Notícias

O Eco é finalista de desafio promovido pela Google

A proposta é a criação de uma rede de sensores de qualidade de água conectados a redes de telefonia móvel em 4 principais cidades da Amazonia.

Redação ((o))eco ·
29 de abril de 2014 · 7 anos atrás

No ano em que completa 10 anos, O Eco foi escolhido como um dos finalistas do Desafio de Impacto Social Google | Brasil, que pela primeira vez é realizado no país. Quatro organizações não governamentais brasileiras serão escolhidas para receber um milhão de reais para executar projetos que usam tecnologia como elemento-chave para a transformação social em temas como saúde, educação e meio ambiente, entre outros.

As 10 ideias que chegaram à reta final do desafio Google estão abertas para a votação do público a partir de hoje até o dia 07 de maio. Acesse aqui o site para votação.

No dia 08 de maio, os finalistas se encontrarão em São Paulo para apresentar os projetos a uma banca de jurados formada pela coordenadora do Google.org, Jaquelline Fuller, o empresário Josué Gomes da Silva, o apresentador Luciano Huck, o rapper MV Bill e a ativista Vivianne Senna.

A proposta finalista de O Eco é a criação de uma rede de sensores de qualidade de água conectados a redes de telefonia móvel em 4 principais cidades da Amazonia. A rede de 85 sensores permitirá coletar informações sobre a potabilidade da água de igarapés, cacimbas e poços e enviar alertas via SMS.

“O Eco desde sua fundação sempre foi uma organização comprometida com a difusão da informação ambiental de qualidade”, afirma o coordenador do Laboratório de Inovação da ONG – ((o))eco Lab, Gustavo Faleiros. “A rápida urbanização ocorrida na Amazônia nem sempre é vista como um problema, mas acreditamos que podemos evidenciar a gravidade da situação e ajudar comunidades a cobrarem investimentos em saneamento”.

A informação coletada também estará disponível na plataforma InfoAmazonia.org que atualmente já permite o acompanhamento de indicadores da região através de mapas digitais. Utilizando ferramentas de análise e visualização de dados O Eco fará um acompanhamento dos impactos diretos da informação na vida dos 4,2 milhões de habitantes de Manaus, Belém, Porto Velho e Rio Branco.

 

 

Leia também

Notícias
19 de setembro de 2021

Exaustão e calor: a rotina dos bombeiros que combatem incêndios no Pantanal

Acompanhamos um dia de trabalho dos bombeiros da SOS Pantanal no Parque Estadual das Águas. Distância e tempo seco tornam o trabalho complexo

Análises
17 de setembro de 2021

O Brasil no coração da conservação mundial da natureza

O Congresso da IUCN anunciou a agenda de conservação da natureza para a próxima década, invocando os governos a empreender uma recuperação baseada na natureza no pós-pandemia

Notícias
17 de setembro de 2021

Ministério cria programa para fazer o que a Agência Nacional de Águas já faz

Lançado nesta sexta (17), o Rio+Limpos tem como objetivo disponibilizar dados sobre qualidade das águas e fomentar ações de melhoria e saneamento, competências historicamente feitas pela ANA

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta