Salada Verde

Marcada audiência pública para discutir a criação de novo parque em Goiás

Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) marcou para o dia 08 de setembro a audiência para discutir a criação de um parque para proteger as Cataratas dos Couros

Daniele Bragança ·
27 de agosto de 2020
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Cataratas dos Couros. Foto: Emilia Abreu/Wikipédia.

Um parque para proteger as Cataratas dos Couros, no município de alto Paraíso de Goiás. Esse é o assunto da audiência pública convocada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). A nova Unidade de Conservação possui um desenho inicial de aproximadamente 5.682,44 hectares e está localizada na região da Chapada dos Veadeiros. O local é considerado uma das áreas prioritárias para a conservação do bioma Cerrado. 

Devido ao novo coronavírus, a audiência será online e está prevista para começar às 14h do dia 08/09, terça-feira. A reunião ocorrerá via plataforma digital (Webinar – https://bit.ly/webinarSEMAD).  Clique aqui para ter acesso ao estudo técnico de criação do parque. (Daniele Bragança).

 

Leia Também 

Chapada dos Veadeiros: a quem pertence essa pérola da biodiversidade?

 

  • Daniele Bragança

    Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Colunas
25 de abril de 2017

Chapada dos Veadeiros: a quem pertence essa pérola da biodiversidade?

Essa joia está ironicamente localizada em um estado que não a aprecia, não a compreende e, até mesmo, não a merece

Notícias
5 de maio de 2021

Parque no Rio é batizado em homenagem ao ambientalista Alfredo Sirkis

O ambientalista, que faleceu em julho de 2020, foi um dos responsáveis pela criação do Parque Natural do Penhasco Dois Irmãos, que agora passa a ter seu nome

Salada Verde
5 de maio de 2021

Justiça determina restituição de parte da madeira apreendida pela PF na Amazônia

Decisão da juíza Mara Elisa Andrade, da 7ª Vara Federal Ambiental, emitida nesta terça-feira (4) determina que parte da madeira e maquinários apreendidos pela Operação Handroanthus precisam ser devolvidos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta