Salada Verde

Vídeo: bebê rinoceronte tenta se amamentar em mãe morta por caçadores

Piloto gravou cena em que um filhote tenta reanimar a mãe abatida no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. Caça para a retirada de chifres empurra a espécie para a extinção

Sabrina Rodrigues ·
22 de fevereiro de 2018 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A pequena Lottie está segura no The Rhino Orphanage. Os protetores de olhos e ouvidos estão são para minimizar os estímulos externos e minimizar seu estresse, já que ela já está muito traumatizada. Foto: Rhino 911/Facebook.

 

Um filhote de rinoceronte tenta reanimar a mãe, que está deitada, inerte. O pequeno parece não perceber que a mãe está morta. Em seguida, ele contorna o corpo e tenta se amamentar. A cena parece ter saído dos roteiristas da Disney, para alguma continuação de Rei Leão, a animação com uma das cenas de morte mais tristes da história dos desenhos animados, mas aconteceu no sábado (17), no Parque Nacional Kruger, o mais famoso da África do Sul.

O vídeo, de apenas um minuto e meio, foi gravado pelo piloto Nic Jacobs, que entrou em contato com a rede de resgate de rinocerontes, Rhino 911.  Chocado, Nick diz no vídeo: “Não consigo entender isso, é absolutamente horrível de ver”.

O bebê rinoceronte se chama Lottie e já foi resgatada. Os socorristas a vedaram e a sedaram, para que o transporte até o centro onde ficará sob cuidados não fosse mais traumático que a situação que o filhote vivenciou.

À noite, a equipe retornou ao barranco e encontraram leões devorando a carcaça da mãe de Lottie, morta para a retirada de seus chifres, valiosos no mercado negro asiático.

A procura pelos chifres de rinocerontes empurra a espécie para a extinção. Um chifre pode custar $ 13.900 dólares, correspondendo, hoje, a um pouco mais de R$ 45 mil reais. Os mais atingidos são os animais adultos, com o chifre crescido. Não se sabe a quantidade de bebês órfãos que o comércio de sangue deixa para trás.

Já são 11 rinocerontes mortos em menos de um mês no Parque Nacional Kruger. No ano passado, segundo dados do governo sul-africano, foram mais de 1 mil rinocerontes assassinados no país.

 

Assista ao vídeo

 

Leia Também

Caçador é devorado por leões em reserva na África do Sul

Tribunal sul-africano acaba com a proibição de venda de chifres de rinocerontes no país

Morto por um chifre: caça de rinocerontes bate recorde

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
13 de janeiro de 2012

Morto por um chifre: caça de rinocerontes bate recorde

Na África do Sul, caça ilegal de rinocerontes aumenta 4 vezes entre 2009 e 2011, tudo por conta do preço do chifre no mercado negro.

Salada Verde
6 de abril de 2017

Tribunal sul-africano acaba com a proibição de venda de chifres de rinocerontes no país

Ordem derruba decisão nacional que proibia a prática. Criadores de rinocerontes comemoram a decisão, enquanto ambientalistas a criticam

Salada Verde
14 de fevereiro de 2018

Caçador é devorado por leões em reserva na África do Sul

A polícia de Limpopo informou que o caçador devorado por leões na reserva particular em Hoedspruit, perto do Parque Nacional Kruger, era David Baloyi, de 50 anos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. paulo diz:

    Bestialidade Humana, continua forte.

    2018, com milhares de tecnologias da Ciência. Mas a bestialidade desta matança continua,mesmo com milhares de informações, dizendo que estes pêlos não servem para curar nada.