Salada Verde

Expedição encontra plásticos no ponto mais profundo do Pacífico

Ao bater o recorde por alcançar o ponto mais extremo do oceano, o explorador Victor Vescovo avista sacolas plásticas e embalagens na Fossa das Marianas

Sabrina Rodrigues ·
15 de maio de 2019 · 2 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O submarino particular de Victor Vescovo na Fossa das Marianas, no Oceano Pacífico. Foto: Five Deep Expedition/Twitter.

Conduzido pelo desejo de visitar os cantos mais profundos dos cinco oceanos, o investidor de capital privado e oficial aposentado da Marinha dos Estados Unidos, Victor Vescovo, alcançou o ponto mais extremo do Pacífico, a Fossa de Mariana. Mas a felicidade veio acompanhada de uma descoberta nada animadora: sacolas plásticas e embalagens de doces emporcalhavam a área, localizada no Pacífico.

A expedição aconteceu em primeiro de maio, mas foi divulgado somente nesta segunda-feira (13). Em sua jornada, Victor Lance Vescovo, de 53 anos, desceu mais de 11 mil metros em relação à superfície, passando quatro horas explorando o fundo do mar dentro do seu submarino particular, o Triton 36000, observando a vida marinha. A equipe de Vescovo estima ter descoberto quatro novas espécies de camarões, além de uma espécie de Echiura, organismo invertebrado marinho, a sete mil metros e um peixe-caracol rosa, a oito mil metros. Algo ainda a ser confirmado pelos cientistas.

A notícia sobre haver lixo plástico na parte mais profunda do oceano Pacífico é mais um indício sobre um problemão ambiental típico dos nossos tempos. Atualmente, estima-se que dois a cinco por cento dos plásticos produzidos vão parar no mar, onde esse lixo é absorvido por animais marinhos até chegarem à cadeia alimentar. Pesquisadores alertam para o rápido crescimento da produção de plástico no mundo. São 400 milhões de toneladas por ano.

A equipe de Vescovo coletou materiais orgânicos e inorgânicos e os enviaram para teste para determinar se existe a presença de microplásticos nas criaturas marinhas.

Five Deeps

A expedição na Fossa das Marianas faz parte da Expedição chamada Five Deeps (Os cinco Profundos, em tradução livre), em referência aos cinco oceanos do planeta (Pacífico, Atlântico, Ártico, Antártico ou Austral e Índico) de Victor Vescovo. A expedição Five Deeps começou em dezembro e completou quatro das cinco missões. O primeiro mergulho recorde de Victor Vescovo o levou a 8.376m abaixo do nível do mar até o fundo da Fossa de Porto Rico, a parte mais profunda do Oceano Atlântico. Na Fossa Sandwich do Sul, no Oceano Austral, chegou a 7.433 m ; e na Fossa de Java, no Oceano Índico a 7.192m.

Victor Vescovo e equipe. Foto: Five Deep Expedition/Twitter.

Leia Também

Estamos ingerindo plásticos, alerta estudo

Baleia morre após ingerir 80 sacolas plásticas

Ártico é ralo global de lixo plástico, dizem cientistas alemães

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
25 de abril de 2018

Ártico é ralo global de lixo plástico, dizem cientistas alemães

Estudo detecta concentração de microplásticos no gelo marinho três vezes maior do que se imaginava; degelo e aumento de atividades humanas na região deve agravar o quadro

Salada Verde
4 de junho de 2018

Baleia morre após ingerir 80 sacolas plásticas

Equipe de resgate não conseguiu salvar a baleia-piloto (Globicephala melas). Durante a tentativa de salvamento, o animal vomitou cinco sacos plásticos

Notícias
23 de outubro de 2018

Estamos ingerindo plásticos, alerta estudo

Durante o 26º Congresso Europeu de Gastroenterologia, em Viena, cientistas revelaram ter encontrado a presença de nove tipos da substância no corpo humano

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta