Download PDF

O Painel Intergovernamental de Mudanças do Clima (IPCC) foi criado em 1988, através de uma iniciativa da Organização Meteorológica Mundial (WMO) e do Programa Ambiental das Nações Unidas (UNEP). No mesmo ano, essas organizações tiveram a ideia de propor uma divulgação mundial sobre as descobertas científicas relacionadas às mudanças climáticas e seus possíveis impactos sócio-econômicos e ambientais. Assim, surgiram os primeiros relatórios do IPCC.

Formado por cientistas do mundo inteiro, que trabalham de forma voluntária, o IPCC não realiza pesquisas ou monitora dados climáticos. O grupo tem como objetivo revisar as publicações mais recentes na área científica, técnica e sócio-econômica para produzir um documento que seja de fácil entendimento, para o público e para os tomadores de decisão, sobre as mudanças do clima.

Como o relatório é amplo e aborda várias áreas do conhecimento, os pesquisadores são divididos em três grupos de trabalho: o grupo de trabalho 1 (WG1), que avalia os aspectos da ciência física do sistema climático e das mudanças do clima; o grupo de trabalho 2 (WG2), o qual analisa a vulnerabilidade sócio-econômica e dos sistemas naturais às mudanças do clima, bem como os aspectos negativos e positivos consequentes dessas transformações. Também avalia opções de adaptação às mudanças e o grupo de trabalho 3 (WG3), que avalia opções de mitigação às mudanças do clima através da limitação ou prevenção de emissões de gases de efeito estufa e/ou através da promoção de atividades que removam esses gases da atmosfera.

Para garantir uma boa elaboração dos relatórios, existe um passo-a-passo previsto pelo IPCC, que consiste em (veja detalhes no diagrama):

  • eleger os autores coordenadores e os autores dos capítulos do relatório, assim como os revisores, através de indicação de nomes de experts em cada área. Essas indicações são dadas pelo secretariado do IPCC, pelos governos e pelas organizações participantes do painel;
  • preparar o primeiro rascunho do relatório, através da coleta e seleção das publicações mais recentes sobre mudanças do clima;
  • fazer a revisão deste texto em duas etapas: a primeira com experts de cada área específica dos capítulos e a segunda com representantes de governos e experts;
  • preparar o rascunho final do relatório;
  • promover a aceitação do texto final através de uma sessão de avaliação, onde todos os membros do grupo de trabalho devem estar presentes

Diagrama: Processo de elaboração do relatório

Fonte:

Fonte:

 

 

Leia Também
Líderes têm que cooperar para um novo acordo climático
Divulgação do Relatório do IPCC: semana decisiva para o clima
A hora da virada