Salada Verde

Salles nomeia Comissão de Ética e deixa de fora servidor que denunciou inoperância da pasta

Com mais de 13 meses de atraso, ministro publica a Portaria com as nomeações da Comissão de Ética, mas desrespeita processo democrático dos servidores da comissão

Duda Menegassi ·
15 de julho de 2020
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O ministro Ricardo Salles publicou a nomeação para Comissão de Ética, mas passou por cima dos próprios servidores na escolha. Foto: Gilberto Soares/MMA

Nesta segunda-feira (13), foi publicada no Diário Oficial da União, a Portaria que nomeia a equipe da Comissão de Ética do Ministério do Meio Ambiente. A nomeação feita por Salles, com mais de 13 meses de atraso, exclui da Comissão o servidor Marcelo Grossi, que no final de junho havia denunciado a inoperância do grupo, que estava com apenas dois suplentes na época. Para operar, a comissão precisa de três titulares e seus respectivos suplentes.

Grossi ocupava o cargo de secretário-executivo da comissão desde setembro de 2018 e, em nota técnica enviada à Corregedoria-Geral da República, ao Tribunal de Contas da União e à Comissão de Ética da Presidência, no dia 30 de junho, ele denunciava o atraso do ministro em fazer as nomeações dos integrantes necessários para comissão funcionar e pedia aos órgãos que cobrassem Salles sobre o tema.

Segundo Grossi, a nova composição já estaria definida desde abril e só aguardava a canetada do ministro para autorizar as nomeações. De acordo com informações apuradas pelo Estadão, a escolha dos nomes publicados na Portaria nesta segunda-feira desconsiderou esse processo seletivo interno no ministério, que foi conduzido entre novembro de 2019 e março deste ano, para escolher os integrantes da comissão.

Leia também

MPF pede o afastamento imediato de Ricardo Salles do cargo de ministro do Meio Ambiente

Supremo encaminha à Procuradoria pedido de inquérito contra Salles

Membros do governo desmentem possível queda de Salles

  • Duda Menegassi

    Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Salada Verde
2 de julho de 2020

Membros do governo desmentem possível queda de Salles

Após especulações sobre saída do ministro do Meio Ambiente, Wajngarten e Zambelli garantem permanência dele no cargo, o que aumenta as especulações sobre a situação de Salles

Salada Verde
9 de julho de 2020

Supremo encaminha à Procuradoria pedido de inquérito contra Salles

Pedido foi feito por grupo de parlamentares que pressiona pela saída do ministro do meio ambiente. Cabe a Procuradoria decidir se abre investigação ou não

Notícias
6 de julho de 2020

MPF pede o afastamento imediato de Ricardo Salles do cargo de ministro do Meio Ambiente

Procuradores consideram o ministro responsável pelo desmonte do sistema de proteção ambiental do país e o acusam de improbidade administrativa 

Mais de ((o))Eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.