Notícias

Fortuna em Curitiba

Conheça a trilha de cerca de uma hora que leva até o Salto Fortuna, imponente cachoeira de 50 metros de altura dentro da Fazenda Arraial, em Curitiba (PR).

Felipe Lobo ·
10 de abril de 2011 · 10 anos atrás

Idealizado para retirar os pinus exóticos de 13% de uma propriedade encravada na Serra do Mar, contínuo florestal mais bem preservado de toda a Mata Atlântica, o Projeto Serra Nativa fica dentro de uma propriedade que conseguiu, ao longo das décadas, manter a maior parte de sua cobertura vegetal intacta. Na BR 277, que liga Curitiba ao litoral paranaense, na pista de quem volta para a capital, há uma entrada quase escondida que leva para o início de uma caminhada de aproximadamente uma hora, com destino certo: o Salto Fortuna.

Após o portão que se abriu no município de Morretes, entrei, junto com Carolina Ribeiro, Rodrigo Ribeiro (ambos da Norske Skog Pisa, proprietária da Fazenda Arraial) e um casal de amigos simpático e esportista, na área que está cedida em comodato ao Parque Estadual do Pau Oco. Iniciamos a trilha por volta de 10h da manhã, acompanhados por dois cachorros corajosos que moram junto ao rapaz responsável por receber e orientar os turistas.

Considerada de leve para média dificuldade, a trilha começa a ficar mais instigante a partir do momento em que se chega à travessia do primeiro rio. Corda amarrada em duas árvores, em cada uma das margens, a água na cintura não chega a assustar, mas garante doses extras de adrenalina em função da correnteza. Trajeto vencido, é hora de torcer para que os cachorros consigam vencer o desafio. Se um desiste antes de começar e ruma de volta para casa, o segundo é corajoso o suficiente para, em poucos segundos, se aventurar no meio das pedras e logo passar o nosso grupo.

O segundo rio é mais fácil e todos passam sem grande dificuldade, embora o cuidado deva ser redobrado para não molhar os equipamentos eletrônicos. Entre conversas sobre a bela vegetação local e as araucárias imponentes na paisagem, ouvem-se os primeiros barulhos da queda d’água de 50 metros. Se a expectativa é grande para chegar até a cachoeira, ponto mais nobre da Fazenda Arraial, a realidade se mostra ainda melhor: a potência impressiona, e o spray de água chega longe.

  • Felipe Lobo

    Sócio da Na Boca do Lobo, especialista em comunicação, sustentabilidade e mudanças climáticas, e criador da exposição O Dia Seguinte

Leia também

Salada Verde
23 de julho de 2021

Registro raro mostra uma mamãe onça com seu filhote na Serra do Mar

A cena foi flagrada por um armadilha fotográfica instalada pela equipe do Programa Grandes Mamíferos da Serra do Mar, que monitora a presença de animais como a onça-pintada e a anta na região

Análises
23 de julho de 2021

Termo ‘savanização’ precisa ser revisto nos discursos sobre degradação florestal

Associar a savana à ideia equivocada de que esta seria uma vegetação degradada e pobre favorece o discurso de que não há nada a ser conservado

Notícias
22 de julho de 2021

Ibama fecha acordo com agência japonesa para monitoramento via satélite da Amazônia

Acordo de cooperação foi assinado nesta quinta-feira e terá duração de 5 anos. Expectativa do Ibama é aumentar precisão da detecção de desmatamento na Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta