Salada Verde

STF suspendeu portaria que instituiu “aprovação automática” de agrotóxicos

Lewandowski concedeu liminar para suspender a eficácia da portaria editada em fevereiro. Secretaria de Defesa Agropecuária tinha 60 dias para aprovar novos agrotóxicos

Daniele Bragança ·
2 de abril de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Ministro Ricardo Lewandowski. Foto: Nelson Jr./SCO/STF.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a portaria que instituía o mecanismo de “autorização automática” por decurso de prazo para liberação de novos produtos agrotóxicos e outros 85 itens de responsabilidade da Secretaria de Defesa Agropecuária. A norma entraria em vigor na quarta-feira (01).

Caso o órgão não analisasse o pedido até a data-limite estipulada, a autorização estaria dada. O governo estabeleceu a regra para todos os atos públicos de responsabilidade da Secretaria de Defesa Agropecuária, que passou a ter 60 dias para registrar novos agrotóxicos.

A decisão liminar de Lewandowski foi monocrática e teve como justificativa a urgência em não deixar entrar em vigor uma norma que poderia representar um “perigo de grave lesão à saúde pública”. A ação contra a portaria foi iniciada pelo partido Rede Sustentabilidade e já estava sendo analisada pelo plenário do Supremo. No dia 20 de março, Lewandowski, relator da ação, submeteu o pedido de liminar e foi acompanhado pelos ministros Dias Toffoli, Edson Fachin e Alexandre de Moraes em favor da concessão, porém o ministro Luís Roberto Barroso pediu vista do processo e a análise foi interrompida.

Como o prazo para a medida entrar em vigor venceu, o ministro fez valer a prerrogativa de conceder a liminar monocraticamente, até que a análise da ação seja concluída definitivamente.

 

Saiba Mais

Íntegra da Decisão – STF

Leia Também 

Agrotóxicos terão aprovação automática após 60 dias

Deputados querem retirar Anvisa e Ibama da avaliação de agrotóxicos

Vídeo: Agrotóxicos são seguros? por Mônica Lopes-Ferreira

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Vídeos
18 de agosto de 2019

Vídeo: Agrotóxicos são seguros? por Mônica Lopes-Ferreira

Pesquisa realizada pelo Centro de Toxinas, Resposta-Imune e Sinalização Celular (CeTICS) indica que não há dose segura para o consumo de agrotóxico

Reportagens
16 de maio de 2018

Deputados querem retirar Anvisa e Ibama da avaliação de agrotóxicos

O que você prefere: comer um alimento com agrotóxicos ou defensivos fitossanitários? A adoção do nome menos "depreciativo" é apenas uma das mudanças previstas no chamado PL do Veneno

Salada Verde
27 de fevereiro de 2020

Agrotóxicos terão aprovação automática após 60 dias

Novas regras atingem todos os atos públicos de liberação de responsabilidade da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta