Vídeos

Vídeo: Por que criar unidade de conservação? por Carlos Eduardo Young

O economista da UFRJ explica porque defender a criação e manutenção de áreas protegidas também pode ser visto como um investimento

Daniele Bragança · Márcio Lázaro ·
7 de janeiro de 2018 · 3 anos atrás

A importância econômica das Unidades de Conservação vai muito além da cobrança pela visitação. É o que ensina o professor Carlos Eduardo Young, professor do Instituto de Economia da UFRJ. Nesse vídeo, o primeiro de uma série que será lançada no canal do YouTube de ((o))eco, Cadu, como é conhecido, explica como a economia do meio ambiente utiliza ferramentas da economia para mensurar o impacto positivo da criação e manutenção de áreas protegidas, tanto no impacto que a visitação faz na economia local quanto nos serviços ecossistêmicos que a proteção ambiental promove para a sociedade.

Leia Também 

Enquanto o PAC engorda, gastos ambientais estão estagnados

As oportunidades de negócios escondidas nas áreas protegidas

A Baía de Guanabara não está morta

  • Daniele Bragança

    Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

  • Márcio Lázaro

    Márcio Lázaro

    Jornalista, repórter cinematográfico, editor de vídeo e imagens, mestre em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ).

Leia também

Reportagens
4 de junho de 2017

A Baía de Guanabara não está morta

Documentarista registra a diversidade da vida marinha que resiste, apesar da poluição. Filme será exibido durante Conferência dos Oceanos, na ONU

Análises
9 de abril de 2017

As oportunidades de negócios escondidas nas áreas protegidas

Momentos de crise podem nos auxiliar a enxergar as UCs como estratégicas para a retomada do crescimento, a partir dos benefícios socioeconômicos que seus serviços, como o turismo, podem oferecer

Colunas
1 de novembro de 2011

Enquanto o PAC engorda, gastos ambientais estão estagnados

Faltam bons dados sobre gastos ambientais no Brasil. Os que existem revelam a penúria cada vez maior do Ministério do Meio Ambiente

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. jtrudajtruda diz:

    Excelente e didático vídeo! Tava na hora dos "gestores" brasilienses aprenderem isso ao invés de ficarem só defendendo extrativismo…