Notícias

Balanço de combate ao uso de madeira ilegal é lançado em São Paulo

O Estado de São Paulo, ainda segundo a WWF, consome 15% da madeira amazônica e, deste total, 70% é utilizada na construção civil.

Redação ((o))eco ·
20 de junho de 2011 · 10 anos atrás

Faz dois anos que o programa Madeira Legal – que incentiva o uso de madeira de origem legal e certificada na construção civil no Estado e Município de São Paulo – foi lançado. No próximo dia 29 de junho, das 8h00 às 13h, no auditório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo, será apresentado o balanço dos resultados obtidos.

O evento que é gratuito e aberto ao público, acontecerá na Av 9 de Julho, 2029 – Bela Vista, São Paulo.

Sabe-se que um dos principais vetores do desmatamento é a madeira ilegal. Só na Amazônia, o desmatamento responde por três quartos das emissões brasileiras de gases de efeito estufa, segundo informações da WWF. O Programa promove ações que garantem o uso de madeira de origem legal, como a exigência da apresentação do Documento de Origem Florestal (DOF), e a adesão, desde a origem do Programa, de setores da construção civil, que usa a madeira como matéria-prima.

O Estado de São Paulo, ainda segundo a WWF, consome 15% da madeira amazônica e, deste total, 70% é utilizada na construção civil.

O programa Madeira Legal é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, da Prefeitura de São Paulo, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), da ONG WWF-Brasil, do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (SindusCon-SP) e de outras organizações da sociedade civil. Para saber qual organização é signatária do acordo entre aqui e leia a lista.

Click aqui para entrar diretamente na página da inscrição do evento. As inscrições são limitadas.

Leia também

Análises
29 de julho de 2021

Os incêndios criminosos na Amazônia devem ser contidos

O fogo passou a ser uma realidade para a Amazônia no Antropoceno e é fundamental rever as estratégias que vêm sendo adotadas para o combate aos incêndios, assim como as suas vinculações ao jogo de interesses predominante

Notícias
29 de julho de 2021

Leite repete Salles e desinforma sobre combate ao desmatamento

Em documento, novo ministro culpa Covid por cancelamento de quase metade das operações do Ibama, comemora ações que não saíram do papel e tenta desqualificar INPE

Notícias
29 de julho de 2021

Treze peixes-bois resgatados e reabilitados são devolvidos aos rios da Amazônia

Programada para ocorrer em 2020, a soltura teve atraso por causa da pandemia da Covid-19. É o maior número de devolvidos na natureza feito pelo Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta