Salada Verde

“Acabar com a proteção ambiental de Angra”: a prioridade do Bolsonaro segundo Maia

Em entrevista ao Valor Econômico, ex-presidente da Câmara dos Deputados disse que é oposição ao governo federal e afirma que não compactua com agenda do presidente

Daniele Bragança ·
8 de fevereiro de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Brigado com o presidente do próprio partido, a quem acusa de se alinhar com a extrema-direita e de transformar o colegiado em puxadinho do presidente Jair Bolsonaro, Rodrigo Maia (DEM-RJ) estuda mudar de partido e afirma que é oposição, em entrevista ao Valor Econômico publicada nesta segunda-feira (08). Ao comentar sobre projeto de país, afirmou que todas as vezes que esteve com o presidente Jair Bolsonaro, a agenda prioritária do Planalto era acabar com a Estação Ecológica de Tamoios, onde o presidente foi multado em 2012 por pesca ilegal.  

“Todas as vezes em que conversei com ele, a agenda prioritária dele era acabar com proteção ambiental de Angra, a questão de armas e do turismo de mergulho afundando navios na costa. Essa era a agenda prioritária dele comigo. As reformas tributária e administrativa não eram, a modernização do SUS não era, a melhoria do Fundeb não era. Então, eu não posso, tendo conhecido o que o presidente pensa, ser parte disso”, disse.

Acabar com a Estação Ecológica de Tamoios é uma obsessão presidencial. Em ((o))eco, registramos ao menos 10 vezes em que o presidente falou do assunto, ora para reclamar que não consegue extinguir a Unidade de Conservação por decreto, ora por jurar de pé junto que há interesse de investidores sauditas de investir em Angra, apenas se puderem construir em cima da área protegida.

Agora que tanto a presidência da Câmara quanto do Senado são apoiados pelo presidente, talvez o projeto de lei do senador Flávio Bolsonaro ande. O filho mais velho do presidente apresentou em dezembro de 2019 um projeto de lei que extingue a Estação Ecológica (Esec) de Tamoios.

*Foto de Destaque: Crédito: Marcos Corrêa/PR.

 

Leia Também 

Flávio Bolsonaro quer extinguir Esec de Tamoios, reserva onde o pai foi multado

 

 

  • Daniele Bragança

    Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
27 de janeiro de 2020

Flávio Bolsonaro quer extinguir Esec de Tamoios, reserva onde o pai foi multado

Senador apresentou em dezembro projeto de lei que torna a Costa Verde área de especial de interesse turístico e extingue área de proteção integral

Reportagens
16 de maio de 2021

Proposta muda desenho de UCs no rio Negro, com nova reserva e redelimitação

O projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa cria uma Reserva do Desenvolvimento Sustentável no Baixo Rio Negro, no Amazonas, e redelimita parque estadual e APA

Reportagens
16 de maio de 2021

Projetos de estradas na Amazônia podem desmatar 2,4 milhões de hectares nos próximos 20 anos

12 mil km de estradas previstas em 75 projetos para os cinco países da Bacia Amazônica podem causar o desmatamento de 2,4 milhões de hectares. 17% dessas obras violam a legislação ambiental e o direito de povos indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta