Entra em vigor o período de defeso do caranguejo-uçá
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Entra em vigor o período de defeso do caranguejo-uçá

Sabrina Rodrigues
terça-feira, 14 janeiro 2020 16:42
Caranguejo-uçá (Ucides cordatus).

Os períodos de defeso do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) já começaram a vigorar a partir de janeiro e vão até até o dia 15 de março, conforme Instrução Normativa nº 1/2020, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), publicado no dia 06. Com a norma, fica proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização da espécie nos estados do Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

O MAPA dividiu o período de defeso do Ucides cordatus em três datas:

    • 1° período: 11 a 16 de janeiro;
    • 2° período: 10 a 15 de fevereiro;
    • 3° período: 10 a 15 de março.

A Instrução Normativa nº1/2020 determina ainda que estabelecimentos com atividades relacionadas ao uso do caranguejo-uçá deverão informar ao Ibama ou ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) a relação detalhada dos estoques de animais vivos, congelados, pré-cozidos, inteiros ou em partes até o último dia que antecede cada período de andada do caranguejo, que marca o início da fase reprodutiva da espécie. 

Os estoques transportados devem estar acompanhados de Guia de Autorização de Transporte e Comércio, emitida pelo IBAMA, da origem até o destino final.

Defeso diferenciado no ES

É preciso ficar atento, pois o estado do Espírito Santo estabeleceu período diferenciado para o defeso do caranguejo-uçá baseado na Portaria Estadual nº019-R, de 11 de dezembro de 2019. O estado dividiu os períodos de defeso do animal em 4 datas:

    • 1° período: 10 a 15 de janeiro;
    • 2° período: 09 a 14 de fevereiro;
    • 3° período: 09 a 14 de março;
    • 4° período: 07 a 12 de abril.

Leia Também 

Últimos dias para capturar e vender o caranguejo-uçá

Sessenta mil pescadores do Nordeste irão receber seguro defeso em novembro

Pescadores ocupam sede do Ibama na Bahia e reivindicam ações para conter óleo

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.