Salada Verde

Arthur Lira adia para amanhã votação do PL que acaba com o licenciamento ambiental

Proposta transfere para os estados e municípios a definição do que precisa licenciar ou não e torna a obrigatoriedade do licenciamento uma exceção

Daniele Bragança ·
11 de maio de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Após pressão, com direito a tuitaço, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), adiou para esta quarta-feira (12) a votação do projeto de lei que flexibiliza as regras do licenciamento ambiental. O projeto é relatado pelo deputado Neri Geller (PP-MT), que ocupa a vice-presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária, e está sendo chamado pelos ambientalistas de “boiada das boiadas”. 

Além de inúmeras exceções incluídas no texto que estarão dispensadas do procedimento, as regras que definirão o que obrigatoriamente será licenciado ficarão a cargo dos estados e municípios definirem, em regramentos futuros. O texto já especifica 13 atividades que estão dispensadas de fazer o licenciamento, como a atividade agropecuária, como o cultivo de espécies de interesse agrícola, temporárias, semiperenes e perenes e a pecuária extensiva e semi-intensiva.

O PL também torna regra a adoção da chamada Licença por Adesão e Compromisso (LAC), também conhecida como autolicenciamento, onde o empreendedor anexa os documentos pela internet e obtém automaticamente a licença, jurando de pé junto que as informações são verdadeiras, sem qualquer verificação prévia do órgão ambiental antes de dar a licença. 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
18 de junho de 2019

Problemas do licenciamento não serão resolvidos sem foco na gestão, defende CEBDS

Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável defende padronização de processos e ampliação do diálogo entre os órgãos licenciadores

Notícias
7 de fevereiro de 2021

Mineração em Terras Indígenas, regularização fundiária e mais, entenda as prioridades de Bolsonaro para 2021

O presidente Jair Bolsonaro entregou à Câmara uma lista com as iniciativas legislativas consideradas prioritárias para o governo, entre elas, quatro têm impacto direto na área ambiental

Notícias
10 de maio de 2021

Organizações são contra a votação da lei geral do licenciamento, chamada de ‘boiada das boiadas”

Ascema, ONGs ambientalistas e nove ex-ministros do Meio Ambiente publicaram cartas em repúdio à votação do projeto de lei do licenciamento, que sequer foi tema de audiência pública

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta