Notícias

Festival de Cinema movido à energia nuclear

Até 14 de julho, acontece no MAM o 2° Festival sobre Energia Nuclear, exibindo mais de 50 filmes independentes de cineastas de todo o mundo.

Duda Menegassi ·
2 de julho de 2012 · 9 anos atrás

Com 54 filmes sobre a temática nuclear, o 2° Festival Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear – Uranium Film Festival – acontece na Cinemateca do MAM, de 28 de junho a 14 de julho. Temas como mineração de urânio, centrais nucleares, bombas atômicas e lixo radioativo são abordados em filmes independentes de cineastas de todo mundo.

O festival quer incentivar as produções com a temática nuclear, que é um ponto importante nas discussões sobre o futuro da humanidade no planeta. Com curtas e longas, a expectativa é despertar o interesse do público e enriquecer a discussão sobre energia nuclear.

As categorias premiadas em 2012 serão: melhor longa-metragem, melhor curta-metragem e melhor filme de animação. O prêmio é o “Yellow Oscar”, que é um modelo do último bonde do Rio de Janeiro, feito a partir de materiais reciclados, com um ligeiro “extra”, o modelo feito para o “Yellow Oscar” é um bonde movido à energia solar. “Yellow”, significa amarelo em inglês, e é a cor de alerta, além de ser a cor do próprio urânio radioativo. A cerimônia de premiação será no último dia do Festival, dia 14 de julho, no MAM.

Todos os filmes são exibidos na Cinemateca do MAM, com classificação indicativa de 16 anos. Os ingressos custam R$5,00 (inteira), maiores de 60 e estudantes pagam R$2,00. Confira a programação completa dos filmes aqui. Depois do Rio de Janeiro, o festival segue para outras cidades do Brasil e do mundo.

Serviço
O que: 2°Festival de Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear – Uranium Film Festival
Quando: de 28 de junho a 14 de julho
Onde: Cinemateca do Museu de Arte Moderna, MAM
           Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo
Ingressos: Inteira – 5 reais ; estudantes ou maiores de 60 pagam 2 reais.

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Grupo de Trabalho finaliza relatório e recomenda manter separados o Ibama e ICMBio

Relatório foi publicado nesta sexta-feira na página oficial do Ministério do Meio Ambiente. No final de julho, o MPF entrou com ação civil pública contra a fusão

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Joel Raymundo diz:

    Tá certo o Governador. Tem que unificar esses órgãos. Ficam competindo e medindo forças. Tem que haver um órgão só.