ICMBio relata poluição no Rio Roncador, em Magé
Emanuel Alencar
Jornalista, editor de Conteúdo do Museu do Amanhã e mestre em Engenharia Ambiental.
Twitter: @Emanuel_Alencar | E-mail: emanuel.ambiente@gmail.com

ICMBio relata poluição no Rio Roncador, em Magé

Emanuel Alencar
sábado, 9 novembro 2019 19:27
Poluição mudou a cor do rio roncador. Foto: Divulgação/ICMBio..

A exploração ilegal de areia pode ser a origem da poluição de cor branca que atingiu grande extensão do Rio Roncador, em Magé, na Baixada Fluminense. Na tarde deste sábado (9), o ICMBio encaminhou a denúncia ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O chefe da APA de Guapi-Mirim, Maurício Muniz, afirma que uma das possibilidades é de o contaminante ter vazado após o rompimento de um dique de atividade de extração de areia no bairro de Jororó, em Magé. A bacia do Roncador faz limite com a bacia do Guapi-Macacu, protegida pela unidade federal e que abriga o maior bosque de manguezal do Rio.

A suspeita é de que o problema seja semelhante ao ocorrido em julho de 2015, no mesmo rio.

No episódio de 30 de julho de 2015 houve estouro de barragem da mineração Jacundá, poluindo o Roncador com rejeito de mineração de areia em cava aberta. Os donos do empreendimento disseram à  época que a atividade havia sido invadida por grupos milicianos. O caso virou um inquérito na Polícia Civil e o Inea interditou a atividade.

Foto: Divulgação./ICMBio.
As opiniões e informações publicadas na área de colunas de ((o))eco são de responsabilidade de seus autores, e não do site. O espaço dos colunistas de ((o))eco busca garantir um debate diverso sobre conservação ambiental.

 

Leia Também 

Vacinação de 500 micos-leões-dourados deverá durar 3 anos

Transbordo de petróleo a menos de 4km da ESEC Tamoios alarma ambientalistas de Angra

Guanabara: retomada (ainda que tímida) no saneamento

 

 

1 comentário em “ICMBio relata poluição no Rio Roncador, em Magé”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.