Reportagens

Viveiro Educador: produção de mudas e de consciência

Projeto de produção de mudas integra alunos, pais e comunidades e sensibiliza populações locais sobre questões ambientais.

Ecocomunicadores da Rede ParaTudo ·
2 de março de 2017 · 4 anos atrás

Texto e fotos produzidos pelos ecomunicadores da Rede ParaTudo – Grupo Porto Murtinho/MS

Projeto Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo
Projeto Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo

Viveiro Educador é um espaço de produção de mudas de espécies vegetais. Além de produzi-las, desenvolve-se de forma intencional a construção de conhecimentos, práticas e reflexões que ajudam a criar um um olhar crítico sobre as questões ambientais.

Em Porto Murtinho, a Escola Bonifácio Gomes Pólo e Extensões abraçou o projeto e procurou envolver seus alunos, a comunidade e a própria cidade. A ideia surgiu com o professor e geógrafo Rodrigo junto com seus estudantes de graduação da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. O grupo faz parte do Projeto ParaTudo – Rede de Ecomunicadores do Pantanal e da Serra da Bodoquena, realizado pela Fundação Neotrópica do Brasil.

Alunos envolvidos no Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo
Alunos envolvidos no Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo

O objetivo principal do Viveiro Educador é buscar a conscientização dos alunos e da comunidade para responsabilidade socioambiental, segurança alimentar, inclusão social e recuperação de áreas degradadas. E esse propósito foi alcançado: os alunos se empenharam na construção do viveiro. Alguns trouxeram até mesmo suas ferramentas de casa. Sem o envolvimento deles não haveria tantas mudas para o plantio. O engajamento se expandiu além dos muros da escola e chegou aos pais de alunos e a população, garantindo outra meta: envolver a comunidade local.

O grupo levou conhecimento sobre a vegetação típica da região também para a comunidade rural, que aprendeu sobre espécies de plantas, seus nomes científicos, qual a melhor forma de plantá-las, em quais locais e a quantidade de espaço necessária.

Queremos que os Viveiros Educadores ultrapassem a esfera das políticas públicas e sejam utilizados também como instrumentos populares de transformação; que se multipliquem pela sociedade brasileira, urbana e rural, contribuindo para o resgate e a construção da cultura do plantar. Que o projeto envolva instituições, escolas, lares e bairros, fortalecendo as relações pessoais, os laços afetivos e envolvendo cada vez mais pessoas dispostas a refletir e agir na direção de um mundo mais justo e equilibrado para todos.

Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo
Viveiro Educador. Foto: Divulgação/ParaTudo

 

 

 

Leia também

Análises
2 de agosto de 2021

Trilhas sobre Trilhos: a Trilha Verde da Maria Fumaça como iniciativa de transformação no Brasil

Localizada entre a Serra do Espinhaço e o sertão mineiro, a trilha ferroviária une história e natureza ao longo do percurso de cerca de 100 quilômetros

Salada Verde
2 de agosto de 2021

Por meio da arte, festival online traz diálogos sobre práticas de conservação do rio

Do dia 2 a 10 de agosto, o Seres-Rios Festival Fluvial realiza exposição de artes visuais e mostra de cinema, além de debate com encontro inédito entre Ailton Krenak e Marisol de La Cadena

Reportagens
2 de agosto de 2021

Sem manejo adequado, incêndios em áreas naturais devem se intensificar nos próximos meses, alerta estudo

Para evitar tragédias como a que ocorreu no Pantanal em 2020, quando quase 30% do bioma foi queimado, pesquisadores alertam para a necessidade de um manejo adequado das áreas mais propícias ao fogo no país

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta