Salada Verde

Números da pecuária

TCU avalia que mudança no projeto de usina de Jirau, no Madeira, não exige novo licenciamento ambiental. E siderúrgicas do Pantanal vão queimar madeira nativa até 2016.

Salada Verde ·
30 de julho de 2008 · 13 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O rebanho bovino brasileiro deverá atingir 183 milhões de cabeças em 2017, o que representa um crescimento de 7,8% em relação ao numero atual, que é de 169,7 milhões de cabeças de gado. No mesmo período, as exportações também terão aumento de 32%. Estas são as estatísticas do Anualpec, anuário da pecuária de corte brasileira que foi divulgado na última terça-feira pela consultoria Agra FNP. Apesar do crescimento, segundo os consultores, não há motivos para os ambientalistas se preocuparem. Eles garantem que, a partir de agora, haverá um efetivo aumento nas atividades de pecuária intensiva e o crescimento se dará em áreas já degradadas.

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Grupo de Trabalho finaliza relatório e recomenda manter separados o Ibama e ICMBio

Relatório foi publicado nesta sexta-feira na página oficial do Ministério do Meio Ambiente. No final de julho, o MPF entrou com ação civil pública contra a fusão

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Joel Raymundo diz:

    Tá certo o Governador. Tem que unificar esses órgãos. Ficam competindo e medindo forças. Tem que haver um órgão só.