Berços da evolução

((o))eco
quinta-feira, 24 novembro 2005 14:08

Reportagem no The New York Times conta que o estudo de pesquisadores americanos está mudando a visão da importância das ilhas no processo de evolução das espécies. Até há pouco, elas eram consideradas uma espécie de beco sem-saída para a fauna por conta do isolamento a que ela parecia estar condenada. Longe disso, sabe-se agora que nas ilhas, os bichos não estão necessariamente isolados. De alguma maneira, conseguem migrar para outros lugares impondo suas mutações em colônias de bichos da mesma espécie. Isso significa que preservar fauna e flora de ilhas é fundamental para garantir a evolução futura da vida no planeta Terra.

A natureza escondida

Frederico Brandini
sexta-feira, 4 novembro 2005 15:53

Um invisível grupo de seres sustenta a vida marinha e garante metade do oxigênio da Terra. Imagens microscópicas revelam o admirável mundo do fitoplâncton

O criador de borboletas

Roselena Nicolau*
quinta-feira, 22 setembro 2005 16:37

Auto-didata, o mineiro Fernando Campos virou um disseminador de borboletários pelo país e dedica-se a projetos de conservação desses belos e frágeis insetos.

A dona dos botos cor-de-rosa

Manoel Francisco Brito
quarta-feira, 27 julho 2005 17:21

Na Estação Ecológica de Anavilhanas, dona de restaurante atrai turistas estrangeiros ao seu estabelecimento servindo espetáculo de mamíferos em vez de comida.

Obsessão por jacarés

Manoel Francisco Brito *
quarta-feira, 27 julho 2005 16:53

O paulista Ronis Da Silveira terminou seu curso de Biologia na USP e mandou-se para a Amazônia para conviver e pesquisar os bichos que mais admira no mundo.

Rachando a conta

Flávia Velloso e João Teixeira da Costa
sexta-feira, 4 fevereiro 2005 14:32

A revista The Economist analisa o conceito de responsabilidade social das empresas, que se tornou unânime mas não pode ser implementado sem a ação dos governos.

O Ano do Golfinho

Carlos Secchin*
terça-feira, 21 dezembro 2004 15:28

Nas ilhas Cagarras, perto das praias da zona sul mas a salvo do caos do Rio de Janeiro, um grupo de golfinhos que chegou em agosto até agora não quis ir embora.

Os últimos naturalistas

Francisco Luiz Noel
quarta-feira, 20 outubro 2004 14:49

A pintura da família Demonte resiste ao tempo e às novas tecnologias. Há quase 50 anos, eles aliam ciência e arte para registrar a fauna e a flora brasileiras.