Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Rômulo Mello deve voltar ao comando do ICMBio

((o))eco
quarta-feira, 18 maio 2016 18:55
Rômulo Mello, durante reunião plenária do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), realizada em setembro de 2011. Foto: Elza fiúza/ABr.
Rômulo Mello, durante reunião plenária do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), realizada em setembro de 2011. Foto: Elza fiúza/ABr.

 

Desde quinta-feira passada (12), quando o Senado afastou a presidente Dilma do cargo e os ministros foram exonerados, circula o nome de Rômulo Mello como mais provável sucessor de Claudio Maretti no comando do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Rômulo já ocupou a posição. Ele foi o segundo presidente do ICMBio, que já teve 4 presidentes em quase nove anos de existência e comandou o órgão de 2008 a 2012, quando pediu demissão, alegando estafa e problemas de saúde.

Rômulo é um veterano da área ambiental e fez carreira no Ibama desde a sua fundação. Chegou a diretor e, em 2002, presidente do Ibama. Quando o ICMBio foi criado, em 2007, mudou-se para lá e tornou-se o primeiro diretor de Conservação de Biodiversidade. Chegou à presidência do ICMBio em julho de 2008, durante a gestão de Carlos Minc no Ministério do Meio Ambiente, depois do seu nome ser indicado por um comitê, do qual faziam parte Marina Silva e João Paulo Capobianco, que foi o primeiro presidente do órgão ambiental.

Especulações

Fontes no legislativo, nas ONGs e no próprio ICMBio confirmaram a indicação de Mello à presidência do ICMBio. Mas na política só é certo o que é publicado no Diário Oficial da União. Até ontem, as mesmas fontes confirmavam o nome de Donizetti Aurélio do Carmo na presidência do Ibama, que é funcionário de carreira do órgão e atua como assessor do Partido Verde na Câmara dos Deputados desde 2006. Mas outro nome surgiu depois que o governo Temer começou a nomear mulheres para cargos importantes no segundo escalão, tentando minimizar o desgaste político causado pela falta de ministras. De acordo com o jornal Estadão, o novo nome para comandar o Ibama é Suely Araújo. Ela é consultora da Câmara especializada em temas ambientais.

 

 

Leia Também

Presidente do Instituto Chico Mendes pediu demissão antes do Carnaval

http://www.oeco.com.br/reportagens/19978-de-volta-ao-tempo-das-cavernas

MMA: Ambientalistas apoiam nomeação de Sarney Filho contra ruralista

 

 

 

18 comentários em “Rômulo Mello deve voltar ao comando do ICMBio”

    • Será ? Nessa pindaíba ? Sem recursos ? Como que vai fazer para trocar os coletes e artefatos vencidos dos fiscais, promover desfile de uniformes, entre outras extravagâncias realizadas, como gastar rio$ de recursos em aluguéis, ou com consultoria para planejamento estratégico, e que muda freneticamente ao bel prazer de cada figurão que ocupa a presidência. Que adiantou se no final a firma quebrou ? O ICMBio é um dos maiores estelionatos administrativos da gestão Lula / Marina / Dilma, e até onde sei a loira é PTista de carterinha, por isso acho difícil voltar. Por outro lado, é ilusão achar que esse golpe parlamentar de Temer e sua turma de investigados vai trazer algo de bom para a área ambiental, que a meu ver enfrentará anos mais difíceis que estes últimos.

      Responder
        • Olha a tropa de choque do novo governo em ação, por favor liberdade de expressão. Já rebaixaram a Cultura, as Mulheres, os Negros, os Quilombolas, os Ribeirinhos, os Indios, as Marisqueiras, etc e agora até a "vaca atolada". Preguiça é o discurso dos milicos. Vcs estão no Brasil, acorda Brasil !
          Governo Dilma foram 6 anos de retrocesso ambiental, discordo da vaca, nem 8 nem 80, por incrível que pareça a área ambiental pode melhorar, saindo a ministra "papagaio de pirata" é um bom começo.
          Ministro: ou junta toda mundo em uma Agência Ambiental forte (recomendável), ou dá melhores condições a todos os orgãos de sua pasta (mais difícil). Viaja, mas faz o que tem de ser feito.
          Acorda Brasil.

          Responder
          • Quem falou em milico, rapaz? Quem tá defendendo o novo governo? Eu não apertei 13 na urna. Vc faltou às aulas de interpretação de texto pelo jeito.

  1. Na boa, o ICMBio já passou pelo pior, que foi a gestão Isabela Teixeira e Sergio Brant.
    Isso sim foi desmonte geral e ausência de estratégia e foco!!

    Responder
  2. Pôxa vida, nós fomos para rua tirar o PT, e agora voltam com a Silvana !? Temer, Padilha, Sarney Filho…vcs não sabem que ela é petista? Não que vcs sejam santos (kkk), mas a onda toda era "Fora PT"…não tem ninguém que não seja uma volta ao passado pra colocar, hein??

    Responder
  3. Pronto. Daqui a pouco essa matéria some da capa do Eco, e o Dr. Mello só voltará a ser manchete quando sair fora DE NOVO…tendo para mostrar como realizações de sua gestão…é….humm…então…quer dizer…pois é!

    Responder
  4. Começou a dança das cadeiras. Exoneração da atual diretora da Diman e nomeação do Paulo Carneiro. Sempre às voltas com algum cargo e nada pra mostrar. Aliás muita coisa a esconder…

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.