Salada Verde

Após 8 meses com interino, MCTI escolherá novo diretor do INPE

O militar Darcton Policarpo Damião está como interino desde agosto. Regimento interno exige que diretor seja escolhido por um comitê de busca

Daniele Bragança ·
19 de abril de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Ministro do MCTI, Marcos Pontes, e o diretor interino do INPE, Darcton Policarpo Damião. Foto: Neila Rocha/Ascom MCTI.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) abriu processo seletivo para a escolha de Diretor(a) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), sediado na cidade de São José dos Campos (SP). Desde agosto de 2019 o órgão é dirigido por um interino, o militar da Aeronáutica Darcton Policarpo Damião.

Damião assumiu a direção do INPE após a demissão do físico Ricardo Galvão, exonerado após rebater a acusação do Jair Bolsonaro de que os dados do desmatamento na Amazônia são manipulados. Em novembro, a taxa anual medida pelo Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes/INPE) confirmou o aumento do desmatamento na Amazônia.

Candidatos têm até 31 de maio

Um comitê de busca escolherá o candidato que melhor se enquadre nas exigências da vaga. Os três melhores candidatos encabeçarão uma lista tríplice, que será submetida ao ministro de Ciência e Tecnologia. O novo diretor tem mandato de 4 anos.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais é sediado na cidade de São José dos Campos – SP.

O comitê de busca do INPE é formado pelo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Edvaldo Vilela, que o presidirá; Antônio José Roque da Silva, do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM); Augusto Cesar Gadelha Vieira, do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC); Julio Hideo Shidara, da Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB); e João Paulo Rodrigues Campos, da Visiona Tecnologia Espacial.

O cargo exige experiência profissional nas áreas de atuação do Instituto e doutorado. Poderão se inscrever quaisquer cidadãos(ãs) que atendam aos requisitos básicos descritos no Edital.

Caso se interesse, o interino Darcton Policarpo Damião poderá se candidatar à vaga.

 

Leia Também

Reformulação no INPE tem início, após instituto sofrer criticas do governo

Amazônia perdeu área equivalente a 8 cidades do RJ entre 2018 e 2019, aponta sistema Prodes

INPE: os olhos da floresta

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
4 de agosto de 2019

INPE: os olhos da floresta

Reconhecido mundialmente por sua qualidade e transparência, o monitoramento da Amazônia por satélite tem sido replicado mundo afora

Reportagens
18 de novembro de 2019

Amazônia perdeu área equivalente a 8 cidades do RJ entre 2018 e 2019, aponta sistema Prodes

Desmatamento na Amazônia Legal chegou perto de 10 mil km², valor que representa alta de 29,5%, em comparação com ano anterior

Reportagens
3 de novembro de 2019

Reformulação no INPE tem início, após instituto sofrer criticas do governo

Mudanças propostas pelo diretor interino impactarão setor de monitoramento do desmatamento da Amazônia. Divulgação dos dados do Prodes não será afetada, garantiu Darcton Damião

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta