Fotografia

João Guilherme Quental, de olho na literatura

Professor de literatura no Rio de Janeiro, João Guilherme Quental é um entusiasta da fotografia de natureza que levou a câmera para as salas de aula.

Alexandre Sant´Anna ·
29 de abril de 2005 · 16 anos atrás

João Guilherme Quental é professor de literatura no Rio de Janeiro e apaixonado por fotografia – especificamente, a fotografia de natureza.

Ele investe pesado nessa paixão, viajando a lugares exóticos e distantes, como o Delta do Okavango, as ilhas Falklands, a Namíbia e diversos parques nacionais no Brasil, em busca de imagens únicas. Para ele, viajar é uma maneira de sair de si mesmo e ver o mundo sem os filtros do cotidiano.

João começou cedo, fotografando aos 4 anos de idade com uma câmera Kapsa, tipo caixote, que tem até hoje. Há mais de 20 anos fotografa regularmente. E nos últimos 5 anos esse envolvimento ficou ainda mais intenso, com a popularização da fotografia digital.

Suas aulas fogem ao padrão clássico, pois ele junta o ensino da literatura e da produção de textos a uma prática que envolve também a linguagem fotográfica, com o objetivo de ampliar horizontes e buscar novas dimensões estéticas.

Ele também incentiva os alunos que têm acesso a câmeras digitais a produzir seus próprios fotologs, quebrando a rotina das dissertações feitas sob medida para o vestibular.

João Guilherme usa duas câmeras Nikon, uma D-70, digital, e uma F100, de filme, com lentes 400mm, 70-200mm, 105mm e 28-70mm.

Leia também

Colunas
27 de julho de 2021

O Brasil precisa aprender a viver no Antropoceno

Se vamos ter que navegar pelo Antropoceno, como espécie e como nação, vamos ter que rever nossa organização interna para conter a degradação

Notícias
27 de julho de 2021

MPF entra com ação civil pública contra fusão do Ibama e ICMBio

Procuradores pedem que Ministério do Meio Ambiente e autarquias escutem a sociedade civil e consulte povos afetados antes de qualquer decisão administrativa sobre o fim do ICMBio

Salada Verde
27 de julho de 2021

Inscrições abertas para 3º turma do curso on-line “Somos Mata Atlântica”

Curso reforça a importância do reflorestamento e conservação e é voltado para a formação gratuita de professores ou gestores municipais no interior de São Paulo e Minas Gerais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta