Notícias

Só 35,2% das cidades brasileiras contam com rede de esgoto

Sem sistema adequado de coleta na maioria dos municípios, 37,5% do esgoto do país é despejado na natureza sem nenhuma forma de tratamento

Daniel Santini ·
8 de agosto de 2013 · 8 anos atrás

A maioria do esgoto produzido no Brasil é despejado diretamente na natureza sem nenhuma forma de tratamento. Poucas cidades, apenas 35,2%, contam com redes para a simples coleta. No infográfico abaixo estão informações sobre saneamento básico no Brasil, dados em que é possível constatar não apenas os altos níveis de despejo de esgoto sem tratamento no meio ambiente, como também de desperdício de água tratada. O levantamento foi baseado nos dados mais recentes do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, que são de 2011.

Baixe as informações que embasaram esta datareportagem. Clique aqui para obter uma tabela em excel ou em arquivo tipo .csv, com os dados que serviram de base para esta datareportagem.

  • Daniel Santini

    Responsável pela plataforma ((o)) eco Data. Especialista em jornalismo internacional, foi um dos organizadores da expedição c...

Leia também

Notícias
14 de setembro de 2021

Pantanal: Jacaré debilitado é resgatado de rio seco e transferido para local onde ainda há água

Equipes de resgate precisam avaliar qual animal ainda tem chance de sobreviver e pode ser resgatado. É Corrida contra o tempo para evitar a morte de mais animais silvestres

Salada Verde
13 de setembro de 2021

O apocalipse não veio, mas a multa pela infração ambiental virá

Dupla que foi deixada de helicóptero e acampou sem autorização no cume do Dedo de Deus desde 02/09 finalmente desce com apoio de escalador

Reportagens
13 de setembro de 2021

Movimentos sociais pedem investigações do MPF sobre poluição que a Braskem estaria causando na Baía de Guanabara

Representação protocolada tem imagens de microplásticos captadas em corpos hídricos nas imediações da fabricante e outras denúncias. Inea e empresa negam irregularidades.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta