Abate de animais em zoológico: fácil julgar, difícil agir
Yara de Melo Barros
Diretora técnica do Parque das Aves

Abate de animais em zoológico: fácil julgar, difícil agir

Yara de Melo Barros
terça-feira, 31 maio 2016 1:26
Imagem do gorila do zoo de Cincinnati, abatido no domingo após uma criança cair no cela. Foto: Mark Dumont/Flickr.
Imagem de um gorila do zoo de Cincinnati. Um animal foi abatido após uma criança cair no fosso onde ficam os animais. Foto: Mark Dumont/Flickr.

Dois leões foram abatidos no Zoo do Chile para salvar a vida de um suicida que conseguiu violar as barreiras de segurança e pulou no recinto, atiçando os leões até ser atacado por eles. No domingo houve outro caso lamentável no Zoo de Cincinnati: uma criança de 4 anos escalou a cerca do recinto dos gorilas e caiu no fosso, cheio de água. Harambe, um gorila macho de 17 anos, nascido em um outro zoo, agarrou o garoto e o arrastou pelo recinto, dentro da água.

Como o protocolos dos zoos prevêem que nestes casos devem ser tomadas medidas para resguardar a vida humana, as equipes do zoos, nos dois casos, tiveram que tomar a difícil decisão de abater os animais para salvar as pessoas.

Além da enxurrada de críticas e acusações de “assassinato” que andam circulando nas redes sociais, percebo que a cada tragédia com animais em zoos surgem centenas de “ambientalistas especialistas” em espécies que nunca estudaram, e eles emitem opiniões sobre como os zoos deveriam ter lidado com a situação de emergência (que eles provavelmente nunca viveram).

Um assunto bastante debatido tem sido o porquê de nestes casos os zoos não terem usado sedação ao invés de abater os animais. A sedação não é uma opção segura quando o animal já está atacando a pessoa (como no caso dos leões) ou está muito próximo da vítima (como no caso do gorila).

Quando o animal recebe o dardo com o tranquilizante, sua primeira reação é geralmente brusca e de agitação, o que pode torná-lo mais perigoso. E o sedativo demora bastante até fazer efeito, portanto seria pouco eficiente para salvar a vida das vítimas.

Após o incidente com o gorila, circulou um vídeo que mostra que na verdade não houve uma agressão inicial do gorila, e sim um comportamento de curiosidade. Os gritos dos visitantes que observavam a cena provavelmente agravaram o quadro. A água no fosso também representava uma ameaça, pois o garoto poderia se afogar enquanto estava sendo arrastado pelo gorila. Mas é importante lembrar, para quem está analisando o vídeo e condenando a decisão do zoo de abater o gorila, é que nesta situação de emergência, você tem alguns segundos, no máximo minutos, para tomar uma decisão que pode custar a vida de uma pessoa… Você não tem tempo de sentar e calmamente assistir o vídeo, ponderar, trocar uma ideia com os colegas e então decidir. O que você tem é um protocolo para resguardar a vida humana. E um gorila de mais de 250 kg arrastando uma criança de 4 anos.

Nossos protocolos de segurança não dizem que temos que julgar se o suicida que se jogou no recinto dos leões merece morrer ou se a criança que caiu no recinto dos gorilas deve morrer para ensinar os pais a serem mais responsáveis.

Escolha de Sofia

Uma coisa eu gostaria de salientar: quem trabalha em zoos sabe o quanto é doloroso tomar uma decisão destas. Nós amamos os animais sob nossos cuidados. Passamos mais tempo com eles do que com nossa própria família. Eles são nossa responsabilidade e nossa paixão. A morte de cada animal nos afeta e entristece profundamente.

Quando temos que sacrificar um animal porque um irresponsável não respeitou nem a sinalização, nem as várias barreiras de segurança e nem a vida do animal, isso é para nós uma tragédia.

No caso dos leões do Chile, em meio a ataques ao zoo e declarações de pessoas desejando a morte do suicida, Maurício Fabry, Diretor do Parque Metropolitano onde está o zoo, deu uma lição de humanidade e empatia ao fazer a seguinte declaração:

 

“A coisa mais triste foi ver homens e mulheres de minha equipe chorando, com raiva, com o coração partido. Se vocês estão lendo isso, quero dizer-lhes que os apoio totalmente. Que triste também foi a falta de empatia com Franco, o jovem de 20 anos de idade, que todos desprezamos. Hoje falei com seu pai, foi uma conversa muito forte, um homem humilde, e eu disse a ele que para salvar a vida de seu filho tivemos que perder a vida do que mais amamos no zoológico: os nossos animais. Eu soube também que este jovem vivia em um abrigo, seus dois irmãos estão presos e no ano passado sua mãe morreu. Manolo, o nosso leão, nasceu no Zoo e é de longe o mais querido de todos. A história que me mata é a da Fraquinha; esta leoa que ganhou este nome porque chegou no zoo no estado mais lamentável que eu já vi um animal. Ela foi abandonada por um circo em Coihueco e quando chegou não podia sequer levantar-se, eu nunca vi na minha vida um animal tão fraco. Tratadores, técnicos e demais profissionais do zoo fizeram um trabalho de muito carinho para recuperá-la. Alguém realmente acredita de verdade que nós não nos importamos com a morte de nossos leões? Eu os levarei sempre no meu coração, e tenho certeza que estarão no coração de cada um que trabalha aqui. Franco, eu te perdoo, desejo que a vida te dê uma segunda oportunidade que esta sociedade não te deu. É verdade que você está doente, como também é verdade que estamos doentes enquanto sociedade. Eu pelo menos me alegro que pudemos te entregar vivo ao teu pai”.

 

Essa declaração do Maurício me fez lembrar que uma das coisas que acredito que os zoos podem despertar é empatia, que a meu ver é o que pode dar jeito neste mundo. A declaração do Maurício é também um lembrete de que não podemos seguir lutando para salvar animais se nossa compaixão não se estende também a nossa espécie.

Animais ameaçados de extinção

Gorilas são criticamente ameaçados, pela caça, captura, perda de hábitat e fragmentação. Existem duas espécies de gorilas (oriental e ocidental), cada uma com duas subespécies. Só existem cerca de 125.000 gorilas das subespécies ocidentais. Estudos indicam que suas populações declinaram mais de 60% nos últimos 20 a 25 anos. As subespécies orientais, incluindo os gorilas das montanhas, têm de 2.000 a 10.000 indivíduos.

Os programas de reprodução conduzidos por zoos no mundo todo são vitais para a sobrevivência dos gorilas.

Os zoos não apenas contribuem para a reprodução, mantendo uma população de segurança que pode ser reintroduzida, mas também doam, todos os anos, milhões de dólares para a conservação dos gorilas na natureza. Entre 2010 e 2014, apenas os zoos dos Estados Unidos doaram US$ 4,5 milhões para a conservação de gorilas.

Existem cerca de 150 zoos no mundo todo envolvidos no programa de reprodução para conservação dos gorilas ocidentais, manejando aproximadamente 800 gorilas.

Na América do Sul, o único zoo a manter gorilas e participar deste esforço internacional é o Zoo de Belo Horizonte, que há dois anos comemorou o nascimento de dois filhotes. Além da reprodução para a conservação, zoos fazem um trabalho de conscientização para a redução do nosso impacto sobre a espécie. O Zoos Victoria (Austrália), por exemplo, conduz o programa “They are calling on you“, que dá a oportunidade de seus visitantes ajudarem diretamente a salvar os gorilas, entregando seus celulares usados para serem reciclados, pois a mineração de coltan para a indústria eletrônica tem um impacto catastrófico na destruição do habitat dos gorilas. O dinheiro arrecadado com esta atividade é doado a uma instituição, o “Gorilla Doctors”, que atende gorilas doentes na natureza.

Quem teve a oportunidade de assistir o tocante documentário Virunga pôde constatar a dura realidade de pessoas abnegadas que tentam salvar a vida de gorilas no Congo. “No ano passado, um gorila macho alfa, o líder de seu grupo, e três fêmeas foram baleados e mortos no parque nacional de Virunga, na República Democrática do Congo. Duas das fêmeas tiveram bebês e a outra estava grávida. Os dois bebês não foram encontrados, e especialistas dizem que provavelmente morreram de estresse e desidratação. Esta foi a sétima morte na área de Virunga, que abriga 200 dos restantes 700 gorilas da montanha do mundo. Pensa-se que estas mortes não são o trabalho dos caçadores furtivos, porque os corpos foram deixados intactos. Da mesma forma, em uma cena anterior do abate, um bebê gorila – no valor de milhares de dólares no mercado negro animal vivo – foi encontrado agarrado a sua mãe morta.”(Fonte: The Guardian).

Para quem diz que é um crime manter gorilas em cativeiro, sugiro que leiam o texto e assistam o documentário. Assim vocês talvez entendam o que é realmente um crime.

Segurança do visitante e do animal

Outra discussão levantada com os acidentes com os leões e o gorila foi a segurança dos zoos. Zoos precisam ter recintos que garantam a segurança de animais e pessoas? Claro que sim. Mas os visitantes também precisam respeitar tanto a natureza selvagem dos animais quanto as barreiras de segurança e a sinalização de advertência.

Para invadir um recinto, um visitante precisa passar por placas, cercas e outras barreiras físicas. Para que uma criança consiga fazer isto, ela deve estar totalmente sem a supervisão dos pais ou responsáveis. É inaceitável que os pais, supostamente responsáveis, tenham ignorado a sinalização de perigo e deixado a criança sem supervisão.

Esta negligência custou a vida de um magnífico e ameaçado animal e poderia ter custado a vida da criança. No vídeo do gorila é possível ouvir a mãe gritando, enquanto o garoto era arrastado pelo gorila “Mamãe está aqui, mamãe te ama”. Bom, seria mais interessante se “mamãe” tivesse cuidado melhor do garoto e impedido que ele caísse no recinto.

Estendo minha solidariedade aos Zoos do Chile e Cincinnati, que certamente estão sofrendo pela perda absurda de membros de sua família, e faço um apelo: Quando visitar um zoo, tenha respeito. Pela sua vida, pela vida das crianças sob seus cuidados e pela vida dos nossos animais. Respeite os limites impostos pelo zoo, respeite as barreiras de segurança e a sinalização. Não deixe que sua negligência ameace a vida de seus filhos e de nossos animais.

 

 

Leia Também

O “fator zoológico” na difusão de campanhas de conservação

Araras-azuis-de-lear estão voando para casa

Zoos x Santuários: uma disputa sem futuro e sem utilidade

 

 

 

90 comentários em “Abate de animais em zoológico: fácil julgar, difícil agir”

  1. Todos os zoos, tem que desenvolverem alternativas para evitar o abate. Somente depois de TODOS os métodos esgotados, deve-se agir para o abate. Tenho muitas DUVIDAS sobre estes planos de ação.

    • Admiro a profundidade do seu comentário! Meu neto de 2 anos fez o mesmo comentário. A diferença é que após uma rápida explicação ele entendeu que não havia alternativa.

      • Isso é o que eu me admiro mais ainda, e não estou falando da arrogância dos que trabalham em Zoo e estão protegendo a decisão, mas sim a nossa evolução não ter chegado a uma outra alternativa quanto a matar um animal nesses casos. Não ter inventado um meio de intervir, sem tirar a vida de alguem. Nem em sequestro se atira assim no agressor, quando esta perto da vítima, mas os snipers de zoológico são foda pra matar animal.

  2. Os animais não devem ser expostos dessa maneira, manter zoológicos é sim um crime, embora existam muitos outros crimes contra os animais.
    Se os leões e o gorila estivessem em um santuário, estariam realmente a salvo e protegidos. A exposição em zoológicos é extremamente estressante para os animais, principalmente os provenientes dos circos. É claro o interesse da autora em justificar o injustificável. Culpar a mãe da criança pela má estrutura de um zôo que permite que uma criança de apenas 4 anos acesse a área dos animais é fácil. Difícil é reconhecer o efeito nefasto dos zôos na vida de animais que deveriam ser prptegidos e cuidados e não exibidos como mercadoria. Lamentável.

    • Tenta resgatar lá da sua infância, as suas memórias biofílicas, seu carinho e amor pelos animais… Será que você aprendeu isso onde? Lembre-se que o zoo não vai lá na natureza capturar animais selvagens para expor. A maior parte deles, senão a totalidade, é de indivíduos tecnicamente mortos e retirados da natureza. Enquanto isso, podemos estudá-los, ajudá-los e ainda ensinar a EMPATIA pelos animais. Não se feche na sua opinião… tente refletir sobre isso… o zoo não é um depósito de animais… tem gente ali que dá a vida por eles… é o ambiente de maior dedicação e amor que eu já vi na minha vida…

    • Não concordo com seu raciocínio!!
      Mas se fosse leva-lo em conta, e fechar tudo que prejudica ou mata animais, como faríamos com os mais de 400 milhões de animais que morrem nas estrada brasileiras todos os anos? – Fechamos as estradas??
      E sobre os animais que morrem todos os anos em enchimentos de barragens? – Deixamos de usar energia elétrica??
      Então! – Já se perguntou como os animais chegam aos zoológicos em todo o mundo? – Pois é por consequência de nossos atos, seu, meu e de muitas outras pessoas, que usam estradas e utilizam energia elétrica dentre outros atos "impactantes" ao meio ambiente.

    • Lamentável é esta sua opinião! aposto que deve ter ficado com preguiça de ler todo o texto…A equipe do zoo cuidou de uma leoa quase morrendo, super debilitada e lhe trouxe novamente à vida saudável. Esta leoa não teria condições de voltar a vida selvagem devido a tanto tempo em cativeiro. E assim é com a grande maioria dos animais em zoos.

    • Mariana, você não deve trabalhar na área, mas saiba que existem regulamentações fortíssimas E fiscalização sobre o trato desses animais em zoológicos. Em cada um deles existe uma equipe de médicos veterinários e biólogos, que tem conhecimento técnico sobre o que estão fazendo. Não fazem o que eles acham que é certo. Passam anos estudando, se adaptando às necessidades e ensinando aos tratadores como cuidar dos animais de forma correta.
      Não fazem como muitos desses ambientalistas de facebook que nunca nem pegaram um livro de anatomia na mão e vem achando que são autoridades no assunto de proteção e bem estar animal.

      E a mãe da criança estava errada sim ao não prestar atenção na cria dela. Ela e todos os adultos responsáveis pela criança.

      Como já foi dito, esses animais que estão em zoológicos não são capturados na natureza pra esse fim. Na maioria das vezes são animais resgatados de traficantes que também não tem ideia de como tratar um animal, mas vendem no mercado negro pra outras pessoas que acham que eles são enfeites e esquecem que são seres vivos com necessidades próprias da sua espécie.

  3. O Eco deveria ter convidado alguma das pessoas que trabalham com Santuários no Brasil e expor alternativas aos ultrapassados e pavorosos zoológiocos. Lamentável ler as palavras dessa senhora justificando o cativeiro e a exposição de animais nos ultrapassados zoológicos.

    • Bom dia. O que você realmente sabe sobre os santuários?.
      Creio que pouco, todos nos sabemos muito pouco, pois são fechados e não recebem público.
      Sabe por que todos sabem tudo que acontece em um zoológico?.
      Por que que os zoológicos recebem milhares de "fiscais" todos os finais de semana, fato que sempre se orgulharam…..
      Na vida não devemos tomar atitudes ou opiniões radicais sem conhecer bem os dois lados.

    • chega a ser ridículo ler isso…
      que alternativa?

      ALTERNATIVA?
      aquela que os animais precisam mudar seus hábitos alimentares pois não há dinheiro pra se manter um SANTUÁRIO?

      PELO AMOR DE DEUS!! UTOPIA PURA!!!

      OIII, VOLTA PRA TERRA!

    • Luiza, não estou respondendo a você. Peço desculpas. Mas não vi onde fazer um comentário isolado. Eu entrei porque senti engulhos ao ler o texto e preciso desabafar. Que falta de caráter dessa senhora. Que falta de sensibilidade. E ainda tem quem a apoia. Animais condenados a prisão perpetua sem terem cometido nenhum crime…Difícil decisão? Mataram o gorila na maior naturalidade. Em cima da hora. E o gorila nem estava atacando a criança. Realmente um mundo apavorantes este que vivemos. Pessoas que se importam, que realmente, são consideradas fanáticas. E aqueles que matam e defendem a prisão e a matança são elogiados. Credo em cruz. Que a morte dele e dos leões não seja em vão. Que logo os zoológicos estejam com os dias contados. Não dá para mais para viver aplaudindo crueldade. Que sejam transformados em santuários. Que sejam realmente úteis. E não um lugar para gente sem noção passear olhando prisioneiros.

    • Você realmente sabe o que acontece em santuários? Tenho certeza que não! Um deles, de chimpanzés, dão alimentação completamente errada (doces, refrigerantes e até feijoada), além de não oferecer enriquecimento ambiental, em ambientes artificiais e nada parecidos com os recintos adequados para esta espécie. Mas sabe porque vc não sabe? Porque são fechados ao público, ninguém fiscaliza, ninguém denuncia! Lamentável é você defender algo que nem sabe exatamente como funciona! Lamentável é um santuário com felinos querer que eles comam vegetais ao invés de carne, porque os donos são veganos. Lamentável é o fato dos santuários não terem que prestar contas e nem fazer relatórios, podendo cometer qualquer atrocidade, longe dos olhares dos visitantes!

  4. Impressionante como o fanatismo religioso-ideológico dos "animalescos" (me recuso a classificar como defensores de animais criaturas que combatem ações que salvam espécies inteiras) faz questão de ignorar os fatos, provas e evidências aos montes sobre a importância e utilidade de conservação dos bons zoológicos e aquários. Esse fanatismo, de "defesa" do indivíduo animal CONTRA a defesa da biodiversidade e das espécies, é irreconciliável com a conservação da Natureza no mundo real e não pode nem deve ser confundido com esta. Sejam felizes com sua religião animalesca, mas não venham fingir que se importam com a CONSERVAÇÃO, que é outra coisa totalmente.

    • Bom dia Truda!

      Tomo a liberdade de fazer das suas palavras, as minhas. E digo mais, esta raça de gente debilóide está proliferando mais que rato no esgoto. Não ajudam em nada a Conservação da Natureza, e ainda atrapalham em muito quem o faz de fato.

      Essa gente ainda tem que enxergar que acidentes acontecem "nas melhores famílias", então pensem se fossem com filhos deles… Estariam criticando da mesma forma?

    • Não julgue. A maioria dos chamados "fanáticos" por você apenas não concordam com a exposição de animais. Respeite. Há sim outras formas de ajudar na preservação (conservação como dito por você).

    • Grande José Truda sempre correto e botando o dedo na ferida ! Essa definição de chamar de " animalescos" esses ignorantes da verdadeira Conservação de Espécies Animais eu achei perfeita e quero solicitar para passar a usar a partir de hoje ! Um grande abraço !
      João Carlos Carvalho ( Antigo Diretor do Defop/SUDEPE e antigo Vice-Presidente da FUNATURA com a Maria Tereza)

  5. Entendo e respeito o trabalho de conservação desenvolvido pelos bons zoológicos, contudo o culto a observação de animais selvagens em cativeiro como atrativo público e forma de entretenimento é algo que precisamos superar. Sob vários aspectos a lógica usada para justificar o abate dos animais nessas circunstâncias é desconfortavelmente idêntica aquela utilizada a exaustão pelos ruralistas: o homem em primeiro lugar.

  6. É lamentável essa militância cega e inconsequente.
    Ótimo e esclarecedor texto Yara.
    Parabéns pelo seu trabalho, que aliás, deveria ser pesquisado por essa turma de "fanáticos". Quem sabe eles não aprendem um pouco sobre o que é conservação e amor (amor MESSSMO) pelos animais.

  7. Então, coloque grades e jaulas que dificultem mais o acesso dos visitantes, melhore as orientações de segurança que são dadas aos pais que vão visitar o zoológico na companhia de filhos pequenos, coloque mais pessoas para vigiar e acompanhar os visitantes, e principalmente, puna o pai e mãe dessa criança, (ou qualquer outra) que passe pela grade, escale o muro e vá "brincar" com os animais dentro da jaula, pois isso é uma tremenda falta de responsabilidade!

    Realmente, após a criança estar lado a lado com o gorila, a decisão deve ser tomada em segundos, pois como o texto explica, o tranquilizante demora a funcionare os gritos mais a situação de tensão, pode fazer com que o animal fique mais agressivo!

    Mas tudo isso poderia ter sido evitado se os pia fossem mais responsáveis

    • se os pais da criança fossem responsável tbm seria evitado e outra por mais que a segurança até o habitat seja fraca isso só aconteceu uma vez A CULPA NÃO É DO ZOOLÓGICO E SIM DOS PAIS. afinal se isso nunca tinha acontecido para que mudar o que já está funcionando? porém se desdo o começo eles (os animais) estivessem em um santuário tanto isso não teria acontecido. agora sobre a outra reportagem para que salvar um suicida?

      P.S.:eu sei que vc não falou do suicida mas vc parece ser alguém que entende.

  8. Sempre leio as matérias – infelizmente raras – da Yara. E sempre gosto muitíssimo.

    Truda, infelizmente a ideologia e ignorância desses animalistas é espessa ao extremo. Veja o comentário de quem me antecede: mistura até ruralistas na história…

    Gostaria de saber se a mamãe ou a filhinha do sr. João Medeiros estivesse na situação do garoto, ele iria usar outra "lógica"…

  9. Sei e já trabelhei em zoo. Inclusive já presenciei diversas vezes animais em fuga. Nada com o porte de um gorila. Mas, como sempre existe um mas, protocolos são para ser seguidos. Porém, acredito que nenhum biólogo, visitante ou "ambientalistas especialistas" foram assassinados por cometerem falhas de fiscalização, de operação e talvez de construção do recinto contra invasão humana. Acho errôneo que condenemos os zoológicos como "casa de carne". Já é mais que provado que são excelentes locais para manutenção de espécies ameaçadas e conservação com a presença de visitantes ( que são fundamentais como multiplicadores conservacionistas e financiadores da manutenção do local). Muitos dos lugares, inclusive ondem vivem os gorilas, são destruídos, suprimidos e minimizados por culpa senão unicamente dos homens. Homens é que vão lá e matam filhotes de gorilas pra cortar a mão e fazer cinzeiro. A verdade é que ninguém gosta de ouvir a verdade até que sintam na pele a ferida do ego machucado. Eu como pai, sou responsável pelos meus filhos e faria de tudo pra que eles não adentrassem em recinto de qualquer bicho ou ficasse bailando na frente da jaula de um tigre até perder o braço. Os pais, neste caso, devem ser responsabilizados sim. E digo mais, a multa e o trabalho voluntário deveria ser em prol da preservação e conservação da vida dos gorilas.

    • Na minha opinião os pais dessa criança que foram responsável pela morte do gorila, acho um absurdo a criança escalar a grade e chegar a
      cair dentro do fosso…….os pais deveriam cuidar melhor de seus filhos…..na minha opinião só uma mãe retardada sem noção deixaria isso acontecer.

  10. Pra mim a maior ameaça continua sendo o ser humano, que se diz civilizado, que se diz expert e melhor de todos. Triste ver o abate de um animal inocente por ignorância humana. Só uma criança? Porque os pais não foram responsabilizados pelo assassinato do animal? Ah, ele só um animal, não tem o mesmo direito do humano que o tirou de seu habitat.

    Porque ele era inocente.
    Porque a vida dele tem o mesmo valor que a minha.
    Porque tiraram ele do habitat dele.
    Porque colocaram ele em cárcere privado.
    Porque lucraram com a imagem dele.
    Porque o ser humano e imbecil e irresponsável.
    Desculpe Harambe.

    • Desculpe, somente para entender. Você acha que proteger uma criança de 04 anos é errado? – Como assim "…Só uma criança…." ?. Gosto de animais e os defendo, mas sei ainda a diferença entre humanos (principalmente crianças!) e animais.

      Outra informação importante: há muito tempo os zoológicos não retiram animais do seu habitat, aliás os coloca novamente na natureza depois de reproduzi-los ou recupera-los.. Por favor se atualize.

  11. Quanto especialista em fauna do Animal Planet aqui, compartilhando sua vasta compreensão sobre o desafio da conservação da fauna… De bons sentimentos, o inferno está cheio. Quero ver essa galera ir conhecer a vida real da conservação da fauna. Amo os animais do Animal Planet… No santuário dos santificados amantes dos animais fofinhos. Em que mundo esse povo vive?
    Quer ir ajudar? Vá apoiar os bons trabalhos feitos nos zoológicos. Exija que os Zoológicos do Brasil parem de ser usados para a distribuição de cargos políticos pelos governos estaduais e municipais. Ou simplesmente estude e abra sua cabeça!

    Excelente texto Yara!

  12. 1- Foda-se o suicida
    2- Foda-se a criança

    vc invade a "casa" do bicho e acha que ele que está errado ?

    O humano tem que parar com essa hipocrisia ridícula de se achar melhor que os animais

    • exatamente por esse pensamento é que estamos onde estamos e como estamos.

      "não podemos seguir lutando para salvar animais se nossa compaixão não se estende também a nossa espécie"

      leia novamente, leia mil vezes se for preciso, e entenda. pelo amor de deus, se fosse o seu filho?

  13. Claro que deve haver a coerência entre a exposição e conservação do espécime! O que é feito de fato em Zoológicos, Aquários e demais ambientes que trabalham com ensino, pesquisa extensão de forma adequada. Pra quem dúvida, há inúmeros artigos científicos expondo e testando formas e métodos atuais que se utilizam ou que possam vir a melhorar o manejo dos espécimes. Plantas num Jardim Botânico também necessitam de manejo adequado, também se estressam e se desgastam perante o excesso! Pois então, (re)pense, ou seja, nao seria um tanto egocêntrico ficar tentando justificar de forma indevida os trabalhos sérios promovidos por estes ambientes de conservação? Lembre-se, egoísmo não combina em nada com altruísmo, e nisso a autora demonstra em alguns exemplos claros (só não enxerga quem não quer!) a importância econômica carreada pelos zoológicos, por exemplo, para os bons projetos de conservação das espécies! Então, se você que é contra zoológicos de forma generalista, e que acha que um santuário patrocinado prioritariamente por grandes empresários, sim há necessidade de muito dinheiro para conservação, sabe de onde veio esta verba? Governos estão cada vez piores economicamente, e não tem interesse na conservação, de forma majoritária, você acha que nossos impostos por si só iriam ser culminados para projetos dessa magnitude?
    Então, se você realmente se importa com a conservação das espécie da nossa fauna e flora nativa ou mundial, lute por elas, estude, proteste, faça bons projetos e vá a luta! O mundo está cheio de quem bota defeito, mas poucos são os que botam a mão na massa por um mundo melhor!
    Por último, quando for criticar ou analisar algo, busque visualizar na ótica espaco-temporal, e se os trabalhos de conservação ainda são imperfeitos, é porque nós humanos somos imperfeitos!!!

  14. Quero parabenizar a Dra Yara pelo texto lúcido, sensível e, acima de tudo, coerente com os ideais conservacionistas e de valorização da vida em todas as suas formas.

  15. Podem dizer o que for EU NUNCA VOU CONCORDAR… o problema é que o homem a todo momento brinca de ser Deus e quer apontar o dedo e dizer quem é mais importante que quem… ah façam me o favor, para mim Zoos nem deveriam existir na verdade… pura mediocridade este artigo! #prontofalei

    • Vanessa, maior desafio do que a convivência harmônica entre os seres vivos para a evolução da vida é ficarmos livres de humanos intransigentes como você, que acham que não precisam refletir, muito menos discutir, pois são donos da verdade absoluta… você não é diferente daqueles que caçam, prendem e exploram os animais. Muitos deles são donos da verdade, também, assim como você. Outros ainda conseguem ser melhores do que você, pois fazem isso por ignorância ou falta de opções na vida, mas estão abertos à mudança – à evolução!
      Se você não se abre para a reflexão ou para o diálogo, como espera convencer alguém das suas opiniões?
      Vai conhecer um pouco da vida! E como diz uma amiga, deixa de ser "ativista de sofá", vai…

  16. Yara parabéns pelo texto, pelo trabalho no Parque das Aves e pelos projetos de conservação de espécies de aves que vocês desenvolvem e apoiam.

  17. Uns dizem que o zoo tá certo, tinha que matar o animal! Outros dizem que fizeram errado, o animal não merecia morrer por erro dos pais da criança!
    Eu digo uma coisa! A culpa está em todos!!! O dia que as pessoas pararem de visitar os zoológicos, essa pratica vai acabar! É uma insanidade visitar animais enjaulados!
    Sou muito a favor dos refúgios animais pra salvarem sua vidas e reabilita-los! Mas zoológico é uma estupidez extrema

  18. O dinheiro fala mais alto que tudo mesmo. Nunca vi tanto lixo escrito junto. O pior é que tanta gente se convence. "Doe seu celular e salve os gorilas', ah, me poupe! Falácia maior que zoos não há! Uma cultura cruel e arcaica, não vejo diferença com os circo de ''horrores'' que existiam há pouquíssimo tempo atrás, em que humanos diferentes em certos aspectos eram expostos sem que houvesse um exercício de alteridade e empatia. O mesmo ocorre com essa cultura de zoológicos, os que se comovem ao verem uma vida num ambiente tão desconexo quanto os zoos são minoria. E as atitudes tomadas diante de tais situações mostram por a mais b que é isso, o ser humano vem em primeiríssimo lugar, e a questão da vida dos animais em mais que secundário. Não era de se esperar outra coisa de locais que praticam tais coisas.

  19. Por mim que se dane tanto esse babaca que tentou suicidio como está criança imbecíl, por culpa deles os animais morreram por mim eles também mereciam morrer!!

  20. Prezada Yara de Melo Barros, meus cumprimentos pela sensatez do texto, digno de uma verdadeira ambientalista. Também concordo que os zoos são extremamente necessários pelas razões que expôs no seu excelente texto, os quais frequento com assiduidade com meus filhos, e colaborando com a manutenção deles. Quanto aos fanáticos "ambientaleiros" do asfalto e suas agressões típicas dos que não tem argumento, ignore-os. Poucos serão os que vão incentivá-la, mas isso não importa. Siga em frente.

  21. Então tá. O animal é retirado de seu habitat natural, colocado num recinto que meramente imita sua moradia. Como ele foi parar lá? De repente ele foi um animal que não tinha mais condições de voltar a natureza,,mas sempre por quê? Porque o homem já destruiu. Aí eles são colocados num local onde eles são OBRIGADOS a viver (porque não foi dada nenhuma escolha).

    A tal da difícil decisão não teria sido necessária se os animais não estivessem enjaulados. Se não existissem zoologicos. O que vocês acham que é um trabalho de conservação não seria necessário se os animais fossem respeitados e nunca fossem extintos. O que vocês chamam de trabalho educacional é uma mentira, porque esse NÃO É o ambiente natural onde ele vive, e o comportamento dele NÃO É e JAMAIS SERÁ como o dos animais enjaulados.

    Quase tive pena da pessoa que escreveu esse texto. Quase. Mas não tive. Porque o apego que vocês tem com esses animais é como se fossem pets, e eles não são. Não são seus, não são meus, e eles deveriam sequer estar perto de nós. Zoológicos não seriam necessários se cada um ficasse no seu quadrado, mas não acontece assim.

    Como diz seu texto, pela caça, captura, perda do habitat….. como ambientalista, reconheça que faz parte de uma espécie que é um monstro. E se realmente fossem preocupados com a conservação da espécie, seria, criados santuários, e não zoológicos. Onde o lucro com a visita ainda é obtido.

    • No mundo ideal não haveria espécie ameaçada de extinção, não haveria gente jogando bomba em outros por ter religião diferente e nem mulher precisaria ficar paranoica por segurança pq existem estupradores. No mundo ideal a gente não precisaria lidar com caça e perda de habitat, Pena que vivemos num outro mundo. Então lide com as contradições deste.

  22. Eu não ia comentar sobre o assunto porque eu me revolto com essas coisas mais acho uma absurdo a diretora de um parque de aves apoiar o abate de um animal desse…
    Eu prefiro sim salvar a vida do animal…. (e sinceramente não era pra estar em uma jaula e sim no seu habitat natural)… do que da pessoa q caiu na jaula ( me fala por qual razão que foi empuleirar na porra da jaula).
    Nesse caso foi uma criança que nao sabe o q faz, mais duvido q entrou sozinha no zoologico, cade o responsavel? ahh a culpa é do gorila
    No caso do sucicida que entrou na jaula dos leoes? ahh a culpa é do leoes tbm… matar resolve td ta certooooo _'_

    • E o que vc sugere para manter esses animais no seu habitat natural?Vc tem ou ja pensou em um programa de conservação do habitat deles?ou ja pensou em como garantir a segurança desses animais em vida livre? Muito facil falar e imaginar um mundo maravilhoso em que não é necessário trabalhar com conservação, difícil é trabalhar e estudar a vida inteira métodos eficazes para conservação deles.

  23. Cara Yara, parabéns pelo texto, muito esclarecedor. Todos sabemos da dedicação dos técnicos e funcionários dos zoológicos para manter bem os animais e dar-lhes uma vida com qualidade.
    Mas é importante também esclarecer a vários que a esmagadora maioria dos zoológicos não cobra entrada, portanto não "explora os animais ", e sim depende de verbas externas. Também recebe os animais vitimas de maus tratos apreendidos pelos órgãos fiscalizadores e os recupera e quando possível os liberta na natureza e faz isto tudo com os próprios recursos.
    Isto e muito mais, seria sensato que as pessoas antes de criticarem ou até se posicionarem pelo confronto com os zoos, conhecessem o trabalho desenvolvido com mais cuidado.

  24. O que mais me chamou a atenção nessa matéria, foi a frase a decisão pode custar a vida de uma pessoa, e a vida do gorila não vale nada,o certo seria poupar a vida do gorila e não de uma criança que se os pais que a levaram la tivesse 1% de responsabilidade iria no mínimo cuidar da sua cria pelo contrario foi feito, no mundo tem mais de 7 bilhões de habitantes e quantos gorilas dessa especie tem a vida que deveria ter sido preservada era a do gorila e não de um ser humano, o animal não esta em seu ambiente real e ainda invadem a "casa" dele e ele ainda é morto isso é ridículo é vergonhoso ver que estou essa espécie que se acha superior as outas somos todos iguais todos tem o seu valor nesse mundo e não é porque era um louco tentando se matar ou uma criança inocente porem com pais irresponsáveis que os leis ou o gorila tem que morrer !

  25. Trabalhar em lugares que cobram para visitar os animais,como se fossem palhacos de circo,e amar os animais??? Crie vergonha na cara e va trabalhar em um santuario se exiate amor als animais. Matar um bicho porque dois pais babacas nao sabem tomar conta da crianca ou pq um imbecil invade a jaula do leao??? Demais… se isso e amar os animais,nao sei o que e cagar pra eles..

  26. Impressionante os comentários! Gente criticando zoos, gente achando que o menino e o rapaz deveriam morrer (essa pessoa não tem filho, só pode), gente achando que tudo é fraude… Ah, mas resolver o problema é fácil, é só fazer a humanidade ter consciência, parar de desmatar, parar de traficar animais, mas enquanto isso não acontece (rá rá rá) temos que ter zoos, santuários, mantenedores de fauna sim! Porque os malditos que tiram os animais de seus habitats nos obrigam a isso! Senão, o que fazer com os animais apreendidos? Soltamos? Deixamos os que não estão aptos morrerem à propria sorte? Isso é amor pra esses fanáticos "defensores" dos animais? Os aptos são reintroduzidos, tenham certeza, agora, os outros precisam de cuidados! Acham que o dinheiro vem de onde? Tem centros de reabilitação em que os funcionários levam comida de casa (DE CASA) para os animais pq não tem comida lá! Essa gente AMA os animais! Agora vcs que tanto criticam os zoos fazem o quê? Doam dinheiro? Falta vc que critica, trabalhar nisso um pouco e ver como as coisas funcionam! Mas isso enquanto o Ser Humano não desenvolve sua consciência né? Porque quando isso acontecer e tudo for perfeito, ninguém vai mais tirar bichos da floresta, não vai ser necessário ter zoos pq não vai mais ter tráfico de animais, e também não vão MATAR BICHOS PRA COMER! Isso vai acontecer logo né???? E pra terminar, adorei o texto da Yara , ambientalista, mas não é fanática! !!

  27. é simples: se até uma criança consegue escalar e entrar em uma jaula é certo que a o Zoológico teve muita culpa também. Um projeto de engenharia executado de forma correta evitaria tais tragédias. Não precisa nem perder tempo com essa discussão toda. Se o local foi criado para o convívio entre animais e humanos, a segurança para ambas as partes é princípio básico. E a tecnologia está aí para isso. Enfim, mas quem pagou pelo erro humano foi um animal… é básico assim. Que pena que nossa racionalidade não ajude os animais e sim, ajudamos a extingui-los. Não acho que deveria ser diferente, ou seja, não sacrificar o animal. Também acho que os Zoos são importantes para o estudo das espécies da fauna do planeta. Mas neste caso houve um erro de projeto da jaula… é mais do que óbvio.

  28. Então é só respeitar as sinalizações… Mas por que um suicida respeitaria ? Como a criança de4 anos respeitaria? Não temos segurança nem para os animais nem para os humanos. Exemplo disso a mureta medíocre que separa os visitantes dos jacarés no rio zôo.
    Ah mas é só não pular … Mas se a intenção do camarada é pular, aqui no rio é facil de mais.

  29. Se a solução para esse tipo de caso é sempre de abater o animal, a solução é simples, não faça um zoológico. Ver animais de grande porte em pequenos espaços já deu né, é muito anos 80.

  30. Entendo que tranquilizante não seria opção, porém não é possível que só exista a opção do abate. Em primeiro lugar a entrada no espaço dos animais deveria ser mais difícil. Me lembro que no Zoológico de Viena, que visitei no ano passado, a maior parte dos isolamentos é feito com vidro, que não pode ser atravessado. Mesmo no recinto dos ursos polares! Se a direção do zoo é capaz de ter um planejamento de emergência que inclui o uso de armas de fogo deveria ser capaz também de desenvolver técnicas alternativas, como equipamentos que são utilizados em controle de multidões (jatos de água, equipamentos que gerem ruídos que espantem o animal a ponto dele ter que buscar refúgio rapidamente, etc). Se eles não tem condições de impedir o acesso de uma criancinha ou de anular a ameaça sem matar o animal, então não tem condições de manter aquele animal. Simples assim.

  31. Senhora Yara. Sua excelente incompetência em mamíferos silvestres acaba de ficar exposta com este texto. Guarde seu comentário leviano para debate com seus chefes. Ao público geral – mesmo os que trabalham com animais como eu – você não convence, pelo contrário… Você nos causa repudio.

  32. Nossa é sério mesmo os comentários bárbaros acima????
    Yara parabéns pela sensatez do texto, mostrando a dificil decisão a ser tomada em situações como essas!!!!
    Mas me fale uma coisa, o Brasil tem um Sociedade de Zoológicos que vai continuar quietinha, sem nenhuma manifestação? Aqui no Brasil, nunca aconteceu nada parecido?
    Cadê os técnicos dos dois? Todo mundo calado pq?
    Só a Yara dando a cara para bater? Os outros concordam com as aberrações ditas anteriormente?
    Mais uma vez parabéns pela coragem de abordar assunto tão delicado…

  33. É uma explicação idiota. Muito mimimi pra explicar a decisão de assassinar animais indefesos e presos em recintos pequenos e impróprios. Se esse rapaz quer morrer, que se foda, um idiota a menos no planeta. E quanto a essa criança, que seja muito infeliz… pronto falei…

  34. Ganhar dinheiro expondo animais como mercadorias em vitrines e justificar o aprisionamento, pra mim é demais. Os zoos são centros de confinamento completo de animais.Só por essa sua característica podemos ver que não ajudam em nada os animais ali confinados.
    Não há animal que possa estar bem a seu próprio modo enclausurado num espaço artificialmente construído por humanos para detê-lo lá.Os zoos só fariam sentido, se transformados em hospitais de custódia para animais feridos ou ameaçados, que poderiam ser protegidos por tempo determinado, até que pudessem ser devolvidos ao seu ambiente natural. Mas, nesse caso, nenhum zoo deveria ser aberto à visitação pública, do mesmo modo que hospitais e unidades de tratamento intensivo humanos não são centros de exposição ou visitação públicas. E vou dizer mais uma vez: pra mim, toda vida tem o mesmo valor. Não existe vida menor ou pior. Por mim, que os zoológicos acabem assim como os circos que utilizavam animais.

  35. Acho que se abater o animal é um protocolo pra esses casos existe muita coisa errada. Ou deveria haver uma proteção que impede o acesso de pessoas aos animais, seja por acidente ou por vontade da pessoa, ou esses animais não deveriam estar ali expostos para as pessoas. Animais não são objetos de museu

  36. Que tal acabar com zoológicos? Se você trabalhasse num santuário fechado para visitação, ainda assim teria a oportunidade de cuidar de animais e exercer a profissão que ama sem precisar fazer "escolha de Sofia" nenhuma. Zoológicos são supérfluos, são a pior alternativa para qualquer argumento que envolva proteção animal. Essa visão antropocêntrica é o câncer desse século e será o próximo vício humano a ser erradicado da história.

  37. Fantástica a matéria! As pessoas julgam demais e nunca se colocam no lugar do próximo. Se você fosse a Mãe da criança, se a criança fosse seu filho e por ai vai. Além de desconhecer totalmente o trabalho de alguns zoológicos pelo mundo.

  38. DOIS PONTOS: I Sou Radicalmente Contrário a ZOOLÓGICOS, Aprisionamentos de Animais de Qualquer Espécie. II Animais da Fauna Silvestre (Terrestre) NÃO ATACAM FILHOTES !

  39. Texto lixo! Não me comoveu em nada esse sensacionalismo! Foram atitudes equivocadas abater esses animais, se não tem estrutura para lidar com acidentes fechem as portas do Zoológico! Não dá pra abater um animal por semana pela falta de noção dos humanos e falta de estrutura e preparação do Zoo!

  40. Concordo em ambientes para a recuperação de animais e conservação das espécies, mas nada que os exponham ao público. Sou contra zoológicos.

  41. Caramba… comentarios capazes de fazer Hitler chorar de felicidades. Show de horrores de ignorancia, aberracoes e estupidez. Certamente a crianca estaria em melhores condicoes nas maos do gorila que nas maos de voces. Tantas pessoas elevadas, amantes dos animais, especialistas em ofensas e apologistas da morte humana que deveriam elas estarem enjauladas. Amam animais? Certamente nao. Amam ao seu ego e sua percepcao equivocada sobre o mundo. Bolsonaros da vida animal. Cheios de certeza, radicais, iluminados e escolhidos por Deus para salvarem o mundo. Apenas uma vaidade descabida. Apenas uma ignorancia infantil, violenta. Mentes vazias e espirito pobre. É inutil querer que se envergonhem, porque se enxergam como iluminados. Como os unicos que amam animais de verdade, com toda a devoçao que a fé cega exige.

  42. SABE AQUELE PRÊMIO DARWIN PARA MORTES MAIS IDIOTAS>>>A CRIANÇA MERECIA UM….NAO TINHA Q TER ESCALADO GRADE, CAIDO LA, A CULPA É DOS PAIS Q NAO CUIDARAM, NAO DO GORILA

  43. Não , não é difícil agir. Basta colocar um dardo de tranquilizante na arma ao invés da bala. Simples assim. Não mata o animal e resolve a situação. Os argumentos contra a sedação são todas desculpas esfarrapadas para tentar naturalizar e justificar o assassinato do animal. Tem que sedar sim ! E outra coisa: Zoológicos são PENITENCIÁRIAS DE ANIMAIS !Não deveriam nem existir mais !Só fazem os animais sofrer e ficarem psicológicamente abalados e deprimidos.Lugar de animal selvagem não é nos zoológicos, é na Natureza, nas selvas, nas savanas, nas estepes, nas tundras, nos cerrados, nos pantanais.Nunca deveriam ter sido tirados de lá.O povo devia boicotar todos os zoológicos e forçá-los a devolver todos os animais de onde foram tirados, os recolocar na Natureza de volta e fechar !

  44. Eu não consigo gostar de zoológicos. Os dois últimos zoos que visitei foram o do Rio de Janeiro e o de Foz do Iguaçu. E, na boa, poucas vezes fiquei tão triste. Aqui no Rio, o tigre ficava numa jaula que era menor que a sala daqui de casa, que já não é grande. O bicho ficava andando de um lado pro outro, estressadíssimo.

    A mesma coisa na jaula da onça-pintada do zoo de Foz do Iguaçu. A onça, acostumada a correr pelos pampas, andando de um lado pro outro naquele cubículo. Isso enquanto era provocada por pessoas idiotas, que ficavam gritando para ela.

    Perguntei no dia pro biólogo Atila Iamarino se aquele comportamento dos felinos era sinal de estresse. Ele disse que era.

    O texto diz que os zoos podem despertar empatia. Pois é, despertou a empatia em mim, me coloquei no lugar daqueles animais e fiquei pensando no tanto que eles sofriam.

    "Não, mas os zoológicos servem para preservar espécies". Preservar? Mantendo eles estressados num cubículo com um monte de gente provocando os bichos?

  45. deixasse o garoto morrer, oras! afinal a espécie humana não está em extinção…. muito pelo contrário, somos uma praga…. o cúmulo do absurdo esse texto… zoológicos não deveriam existir!

  46. Ah, tá… É protocolo dos zoológicos priorizar as vidas humanas, mesmo que o humano seja um suicida ou uma criança com pais irresponsáveis. E, para cumpri-lo, a equipe dos zoos fica com o coraçãozinho partido por causa dos animais que "têm" que matar… Então vou lhes dar uma solução simples para que vocês não sofram mais: MUDEM ESSA NORMA ANTROPOCENTRISTA!

  47. Questionável a defesa em relação aos zoos , o que temos visto constantemente em matérias de organizações que trabalham com a causa animal são casos constantes de depressão, doenças , tristeza, etc… outro ponto é nossa pretensão. .a decisão em relação à liberdade do outro. O que vale mais uma vida enclausurada ou um minuto de liberdade? Se aprendêssemos a respeitar a vida, o sagrado…. amar os animais em zoológicos, em cativeiro… distantes de suas essências / almas? … algo que me soa no mínimo estranho. ..

  48. Fim dos zoos já!! Animal não é entretenimento de gente desocupada. Irresponsabilidade dos tutores e matam o gorila?! Uma crueldade. Se o zoológico não tem infraestrutura adequada p uma situação dessas, q feche as portas. Devolva todos os animais escravizados a seus habitats e ponto final. Querem zoos, que escravizem humanos!! Veganização é o caminho mais humanista p o planeta. 62% do q é produzido vai p a cruel indústria do abate animal. Se todos fossem vegetarianis não teríamos gente morrendo de fome e o meio ambiente seria limpo!!

  49. Nao existe DESCULPA para um Zoo matar
    ..afinal o lugar deve ser SEGURO para os visitantes…suicidas…seja la o que for..nenhum animal pediu para estar lá dentro enjaulado servindo de atração Turistica. O ser humano acha que o planeta gira em torno do umbigo…fala sério.
    E os pais desse menino o que estavam fazendo??? tirando selfie?
    O ser humano nunca assume seus próprios Erros.
    Vai agora psicólogo de Zoo dar opinião esfarrapada…

  50. Eu gostei do artigo, me fez pensar. Acredito que um erro grave nele é querer culpabilizar a família da criança. O Zoo deveria oferecer mais segurança. Afinal, criança cega. Não é falta de cuidado dos responsáveis não. Muita gente perde o filho de vista. Isso é comum. Então, um ambiente pensado para criança deveria prever certas situações.

    Abaixo vou colocar algumas coisas, que não vão estar logicamente organizadas e conectadas. Mas tento aqui trazer algumas questões além da minha opinião.

    É claro que não concordo com retirar os animais de seu habitat natural para serem expostos no Zoo. Queiram ou não, este ambiente é um local de muito estresse para os animais, mesmo que, de alguma forma, ofereça segurança, alimentação e "conforto" quando eles não podem voltar a seu habitat natural. O Zoo precisa ser repensado. Como precisa ser repensada a nossa relação com a natureza, os impactos da nossa ação no meio ambiente e tudo mais. Esse deveria ser o foco das ações e discursos. É questionar a existência do Zoo, por exemplo. E não julgar a decisão de matar o animal que, neste caso, neste contexto, pareceu uma decisão acertada. Não sei se vale a pena tentar encontrar culpados numa situação dessas em que se devem fazer escolhas que atentam contra a vida de uma das partes. Não sou especialista no assunto. Não conheço a eficácia dos tranquilizantes nesses casos, só posso confiar na opinião de profissionais que estudam o habito e comportamento desses animais agora em cativeiro. Acredito que tenha sim sido penosa a escolha pela vida da criança, frente a incerteza de se ela sobreviveria também as investidas do gorila (fosse brincadeira, demonstração de carinho, curiosidade ou agressividade). Os tratadores tem sim uma relação de afeto com os animais. Não posso dizer de todos, nem de todos os lugares.

    Nós seres humanos temos que resguardar a vida dos seres humanos em primeiro lugar, principalmente dos seres humanos que não tem condições por inúmeros motivos de se defender. É o princípio da sobrevivência e preservação da espécie de qualquer animal. Negar isso a nós mesmos seria também negar que fazemos parte da natureza e que sofremos também a influência de nossos instintos na prática de nossas ações.

    Acho que as principais questões são: Será que os Zoo são lugares seguros? Como podemos garantir a segurança das vidas ali presentes? Será que Zoo são lugares indispensáveis para o ser humano? Será que podemos acreditar que os Zoos realmente atendem hoje a nossa necessidade de nos conectarmos (sentir empatia mesmo) com a natureza e os seres vivos que fazem parte dela como acreditávamos antes? Será que eles são uma boa forma de conhecermos a natureza? Será que podemos abrir mão dos Zoos como espaço de acolhimento de animais (pois nem todos passam por uma relação de comercialização, alguns são adotados, salvos mesmo do contrabando ou de trabalhadores de circo)? Onde esses animais seriam acolhidos e como seriam sustentados? Porque esses animais precisam parar nesses lugares? Que políticas precisam ser feitas para a proteção desses animais? Porque esses animais precisam de tamanha atenção, mas aqueles que consumimos todos os dias nas nossas mesas podem ser "produzidos" para o abate? Qual a diferença entre eles?

    Gente, é muito triste ler certos comentários. É mais triste ainda e bastante constrangedor ler as respostas desrespeitosas de alguns leitores aos comentários que são feitos e a própria autora do artigo. MELHOREM!

  51. Yara, parabéns pela sensatez e coragem de expor seu ponto de vista. Alguns dos comentários aqui são estarrecedores e mostram bem o fanatismo que envolve, em alguns casos, a questão de "proteção" animal. É lamentável que aqueles que se "apoderaram" desta causa a tenham desvirtuado a tal ponto que alguns defendam que a criança ou o suicida é que deveriam ter sido mortos. Isso mostra bem a cegueira experimentada por algumas pessoas quando este assunto surge.

  52. Ótimo texto! O Eco tem centenas de leitores (quiçá milhares); o texto é esclarecedor para os que tem neurônios e querem realmente se informar e tomar posição. Dos fanáticos que se autointitulam "defensores dos animais", não se pode esperar nada além do que foi escrito, incluindo deixar a criança morrer (ah, se fosse o filhinho de vocês ou o querido sobrinho nas mão de um gorila que, como qualquer animal, carece da noção de consequencias legais de seus atos…). "defensores de animais" hoje, em grande parte, não passam de uma seita fundamentalista; invadem laboratórios para retirar beagles em uso em roteiros para novos medicamentos, mas não se envergonham de tomar um antibiótico, um anticoncepcional, um colírio para infecções oculares, ou medicar tranquilamente seus filhotinhos humanos com o que há de mais moderno na medicina, e fazendo uso indireto do conhecimento que foi adquirido a partir do teste em animais para a produção de medicamentos. Sim, hoje há opções a diversos testes e não é mais admitível testar em havendo substituição efetiva, mas ainda há protocolos que isto ainda é indispensável, como a utilização de cobaias. Para aqueles raivosos, quero é ver se alistarem para medicar seus filhos e parentes em estudos que não tiveram experimentação.

  53. Faz uma matéria dobre os jacarés da Disney, sobre a onça que comeu a colega de cela por não ter o que comer, sobre o leão que morreu de fome, sobre a onça morta pelo exército… Cadê?

  54. Tenho que descordar do que foi dito. Existem alternativas, mas o ser humano sempre opta pelo mais fácil e despreza a vida dos outros animais. Se amam eles como dizem libertem eles para a natureza… Os animais não são brinquedos ou peças de exposição para ficarem em zoológicos confinados emquanto o homem só quer encher o bolso de dinheiro…. zoológicos não cuidam dos animais, apenas maltratam!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.