Salada Verde

Ministério Público afirma que 50% das barragens de mineração correm risco no Brasil

Estudo feito pelo órgão alerta para riscos de acontecer danos iguais ou superiores aos de Mariana

Sabrina Rodrigues ·
7 de novembro de 2016 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Estudo revela que 50% das barragens do Brasil correm o risco de causar danos semelhantes ou até maior que o de Mariana. Foto: Senado Federal/Flickr
Estudo revela que 50% das barragens do Brasil correm o risco de causar danos semelhantes ou até maior que o de Mariana. Foto: Senado Federal/Flickr

Um ano após a tragédia de Mariana, um estudo realizado pelo Ministério Público Federal (MPF) revela um dado estarrecedor: 50% das barragens do Brasil correm o risco de causar danos semelhantes ou até maiores. que o de Mariana. A apuração foi realizada em 397 barragens e contou com a participação de 50 procuradores em 44 unidades. O levantamento foi baseado nas informações do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). O MPF analisou barragens em 16 estados do país e descobriu também que 60% das barragens que apresentam perigo elevado se encontram em Minas Gerais. Com a investigação, percebeu-se problemas sérios como falhas na fiscalização por conta de uma legislação obsoleta e falta de estrutura. “Estruturalmente, nada foi feito para que essa situação mudasse, ou seja, é possível, sim, que haja novas tragédias”, afirmou o ministro do Meio do Meio Ambiente, José Sarney Filho.

Fonte original: Estadão

  • Sabrina Rodrigues

    Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Reportagens
16 de maio de 2021

Proposta muda desenho de UCs no rio Negro, com nova reserva e redelimitação

O projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa cria uma Reserva do Desenvolvimento Sustentável no Baixo Rio Negro, no Amazonas, e redelimita parque estadual e APA

Reportagens
16 de maio de 2021

Projetos de estradas na Amazônia podem desmatar 2,4 milhões de hectares nos próximos 20 anos

12 mil km de estradas previstas em 75 projetos para os cinco países da Bacia Amazônica podem causar o desmatamento de 2,4 milhões de hectares. 17% dessas obras violam a legislação ambiental e o direito de povos indígenas

Reportagens
16 de maio de 2021

Maior banco suíço volta ao Brasil e coloca em risco compromisso ambiental

O maior banco suíço, o UBS, quer fazer negócios com empresas de carne, soja e agrotóxicos no Brasil, mas sem abrir mão da responsabilidade ambiental. A realidade, no entanto, mostra que não é tão fácil separar o agronegócio sustentável daquele associado ao desmatamento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta