Notícias

Pará: Incêndio em Alter do Chão foi parcialmente controlado

O fogo começou no sábado (14) e atingiu Ponta de Pedras e região onde fica a Área de Proteção Ambiental (APA). Polícia investiga se queimada foi criminosa

Sabrina Rodrigues ·
16 de setembro de 2019 · 2 anos atrás
Brigadistas, bombeiros e voluntários combatem o fogo que se alastrou desde sábado (14) no distrito de Alter do Chão, Santarém, no Pará. Foto: Brigada De Alter.

O incêndio que há três dias atinge a região de Alter do Chão e Ponta de Pedras, em Santarém, no Pará, começa a ser controlado. Alter é conhecido mundialmente pelas praias de água doce formadas pelo rio Tapajós. O primeiro foco de queimadas foi identificado no sábado (14) e atingiu uma área de mata conhecida como Capadócia, que fica entre a localidade de Ponta de Pedras e a vila de Alter do Chão, onde está a Área de Proteção ambiental (APA) do mesmo nome. 

Uma força tarefa foi montada para combater o incêndio. O fogo começa a ser controlado na região dos Macacos. Agora, as atenções estão voltadas para uma ilha de difícil acesso próximo à Ponta de Pedras, onde o foco permanece grande. 

“Nós identificamos três focos na área. Um deles já foi controlado e, em dois pontos, estamos combatendo o avanço das chamas. Trabalhamos de forma intensiva para resolver o problema”, informou o comandante do 4° Grupamento Militar, o tenente coronel Tito Azevedo.

Mas o combate às chamas não está sendo fácil. Segundo o próprio tenente coronel, o clima seco da região dificulta o trabalho das equipes. “Não chove há aproximadamente 20 dias e os ventos fortes dificultam o combate. O local também é de difícil acesso, porém estamos com ações estratégias para resolver o problema”, reforçou.

Na manhã desta segunda-feira (16), um drone foi utilizado para fazer o reconhecimento da área. O sobrevoo ajudou as equipes a identificar os locais afetados e distribuir as frentes de trabalho para atuar de forma intensiva.

Segundo nota divulgada pelo Governo do Pará, estão trabalhando no combate às chamas um total de 227 pessoas, sendo 57 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA), 150 homens do Exército Brasileiro e 20 brigadistas voluntários treinados pelos bombeiros. Foi feito um “aceiro” (área semelhante à uma trilha que é limpa para isolar a área) com o objetivo de quebrar o avanço dos focos.

Fogo não atingiu moradias da Vila de Alter do Chão

Segundo informações de Caetano Scannavino, coordenador da ONG Projeto Saúde e Alegria que atua desde 1987, na Amazônia, junto a comunidades ribeirinhas , o fogo foi por trás do Lago Verde, na região da APA de Alter do Chão, mas não atingiu a parte onde estão as moradias da Vila e nem a Ilha do Amor, cartão postal do balneário. 

Há suspeitas de que o incêndio seja criminoso. A Polícia Civil do Pará está à frente das investigações, por meio da Delegacia de Conflitos Agrários de Santarém.

Ainda não se sabe os danos ambientais provocadas pelo incêndio. Levantamento que deverá ser feito após o último foco conseguir ser apagado. 

 

 

Leia Também

Alter do Chão: locais temem impactos indiretos

O que é uma Área de Proteção Ambiental

Após 36 horas de fogo, Parque da Serra do Tabuleiro tenta voltar ao normal

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
12 de setembro de 2019

Após 36 horas de fogo, Parque da Serra do Tabuleiro tenta voltar ao normal

Ainda não se sabe o que causou as chamas, mas há suspeitas de incêndio criminoso. Danos ambientais são imensuráveis. Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso

Dicionário Ambiental
29 de junho de 2015

O que é uma Área de Proteção Ambiental

Sem necessidade de desapropriar ocupação privada, as APAS são uma das categorias de Unidades de Conservação mais criadas pelo poder público.

Reportagens
11 de julho de 2013

Alter do Chão: locais temem impactos indiretos

De acordo com ativistas locais, os estudos das hidrelétricas do Complexo de Tapajós não levarão em conta o que ocorrerá rio abaixo

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Paulo diz:

    Mas este governo do Pará é omisso, Procurem a vida e as falas para o passado recente dos políticos deste Estado.
    Nada, digo nada é por acaso.