Notícias

Maior traficante de animais silvestres do país é denunciado por lavagem de dinheiro

Ministério Público Federal na Paraíba estima que Valdivino Honório de Jesus lavou dinheiro do tráfico por pelo menos cinco vezes e obteve um patrimônio de R$ 1,3 mi

Sabrina Rodrigues ·
17 de abril de 2018 · 3 anos atrás
MPF estima que Valdivino obteve com o tráfico um patrimônio de mais de R$ 1,3 milhão, em duas décadas. Foto: Moisés Silva Lima.

 

Valdivino Honório de Jesus, de 60 anos, considerado o maior traficante de animais silvestres do Brasil, foi denunciado na segunda-feira (16), pelo Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) por lavagem de dinheiro. O órgão ingressou na Justiça Federal com uma ação cautelar penal para sequestro de bens, que no caso é a residência do denunciado, localizada na zona urbana de Patos.

O MPF estima que Valdivino obteve com o tráfico um patrimônio de mais de R$ 1,3 milhão, em duas décadas. De acordo com as investigações, Valdivino colocava os bens adquiridos com dinheiro do tráfico de animais em nome de ‘laranjas’. O acusado lavou dinheiro por pelo menos cinco vezes, a maioria delas na aquisição de veículos.

Valdivino já se encontra preso na Penitenciária Romero Nóbrega, desde o dia 27 de março. O motivo para a prisão é o descumprimento de medidas cautelares determinadas pela Justiça, como comparecer em juízo uma vez por mês e o pagamento de uma multa de R$ 40 mil. Em setembro de 2017, a Polícia Federal cumpriu os mandados de busca e apreensão e condução coercitiva contra o acusado. Durante as buscas, foram encontrados jabutis e aves na casa do filho de Valdivino. Somadas todas as multas impostas ao acusado, a quantia já ultrapassa os R$ 9 milhões.

O Ministério Público pede a perda do cargo ou função pública, já que Valdivino é servidor da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado da Paraíba (Emepa). Além disso, o órgão requer reparo do dano causado pelo acusado, orçado em 1,3 milhão.

Os processos contra Valdivino tramitam na 14ª Vara Federal em Patos,  na Paraíba.

Uma longa história com a Justiça

Um velho conhecido da polícia e da Justiça, ao longo de vinte anos, Valdivino já foi autuado e preso quatorze vezes. Ele assinava o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) — um registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo –,  e era liberado.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério Público Federal na Paraíba.

 

Leia Também

Polícia cumpre mandado de busca contra maior traficante de animais silvestres do Brasil

Tráfico de animais silvestres: Maldade de estimação

O que é a Lei de Crimes Ambientais

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Dicionário Ambiental
8 de maio de 2014

O que é a Lei de Crimes Ambientais

Antes dela, a proteção ao meio ambiente era um grande desafio, pois as leis eram esparsas, contraditórias e de difícil aplicação.

Reportagens
12 de maio de 2015

Tráfico de animais silvestres: Maldade de estimação

Transformar um animal silvestre em pet, além de crime, é maldade. Para cada um que ganha um dono, nove morrem na captura ou no transporte.

Salada Verde
12 de setembro de 2017

Polícia cumpre mandado de busca contra maior traficante de animais silvestres do Brasil

Valdivino Honório de Jesus, de 60 anos, foi detido pela décima quarta vez, em 20 anos. Na casa do filho, Aureliano de Jesus, a polícia encontrou jabutis e aves

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta