Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

PF desmonta esquema de exploração ilegal de madeira no Amapá

Sabrina Rodrigues*
quarta-feira, 6 fevereiro 2019 14:50
A Polícia Federal desarticulou, nesta quarta-feira (06),uma organização criminosa formada por agentes públicos e empresários do ramo de serraria, especializada na exploração ilegal de madeira, em Macapá (AP). Foto: Pixabay.

A Polícia Federal deflagrou (PF) nesta quarta-feira (06) a “Operação Traquinagem” para desarticular uma organização criminosa formada por agentes públicos e empresários do ramo de serraria, especializada na exploração ilegal de madeira, em Macapá (AP). A ação foi desencadeada por um trabalho em conjunto com Ministério Público Federal e resultou no cumprimento de três mandados de busca e apreensão na cidade.

Segundo a PF, foi constatado durante as investigações que os empresários e os agentes públicos criaram um esquema fraudulento de emissão do Documento de Origem Florestal (DOF), licença obrigatória para o transporte e armazenamento de produtos florestais de origem nativa. A documentação falsa permitia a criação de créditos madeireiros fictícios para a exploração de madeira de origem ilegal.

A Polícia Federal não informou o nome dos agentes públicos e empresários envolvidos na fraude. A PF também não revelou em quais bairros cumpriu os mandados de busca e apreensão e nem de qual órgão os agentes públicos fazem parte.

Os investigados poderão responder pelos crimes de falsidade ideológica, organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, advocacia administrativa e desmatamento ilegal.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Federal no Amapá.

 

Leia Também

Polícia Federal desmonta quadrilha de desmatadores comandada de São Paulo

Ibama descobre fraude em cadeia produtiva de carvão vegetal no Maranhão

PF deflagra esquema bilionário de desmatamento no Pará

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.