Coral Vivo consegue espaço para construir um museu do mar

((o))eco
segunda-feira, 28 julho 2014 19:14

Terrreno cedido pela prefeitura de Cabrália. Foto: Coral Vivo/Divulgação.
Terrreno cedido pela prefeitura de Cabrália. Foto: Coral Vivo/Divulgação.

A cidade de Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia, vai ganhar um museu do mar. A prefeitura cedeu um terreno de 18 mil m² para o Instituto Coral Vivo construir e gerenciar o espaço, que contará com exposição de colônias centenárias de corais, aquários marinhos reproduzindo características dos recifes de coral locais, além de auditório, instalações de pesquisas e alojamento.

A cessão do terreno, que mede aproximadamente 2 Maracanãs e meio, foi feito através da Lei Municipal 534 e valerá por 25 anos. Agora, o Instituto aguarda o recebimento da escritura e o detalhamento do projeto para começar a fase de captação de recursos.

“O Museu do Mar buscará ser autossustentável via turismo e irá gerar emprego e renda, direta e indiretamente, para a sociedade local, em especial, pertencentes a comunidades tradicionais”, explica o biólogo marinho Clovis Castro, coordenador geral do Coral Vivo, que atua no Sul da Bahia desde 2004.

A ideia é o Museu abrigar atrativo turístico e educativo, que casarão com o trabalho desenvolvido pelo Instituto Coral Vivo de pesquisa e educação ambiental para conservação e uso sustentável dos recifes de coral.

 

 

Leia Também
Calor intenso branqueia corais da Baía da Ilha Grande
Corais podem virar área de preservação permanente
Importância dos recifes de corais é tema de palestra

 

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.