Fotografia

O planeta visto da Estação Internacional Espacial

Entre junho e novembro de 2010 o astronauta norte-americano Douglas Wheelock fotografou e enviou via Twitter várias fotos de nosso planeta, mostrando suas belezas e as ameaças que enfrenta.

Douglas Wheelock ·
3 de fevereiro de 2012 · 10 anos atrás

Douglas Wheelock é astronauta da NASA, a agência espacial dos EUA. Ele é a primeira pessoa no espaço a fazer check-in em uma rede social. Enquanto esteve a bordo da Estação Internacional Espacial, entre junho e novembro de 2010, Wheelock enviou lá de cima várias fotos da Terra através do Twitter.

Suas fotos eram sempre acompanhadas de emocionantes descrições daquilo que estava observando a 350 km de altitude. “Uma explosão de cores, movimentos e vida pintadas nessa tela que é nosso maravilhoso planeta”, disse ele sobre a Grande Barreira de Coral da Austrália. Lá de cima, parece que fica bem claro que não estamos tratando nosso planeta como deveríamos.  Sobre Madagascar, ele comenta: “Um lugar onde a beleza natural e o descuido humano batem de frente. Madagascar é tão bela e singular, mas ver os rios secando por causa do desmatamento me deixa muito triste. Espero que as coisas mudem e que as futuras gerações ainda sejam capazes de conhecer este lugar”.

Leia também

Reportagens
22 de setembro de 2021

Mudança climática deve alterar o funcionamento de comunidades de microrganismos marinhos, aponta estudo

Grupo de pesquisadores de várias partes do mundo concluiu que o plâncton do planeta se organiza em consórcios microbianos, em que uma espécie depende da outra para viver

Reportagens
22 de setembro de 2021

Avança no MMA pedido do Ministério da Economia para afrouxar normas ambientais

Pasta comandada por Guedes busca satisfazer demandas do setor privado. Mudanças dão continuidade ao que Salles tentou fazer em maio de 2020, quando sugeriu “passar a boiada”

Notícias
21 de setembro de 2021

Justiça de Rondônia considera inconstitucional lei que extinguiu 11 UCs no Estado

Decisão é novo capítulo de novela jurídica em torno das UCs de Rondônia. Leis posteriores à norma agora considerada inconstitucional ainda colocam em risco áreas protegidas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. pequenas vitórias não compensam os danos causados deliberadamente por legisladores e executivos que estão determinados em reverter as proteções e ganhos ambientais conseguidos a duras penas, nas últimas décadas.