Vídeos

E-Cons II: Lobo-guará e o Bicudinho-do-brejo na mira da conservação

Protetores das duas espécies fazem parte do programa Empreendedores da Conservação e contam a ((o))eco sua estratégias de preservação.

Fabíola Ortiz · Marcio Isensee e Sá ·
19 de outubro de 2012 · 9 anos atrás

Apoiados pela Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), os empreendedores da conservação falam a ((o))eco sobre a experiência de proteger o Lobo-guará, espécie do Cerrado, e o Bicudinho-do-brejo, da Mata Atlântica.

Jean Pierre, do Instituto Pró-carnívoros de São Paulo é mais um empreendedor da conservação no programa E-cons e tenta salvar o Lobo-guará na Serra da Canastra, em Minas Gerais.

“A Serra da Canastra no bioma cerrado é um dos lugares com a maior presença do Lobo-guará no Brasil, com uma população de 20 mil indivíduos. A espécie está na lista de vulneráveis feita pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês)”, conta Pierre.

Desde 2004, Pierre ajuda a mitigar conflitos dos produtores rurais com o Guará na Serra da Canastra que, muitas vezes, o caçam e abatem.

“Desenvolvemos um mecanismo para diminuir esse conflito e criamos uma ferramenta contra ataques de Lobo-guará”, disse.

Já Bianca Reinert, da ONG Mater Natura no Paraná, em 1995 descobriu a espécie de ave Bicudinho-do-brejo e, desde então, luta pela sua preservação. Estima-se que existam 6 mil indivíduos da espécie no sul do Brasil.

“Tive a grata satisfação de encontrar essa espécie na natureza e descrevê-la. É uma espécie restrita a formações herbáceas do litoral do Paraná e de Santa Catarina. Apesar da densidade populacional ser alta, eles vivem em um trecho pequeno de brejo”, disse Reinert.

Para proteger o animal, a ONG comprou uma área no litoral do Paraná, na região de Guaratuba, onde hoje existe a reserva Bicudinho-do-brejo. “Compramos essa área com recursos próprios e estamos criando uma base de pesquisa”.

Veja também a parte 1 desta série de entrevistas com os E-cons.

  • Fabíola Ortiz

    Jornalista e historiadora. Nascida no Rio, cobre temas de desenvolvimento sustentável. Radicada na Alemanha.

Leia também

Salada Verde
23 de julho de 2021

Registro raro mostra uma mamãe onça com seu filhote na Serra do Mar

A cena foi flagrada por um armadilha fotográfica instalada pela equipe do Programa Grandes Mamíferos da Serra do Mar, que monitora a presença de animais como a onça-pintada e a anta na região

Análises
23 de julho de 2021

Termo ‘savanização’ precisa ser revisto nos discursos sobre degradação florestal

Associar a savana à ideia equivocada de que esta seria uma vegetação degradada e pobre favorece o discurso de que não há nada a ser conservado

Notícias
22 de julho de 2021

Ibama fecha acordo com agência japonesa para monitoramento via satélite da Amazônia

Acordo de cooperação foi assinado nesta quinta-feira e terá duração de 5 anos. Expectativa do Ibama é aumentar precisão da detecção de desmatamento na Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta