o Bolsonaro, é o imperialismo chines no Brasil e America Latina, A mesma China que apoiou a candidatura ddo Ciro Gomes e que fez acordos com o MDB de Temer e Jucá.
    http://amazonia.inesc.org.br/materias/grandes-pro
    http://amazonia.inesc.org.br/materias/um-pais-sob
    http://reporterbrasil.org.br/2016/02/quem-sao-os-
    http://envolverde.cartacapital.com.br/instituto-a
    http://www.ibri-rbpi.org/?p=12258

    Responder
  10. Galera que está assustadissima com o trapezista, maquinista, oculista… Basicamwente a histeria decorre da vulnerabilidade de cada um à falácia do espantalho em relação ao Bolsonaro e um profundo desconhecimento da realidade ambiental e do agronegocio brasileiro. Devemos considerar que o Brasil detém um dos modelos de agronegocio mais avançados tecnologicamente do mundo é o Brasil que garante a relevancia internacional no mercado de commodities, sujeito este a diversas sanções ecologicas e sanitárias.
    O real problema que devemos estar atentos e motivo de preocupação de Bolsonaro mas de entusiasmo da esquerda, é o imperialismo chines no Brasil e America Latina, A mesma China que apoiou a candidatura ddo Ciro Gomes e que fez acordos com o MDB de Temer e Jucá.
    http://amazonia.inesc.org.br/materias/grandes-pro
    http://amazonia.inesc.org.br/materias/um-pais-sob
    http://reporterbrasil.org.br/2016/02/quem-sao-os-
    http://envolverde.cartacapital.com.br/instituto-a
    http://www.ibri-rbpi.org/?p=12258

    Responder
  11. Acredito que não se deve se fundir os ministérios do Meio ambiente e Agricultura e o motivo é simples: Não existirá Agricultura se não
    existir Meio Ambiente. Este portanto é mais importante e merece um ministério só para ele

    Responder
  12. O mais interessante é que os esquerdistas falam que irão acabar com os necessários cuidados com o meio ambiente e, Bolsonaro nunca falou isso! Ele fala em melhor utilizar os recursos desta pasta, ou seja: Fazer com esses recursos sejam utilizados neste campo específico, e não nos bolsos dos ladroes!
    Na ultima década, o governo arrecadou 400 bilhões de reais. Não utilizou nem 10% disso em prol do meio ambiente! Ora! Faça-me o favor!

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.