Curiosidades e notícias sobre os bichos e plantas de todo o mundo

Tuiuiú: a ave de muitos nomes
Duda Menegassi - 18/05/12

A homenagem da foto do dia no ((o))eco dessa vez vai para o Tuiuiú (Jabiru mycteria), que também atende por Jaburu, Jabiru, Tuim-de-papo-vermelho, entre outros nomes, que variam de acordo com região. A ave-símbolo do Pantanal tem um grande porte, pesa até 8kg, com até 1,40 metros de comprimento, cerca de um metro de altura e uma envergadura (distância entre as pontas das asas abertas) que pode chegar à impressionantes 3 metros. Seu bico é preto, combinando com a cor da sua cabeça e pescoço, que contrastam com o papo vermelho. No resto do corpo, sua penugem é branca. Sua beleza chama atenção dos turistas, que podem vê-los nas margens de grandes rios e lagos, onde vivem. Põe seus ninhos no topo de árvores altas e são postos de dois a cinco ovos por ninhada. Uma curiosidade sobre seus ninhos, é que são as maiores estruturas construídas por aves no Pantanal, e podem ser feitos com a ajuda de até seis membros da espécie. O Tuiuiú ocorre desde o México ao Norte da Argentina; no Brasil, é encontrado principalmente na zona do Pantanal, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O Brasil, inclusive, abriga mais de 50% da espécie em seu território.
O estado de conservação da espécie na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) é considerada pouco preocupante, mas a perda progressiva do seu habitat - localizado no Brasil em Estados com forte expansão agrícola - pode inverter essa posição, por enquanto favorável da espécie, na lista vermelha dos animais em extinção. Foto: Manoel Francisco Brito
Fonte: Enciclopédia Larousse Cultural ; Wikipédia


Leia também

Paraíso de água

Copyright © Todos os direitos reservados.