Fotografia

Parque Estadual do Forno Grande (ES)

Área protegida pouco conhecida no Espírito Santo esbanja beleza em suas formas e cores. Fonte de água e abrigo para espécies, parque precisa de mais atenção.

Palê Zuppani ·
31 de outubro de 2008 · 13 anos atrás

O Parque Estadual de Forno Grande fica no município de Castelo, na região serrana do Espírito Santo. Dos parques estaduais, é um dos menos conhecidos, entretanto, é um local único pelas belezas que abriga. Com uma área de pouco mais de 730 hectares, a área protegida tem como principal atrativo seu pico, um mirante e algumas corredeiras de água. Seu nome foi dado por nativos, pois sempre em cima de seu ponto mais alto há uma pequena nuvem, e os indígenas dizem que a natureza já acendeu o forno para fazer pão.

Os dias que passei na região para produzir estas imagens foram de muito frio e tempo limpo. O parque tem grande importância para o ambiente natural da região, pois é um refúgio para a fauna. Nas suas trilhas, encontrei grande quantidade de pegadas, de veado a um felino de grande porte. Entretanto, o parque sofre uma grande pressão da população do entorno, seja pela caça ou mesmo pelas propriedades agrícolas.

Mas o que mais me chamou atenção foram as pedreiras, como feridas abertas em regiões tão bonitas. Fui até uma delas, no mesmo maciço do parque, que, apesar de se dizer “legalizada”, causava grande impacto. A visita aconteceu na companhia de fiscais do Iema (Instituto Estadual do Meio Ambiente). Apesar de muitos problemas na pedreira e eminentes irregularidades, eles nada puderam fazer. Uma das grandes táticas dessas empresas é enterrar a degradação que provocam, para “maquiar” a paisagem.

As fotos retratam os dois lados dessa bela e importante região do Espírito Santo. De um, as belas paisagens, flora e águas; de outro, a pedreira vizinha ao parque.

Leia também

Notícias
23 de junho de 2021

Urgente: Ricardo Salles deixa o Ministério do Meio Ambiente

Investigado em dois inquéritos no STF, Salles pediu demissão por "motivos familiares". Secretário da Amazônia e Serviços Ambientais do MMA, Joaquim Álvaro Pereira Leite assume no lugar

Reportagens
23 de junho de 2021

Pressão por soja responsável cresce, mas tecnologias disponíveis não emplacam

Maior produtor de soja do planeta, Brasil tem opções para reduzir agrotóxico nas lavouras, mas produtores recuam na adoção de técnicas mais sustentáveis e dados mostram que desmatamento associado ao grão pode estar saindo do controle

Notícias
22 de junho de 2021

Lira diz que vai discutir mineração em terra indígena com líderes

Em discurso após protestos de indígenas contra a proposta que acaba com a demarcação de terras indígenas, presidente da Câmara afirmou que vai pautar a regulamentação da mineração

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Paulo diz:

  2. Paulo diz:

    Mas que barbaridade. Mêdo do quê? . $alle$$,