Salada Verde

Bolsonaro volta a reclamar sobre a dificuldade de acabar com a Estação Ecológica de Tamoios

No mesmo discurso onde ameaçou “mostrar a pólvora” para os EUA, presidente reclama de leis ambientais e se vangloria de ter acabado com as multas do Ibama e ICMBio

Daniele Bragança ·
10 de novembro de 2020
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

No mesmo discurso onde afirmou que era preciso “mostrar a pólvora” quando acabasse a “saliva”, o presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a reclamar nesta terça-feira (10) que não consegue acabar com a Estação Ecológica de Tamoios,  em Angra dos Reis. Bolsonaro foi multado pelo Ibama em 2012 por pescar na área. A multa foi anulada assim que tomou posse como presidente.

“Eu tenho uma recordação de Angra. Uma multa de 10 mil reais em um dia em que eu não estava lá [estava lá – Veja aqui]. É a recordação que tenho da Baía de Angra. Como o pessoal do Rio diz quando vai à Niterói. ‘Vá a Niterói e ganhe uma multa’. Lá no Rio, ‘turista, vá para a Baía de Angra e ganhe uma multa’. Se bem que melhorou bastante isso aí, depois da nossa chegada lá. É isso mesmo? melhorou bastante, né Ricardo? O homem do campo diz que melhorou bastante a questão do Ibama e do ICMBio no Brasil. E vai melhorar bastante ainda”, disse, sorridente.     

Bolsonaro voltou a falar sobre 1 bilhão de reais que ele alega que o governo saudita quer investir em Angra. Coincidentemente, esse investimento só seria possível com o fim da Estação Ecológica, que ocupa menos de 6% da Baía de Angra. 

“Se eu quiser esse investimento, dinheiro de fora, para fazer uma maravilha na Baía de Angra, eu tenho que revogar um decreto”, disse, para depois reclamar que a Constituição não dá poder para o presidente extinguir parques, reservas e estações ecológicas por decretos, apenas por projetos de lei enviados ao Congresso. “Antes de mandar um projeto, eu converso com lideranças para ver se tem clima para a gente botar em votação. Ainda não tem”, reclamou. (Daniele Bragança)  

 

Leia Também 

Prefeitura de Angra entrega a Flávio Bolsonaro projeto que flexibiliza Esec de Tamoios

  • Daniele Bragança

    Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
28 de julho de 2020

Prefeitura de Angra entrega a Flávio Bolsonaro projeto que flexibiliza Esec de Tamoios

Ilha do Sandri, localizada a 2,8 quilômetros do litoral da Vila de Mambucaba, onde a família Bolsonaro tem uma casa, desperta interesse do mercado imobiliário

Reportagens
17 de maio de 2021

Sete aves da Mata Atlântica foram extintas nas últimas décadas

A maioria das aves extintas ocorria no Centro de Endemismo Pernambuco, no nordeste, e os pesquisadores alertam para outras nove espécies da Mata Atlântica que estão à beira da extinção

Notícias
17 de maio de 2021

Vozes do Planeta comemora 5 anos em episódio especial

Programa pioneiro em jornalismo ambiental traz personagens importantes da história do podcast para celebrar a data

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta